Amorim à força

  • Reportagem


© Exposay
 
Ruben Amorim vai continuar na posição de lateral-direito no confronto de quarta-feira, com o Otelul Galati, da Liga dos Campeões. O internacional português, de 26 anos, é a opção de Jorge Jesus para combater a ausência de Maxi Pereira, que vai cumprir um jogo de castigo, por ter visto um cartão amarelo frente ao Manchester United.
 
O treinador benfiquista chamou o camisola 5 ao onze inicial que defrontou o Marítimo, para a Taça de Portugal, para que este pudesse ganhar ritmo competitivo, já a pensar no confronto com a formação romena. Amorim teve uma fraca prestação no Estádio dos Barreiros, denotado precisamente algum défice físico, mas, mesmo assim, e face à ausência do habitual dono do lugar, será a primeira opção de Jorge Jesus para a partida da Champions [a outra solução passa pela adaptação de Miguel Vítor].
 
Jorge Jesus acredita que o futebolista, por apresentar sinais de polivalência, ainda pode evoluir, tornando-se um jogador mais completo, mas esta intenção esbarra na vontade do camisola 5, que prefere não actuar na defesa. A verdade é que o português tem a vida dificultada, dadas as muitas opções existentes no plantel encarnado para o meio-campo e para as suas posições preferenciais (médio-centro e médio-direito).
 
Amorim não é uma das primeiras opções no onze da águia, mas merece a confiança do técnico, apesar do ligeiro desentendimento que houve entre ambos esta temporada. Depois de ter sido chamada à Selecção, mesmo não sendo uma aposta regular na equipa benfiquista, o jogador teve uma frase que causou desagrado na Luz: "Fico feliz por o Paulo Bento não pensar como Jesus", disse, antes dos confrontos com a Islândia e Dinamarca.
 
O desentendimento foi resolvido com uma conversa entre ambos, após o regresso de Amorim ao Seixal, e Jorge Jesus voltou a apostar no jogador, a quem já tinha entregue a titularidade frente ao Manchester United, na Luz. Neste jogo de abertura da fase de frupos, o polivalente jogador foi uma das surpresas no onze das águias, actuando precisamente no... meio-campo.
 
Amorim vai voltar a ser titular na fase de grupos da Champions, num jogo que servirá para acertar o 1.º lugar do Grupo C. Com o apuramento garantido para os "oitavos", os encarnados tentam, agora, amnter-se na liderança e, para isso, basta-lhes vencer o conjunto romeno.
 
PONTO DA SITUAÇÃO
  
> Jesus surpreendeu no arranque da fase de frupos da Champions, ao colocar Amorim no meio-campo.
 
> Na óptica do treinador, o camisola 5, apesar de ter sido substituído, cumpriu na integra com o que lhe foi pedido, em termos posicionais. Para Jesus, Amorim é "tacticamente muito inteligente".
 
> O internacional português admitiu que o público tenha ficado surpreendido com a sua colocação no terreno. "Jogo habitualmente a defesa-direito", fez notar.
 
> Amorim prepara-se para fechar a fase de grupos da mesma forma que começou: como titular. A diferença é que será defesa e não médio. A polivalência é apreciada por Jesus.
 
In: Record
publicado por Frederica às 22:24
link do post | comentar