Domingo, 30 De Novembro,2008

Convocados para o jogo com o V. Setúbal

  • Antevisão

 

© Isabel Cutileiro

 

O técnico do Benfica, Quique Flores, convocou Pedro Mantorras para o Benfica-V. Setúbal, relativo à 10.ª jornada da Liga Sagres. Trata-se da principal novidade numa convocatória que conta ainda com a presença de Makukula. De fora, relativamente ao último jogo, estão Nuno Gomes, Binya e Moretto. O encontro ante os sadinos está marcado para as 20h30 de segunda-feira.

LISTA DE CONVOCADOS


Guarda-redes: Moreira e Quim;
Defesas: Maxi Pereira, David Luiz, Jorge Ribeiro, Sidnei e Miguel Vítor;
Médios: Reyes, Katsouranis, Balboa, Fellipe Bastos, Ruben Amorim, Urreta, Carlos Martins, Yebda;
Avançados: Cardozo, Mantorras, Makukula e Suazo.

 

In: SLBenfica.pt

publicado por Frederica às 21:35
link do post | comentar | ver comentários (1)
Sexta-feira, 28 De Novembro,2008

Tragédia Grega...

  • Crónica

 

© Maisfutebol

 

O Benfica ficou em posição bastante complicada no Grupo B da Taça UEFA ao perder por 5-1 em Atenas, frente ao Olympiacos. Um golo sofrido no primeiro minuto de jogo galvanizou a aguerrida formação da casa, levando o Benfica a uma noite de grande infelicidade. Agora, para seguir em frente na prova, o Benfica terá de vencer o Metalist na Luz e esperar que quatro pontos sirvam tal propósito, o que não é um dado adquirido.

 

ENTRAR A PERDER

Noite para esquecer aquela vivida pelo Benfica no Estádio Georgios Karaiskakis. Num infernal ambiente, o Benfica entrou com o pé esquerdo, permitindo, logo no primeiro minuto de jogo, o golo ao conjunto grego. Galletti, autêntica alma desta aguerrida equipa do Olympiacos, rematou a contar, na sequência de uma jogada por si iniciada.

Tal momento reflectiu-se no que se viria a passar de seguida, com o Benfica a ter dificuldades em acertar marcações e a permitir aos donos do terreno surgir em situação vantajosa em zona de remate, após os seus jogadores ganharem muitas segundas bolas. Foi dessa forma que, após um alívio de Maxi Pereira, Patsatzoglou fez o segundo golo, num forte remate. Pouco depois, aos 23’, foi a vez de Diogo se isolar e elevar a contagem para 3-0.

 

© Daylife

 

RESPOSTA E DESILUSÃO

Foi então que o Benfica respondeu, garantindo mais posse de bola e conseguindo algumas boas jogadas. Suazo, num cabeceamento por cima, e Yebda, num pontapé de moinho, avisaram, mas foi David Luiz, na sequência de um pontapé de canto, a reduzir. No entanto, quando se esperava que o Benfica concretizasse a reacção, os gregos conseguiram matar o jogo à beira do intervalo, em mais um golo fabricado por Galletti e, desta feita, concretizado por Bellushi ao segundo poste.

A segunda parte não começou melhor para o Benfica, apresentando dificuldades em romper a bem montada estrutura defensiva dos gregos e sofrendo, depois, no contra-ataque o quinto golo, desta feita apontado por Diogo, aos 53’, num remate cruzado após desmarcação pela esquerda. Um golo que, refira-se, deveria ter sido invalidado, devido ao facto do seu marcador estar em fora-de-jogo.

Aos poucos, o ritmo da partida foi decaindo. O Olympiacos retirou o “pé do acelerador”, concentrando-se nas missões defensivas, e o Benfica, de forma briosa, tentou criar algumas jogadas de perigo (quase sempre por Suazo ou Reyes), mas provou apenas que esta era mesmo uma noite de grande infelicidade, pois existia sempre algum defesa ou o experiente Nikopolidis para negar os intentos aos “encarnados” que agora têm de vencer o Metalist e esperar que quatro pontos cheguem para seguirem em frente na prova.

 

© Daylife

 

In: SLBenfica.pt

 

Olympiakos: Nikopolidis; Pantzos, Papadopoulos, Antzas e Domi; Galletti, Dudu Cearense, Patsatzouglou e Djordjevic; Belluschi e Diogo.

Ainda jogaram: Leto (Galletti, 59min), Kovacevic (Diogo, 69min) e Óscar (Belluschi, 76min).

Golos: Galletti (1min), Patsatzouglou (17min), Diogo (23 e 53min) e Belluschi (43min).

Cartões Amarelos: nada a assinalar.

Cartões Vermelhos: nada a assinalar.

 

Benfica: Quim; Maxi, David Luiz, Sidnei e Jorge Ribeiro; Ruben Amorim, Binya, Yebda e Reyes; Nuno Gomes e Suazo.

Ainda jogaram: Urreta (Nuno Gomes, 55min), Balboa (Ruben Amorim, 59min) e Carlos Martins (Yebda, 76min).

Golos: David Luiz (32min).

Cartões Amarelos: Binya (43min)

Cartões Vermelhos: nada a assinalar.

 

  • Avaliações

 

© ActionImages

 

"Sprintar não é a sua especialidade, nem está, tão pouco, capacitado para o choque. Faltou-lhe clarividência e velocidade de execução e não foi capaz de transmitir o equilíbrio emocional e táctica ao meio-campo. Preferiu o passe ao remate em situação de golo iminente. (1)", In: Record

 

"Perdido na eficácia do miolo grego

Vinha cheio de confiança, com a moral em alta depois do bom jogo realidado em Coimbra, onde marcou, mas ontem foi uma sombra do que tem mostrado na Liga portuguesa. Nunca soube assumir o jogo, sempre muito bem marcado pelo miolo grego, claramente um dos pontes fortes do Olympiakos. Um jogo para apagar da memória... (4)", In: A Bola

 

  • Declarações

 

«Não é jogo para esquecer, é para não repetir»

 

© Maisfutebol

 

Ruben Amorim, jogador do Benfica, a analisar a goleada sofrida no reduto do Olympiakos (5-1), em declarações reproduzidas pela Sport TV:

 

«Sofremos golos que não podemos sofrer. Não é um jogo para esquecer, é para não repetir. Temos de tirar ilações quando ganhamos e quando perdemos.»

 

[as contas ficam complicas...] «Sem dúvida. Foi um passo atrás. O mister já tinha dito que tínhamos de dar menos passos atrás.»

 

In: Maisfutebol

publicado por Frederica às 22:24
link do post | comentar
Terça-feira, 25 De Novembro,2008

Convocados para a Taça UEFA

  • Antevisão

 

© Carlos Rodrigues

 

Quique Flores elegeu 20 jogadores para o Olympiacos-Benfica da próxima quinta-feira, às 19h45 portuguesas, no Estádio Georgios Karaiskakis.

No lote dos convocados não figuram Luisão e Aimar que trabalharam esta terça-feira de forma limitada.

O técnico espanhol convocou os três guarda-redes do plantel, bem como um alargado lote de médios. Os avançados Suazo, Nuno Gomes e Cardozo estão igualmente na lista elaborada por Quique Flores.

LISTA DE CONVOCADOS


Guarda-redes: Moreira, Quim e Moretto;
Defesas: David Luiz, Sidnei, Miguel Vítor, Maxi Pereira e Jorge Ribeiro;

Médios: Reyes, Katsouranis, Balboa, Fellipe Bastos, Ruben Amorim, Urreta, Binya, Carlos Martins e Yebda;
Avançados: Cardozo, Nuno Gomes e Suazo

 

In: SLBenfica.pt

 

publicado por Frederica às 19:36
link do post | comentar

O jovem terra a terra que anda nas nuvens

  • Reportagem

 

 

O day after de Ruben Amorim, após o golo de estreia pelos encarnados, foi tão simples como isto: treinou-se no Seixal de manhã e passou a tarde na casa da mãe, Anabela Marques Francisco, na Charneca da Caparica. O filho mais velho, Mauro, de 25 anos, ex-campeão nacional de juniores, pelo Alverca, em equipa que tinha nomes como Filipe Falardo ou Amoreirinha, ainda vive com Anabela, mas não estava em casa.

 

«Veio ter comigo e passámos a tarde inteira a conversas sobre o jogo, o golo, a sua vida e a minha. Falámos de tudo. Sou a confidente dele, sou tudo para ele... Estamos muito ligados!», explicou, muito comovida, a mãe orgulhosa. «E não se zangará comigo por causa destas inconfidências, porque, simplesmente, jamais se zangaria comigo!», prosseguiu.

 

PELA CAIXA QUE MUDOU O MUNDO

 

«Estávamos em casa a ver o jogo pela televisão, eu, o meu filho Mauro e a sua namorada. Quando Ruben marcou sentimos uma alegria imenso, foi tão intenso! Foi uma sensação formidável, pois o Ruben merecia tanto aquele golo...», contou, à beira das lágrimas, a mãe, que não se conteve.

 

«Sempre foi um miúdo formidável. Sempre foi um miúdo muito certinho e responsável. Tão amigo da família... Aliás, sempre disse que não conseguiria viver longe da família e, na verdade, somos mesmo chegados. Sou a confidente dele, temos uma relação muito especial. Conta-me tudo, abre-se completamente e falamos de qualquer tipo de assunto. E liga-me sempre depois dos jogos. Corra bem ou corra mal. E, se for preciso, é o primeiro a dizer se jogou bem ou jogou mal. Ontem [anteontem], claro, estava muito feliz. Sou suspeita para falar porque sou a mãe dele, mas é um ser humano maravilhoso!», continuou, com a voz embargada, Anabela Fransisco, que quase verteu uma lágrima enquanto percorria a vida do filho de uma ponta à outra: «Quando o Ruben nasceu, o pai dele estava connosco, mas saiu para ir ver um Benfica-Porto e fazer Ruben e Mauro sócios do Benfica. Foi a sua forma de festejar o nascimento do filho. Fê-lo sócio assim que nasceu!»

 

© ActionImages

 

SEM AUTOCARRO... FOI A CORRER

 

Nem tudo, no entanto, foram rosas: «Ruben passou por muito, mas sempre foi uma pessoa maravilhosa, que se preocupava com a família. Em relação a mim, então, sempre foi muito atencioso. Uma vez perdeu o autocarro e para que não ficasse preocupada ao ver que o autocarro passara e ele não vinha, fez todo o caminho a correr até casa para que eu não me preocupasse.»

 

A primeira passagem pela Luz foi amarga para o jogador: «Esteve no Benfica nas escolinhas e nos infantis, mas saiu quando Vale e Azevedo acabou com as equipas jovens. Sempre lhe disse que um dia iria voltar ao clube pela porta grande... e aí está!»

 

Jogador pertence a uma família de benfiquistas e voltou ao clube pela porta grande

 

'BARRA' A PORTUGUÊS E QUÍMICA

 

Estudar é uma das virtudes do cidadão Ruben Amorim: «Sempre foi um bom estudante. No 11º ano, por exemplo, acabou com médio de 16. Sempre teve boas notas, 18 e 19 a Português, boas notas também a Química. Tirou o 12º ano na área de desporto, mas nem era o desporto a sua melhor disciplina. Podia ter ido para a universidade. Sempre disse: 'mãe, se não vingar no futebol, largo a bola e volto para a escola'.»

 

AQUELES NOMES SONANTES

 

Enquanto profeissional já viveu de tudo, também: «Aquele ano em que o Belenenses quase desceu de divisão custou-lhe muito. E quando foi para o Benfica pensámos que ia ter vida difícil, poir víamos todos aqueles nomes a assinar... O treinador não o conhecia de lado algum, sabia lá quem era o Ruben ou o Belenenses... Mas sempre lhe disse que tinha de trabalhar, que o momento havia de chegar. E chegou mais depressa do que pensávamos.»

 

Anabela recorda a relação que tem com o filho, um «rapaz terra a terra», simples e discreto no dia a dia. «É uma pessoa tão boa que só podia ter sorte na sua profissão. Estava tão preocupado a semana passada por causa da lesão e foi por causa disso que deu um abraço ao doutor depois de ter marcado o golo. Para nós foi maravilhoso vê-lo. Notei logo na cara dele e na forma como festejou que estava radiante de felicidade», diz a mãe, orgulhosa da relação que existe entre os irmãos.

 

O primeiro golo oficial de Ruben Amorim com a camisola do Benfica foi festejado com tamanha energia que nem David Luiz o deteve

 

OUTRA VEZ O GOLA DO BLUSÃO...

 

Mauro, «com 22 meses de diferença de Ruben», dá-se muito bem com o irmão: «A relação é a melhor possível. O Mauro é o primeiro a criticá-lo no mal e a dizer-lhe quando faz bem. E até brinca com ele dizendo que lhe passou o talento de futebolista», explica, antes de contar novo espisódio de noite de anteontem, que foi longa, dadas as dificuldades de Ruben para responder às necessidades de controlo anti-doping. «Sempre foi assim!», explica Anabela, sem se deter. «No flash interview, o Mauro disse-me: 'olha mãe, lá está a imagem de marca do mano.' E o que era? Era a gola do blusão metida para dentro! Desde miúdo que veste mal os blusões e deixa a gola metida para dentro. O irmão ligou-lhe, a brincar, e ele desculpou-se dizendo que lhe vestiram o blusão à pressa», concluiu, divertida.

 

 


 

«Está feliz... até com o contrato»

 

 

O empresário de Ruben Amorim, Carlos Gonçalves, está ausente do Pais, mas não passou ao lado do feito do jogador em Coimbra, onde se estreou a marcar com a camisola do Benfica, dando contibuto decisivo para que a equipa de Quique Flores saísse de um terreno dificil com os três pontos.

 

«Não falei com ele, mas trocámos mensagens, estava obviamente muito contente. Dei-lhe os parabéns pelo golo», contou o agente do futebolista, que nem sequer quer ouvir falar em aumentos de ordenado. «Não faz sentido algum nesta altura, uma vez que asinámos contrato com o Benfica há seis meses e já nessa altura acertámos aquilo que considerámos justo para ele. Está muito feliz no Benfica, está muito feliz com a sua carreira na equipa e até está muito feliz com o contrato que tem nesta altura», garantiu Carlos Gonçalves.

 

In: A Bola

publicado por Frederica às 18:59
link do post | comentar
Segunda-feira, 24 De Novembro,2008

Benfica volta a vencer (2-0) em Coimbra com 1º golo de R. Amorim

  • Crónica

 

© UEFA

 

Em terra de tradições há que mantê-las. É isso que o Benfica tem feito em Coimbra, onde já não perde há 35 anos, mesmo depois da revolução que Quique Flores fez no onze que defrontou a Académica este domingo. O espanhol mudou cinco peças e contou com o regresso de Ruben Amorim e a certeza dos penalties de Cardozo para conquistar a quarta vitória consecutiva no campeonato. Sem pressas para ser líder, como afirmara o treinador, os encarnados mantêm a perseguição ao Leixões, enquanto a Briosa leva seis jogos sem vencer.

 

Quique Flores colocou um onze surpreendente em campo: David Luiz foi lateral-esquerdo no lugar de Jorge Ribeiro e saíram Carlos Martins, Aimar, Katsouranis e Suazo. Entraram Binya, Reyes, Ruben Amorim e Cardozo. Uma revolução que deu à equipa um aspecto mais operário que talentoso. A Académica respondeu num 4x3x3 raro esta temporada. E aí, Lito e Sougou foram dor de cabeça para os laterais encarnados durante o primeiro tempo. Deixaram de ser tanta ameaça depois do 2-0, que nasceu num penalty que deixou muitas dúvidas.

 

As águias entraram bem na partida, ganharam vários cantos, mas faltava algo mais para pôr Peskovic em risco. Sem o conseguirem, levaram a que a Académica equilibrasse a partida e, depois, até foram os estudantes a criar o primeiro grande lance de perigo, com Sougou a atirar à trave.

 

© Record

 

O Benfica ressentia-se da falta de um criativo no miolo, mas é nessas alturas que Nuno Gomes tem o hábito de sobressair. O capitão fez mais uma assistência para golo, desta vez a descobrir Ruben Amorim, de pé esquerdo. Não finta, não progride com a bola em corrida? Pode ser, mas compensa com uma visão de jogo rara. Descobriu o caminho do golo e Ruben Amorim teve um regresso feliz após lesão.

 

Com o encontro dividido, o 1-0 tranquilizou as hostes encarnadas, mas do outro lado a Académica estava ainda muito atrevida e talvez a justificar outro resultado. Isso mudaria depois do intervalo.

 

Dos onze metros, Cardozo não falha

 

O intervalo trouxe os mesmos onzes, mas cedo os técnicos começaram a mexer nas equipas. E tudo por culpa do penalty assinalado por Pedro Proença. Com Cardozo em campo, uma grande penalidade transforma-se na certeza de golo e os encarnados tranquilizaram-se.

 

Depois, o Benfica mostrou-se equilibrado, sem passar por sobressaltos que teve noutras ocasiões. Quique Flores mudou o parceiro de Nuno Gomes no ataque, com a troca de Cardozo por Suazo. O hondurenho até teve a melhor ocasião do segundo tempo, ao atirar ao poste, e depois um cabeceamento ao lado, nos 90 minutos.

 

O Benfica não é o líder, como gritava a claque encarnada, mas usou a força a meio-campo para mostrar uma faceta mais equilibrada, mesmo que por vezes tenha deixado a Académica ter a bola.

 

Quique pôde dar descanso a peças importantes, lançou Balboa no final já depois de Ruben Amorim ter recebido aplausos na troca por Jorge Ribeiro. Liderada pelo capitão Nuno Gomes, a revolução encarnada acabou por ser tranquila, tal como é a espera por um deslize do Leixões.

 

In: Maisfutebol

 

© Record

 

Académica: Peskovic; Pedrinho, Orlando, Luiz Nunes e Edson; Miguel Pedro, Pavlovic e Nuno Piloto; Lito, Garcés e Sougou.

Ainda jogaram: Carlos Aguiar (Pavlovic, 60min), Éder (Lito, 60min) e Madej (Sougou, 75min).

Golos: nada a assinalar.

Cartões Amarelos: Pavlovic (46min), Luiz Nunes (53min) e Nuno Piloto (64min).

Cartões Vermelhos: nada a assinalar.

 

Benfica: Quim; Maxi Pereira, Luisão, Sidnei e David Luiz; Ruben Amorim, Binya, Yebda e Reyes; Nuno Gomes e Cardozo.

Ainda jogaram: Suazo (Cardozo, 61min), Jorge Ribeiro (Ruben Amorim, 80min) e Balboa (86min).

Golos: Ruben Amorim (30min) e Cardozo (47min, g.p.)

Cartões Amarelos: David Luiz (59min), Binya (67min) e Maxi (89min).

Cartões Vermelhos: nada a assinalar. 

 

  • Avaliações

 

© DayLife

 

"O homem do treinador não defraudou as palavras de Quique. Ajudou a segurar o flanco direito. Mas o médio não se limitou a cumprir tacticamente (cobriu as investidas de Maxi). Ele também desequilibra, como se viu no lance do 1º. (4)", In: Record

 

"Regressou à equipa e logo da melhor forma. Combinou bem com Nuno Gomes - foi ele quem primeiro descobriu o capitão - e abriu o caminho para o triunfo, com o primeiro golo de águia ao peito. Tal como o técnico disse, deu mais consistência ao meio-campo, revelando-se de uma grande utilidade no clássico 4-4-2. Noite para recordar. (7)", In: O Jogo

 

"Eficácia de um espião infiltrado

A sua forma de jogar pode não levar os adeptos a comprarem a sua camisola nas lojas, mas Quique seguramente a comprará: parece que é um espião infiltrado no meio-campo e aparece muitas vezes com perigo sem se dar por ele. Foi assim, aos 31 minutos: a passe de Nuno Gomes, atirou, cruzado, para o primeiro golo, o primeiro do ex-Belenenses. (7)", In: A Bola

 

"Quando, aos 30’, entrou em velocidade na área, aproveitando um passe de Nuno Gomes para atirar na passada e abrir o marcador, Ruben Amorim tornou-se um elemento chave na difícil partida de Coimbra. Ponto alto de uma exibição feita de inteligência na ocupação dos espaços. Pensamos ser, a par de Yebda, a grande surpresa da época, embora no Belenenses já mostrasse qualidade.", In: SLBenfica.pt

 

"Regresso à equipa com nota alta. O passe de Nuno Gomes foi meio caminho para o golo mas ao ex-belenense coube aquilo que por vezes parece fácil: bater o guarda-redes adversário e, neste caso, estrear-se a marcar pelo Benfica. Com ele em campo, Quique pôde apostar no seu 4x4x2 clássico com o camisola 15 encarnado a fechar o flanco direito. Saiu debaixo de uma estrondosa salva de palmas, sinal do reconhecimento dos adeptos pela bela partida", In: Maisfutebol

 

  • Declarações

 

 

«Está a ser fantástico!»

 

© DayLife

 

Ruben Amorim estreou-se a marcar pelo Benfica, na vitória em Coimbra por 2-0. No final fez a seguinte análise, em declarações à Sporttv:

 

«O mais importante é ajudar o Benfica a ganhar. Queria dedicar este primeiro golo à minha família e aos meus companheiros. Queria conquistar os adeptos e ajudar a equipa e está a ser fantástico.

 

Quero ser útil, sou mais um. Os elogios aumentam confiança e hoje joguei confiante. Estou muito contente.»

 

In: Maisfutebol

 

publicado por Frederica às 22:40
link do post | comentar | ver comentários (2)
Domingo, 23 De Novembro,2008

Ruben Amorim de regresso aos convocados para o jogo com a Académica

  • Antevisão

 

© Desporto10

 

O regresso do médio Ruben Amorim é a principal novidade na lista de convocados do Benfica para o jogo, de hoje, no campo da Académica, referente à nona jornada da Liga portuguesa.

 

 

Carlos Martins, que também esteve condicionado durante a semana, está igualmente incluído nos eleitos de Quique Flores. O defesa Miguel Vítor também voltou a merecer a confiança do técnico e regressou aos convocados.

LISTA DE CONVOCADOS


Guarda-redes: Moreira e Quim;
Defesas: Luisão, Sidnei, Miguel Vítor, David Luiz, Maxi Pereira e Jorge Ribeiro;
Médios: Reyes, Katsouranis, Carlos Martins, Aimar, Balboa, Ruben Amorim, Binya e Yebda;
Avançados: Cardozo, Nuno Gomes e Suazo.

 

In: A Bola

publicado por Frederica às 14:08
link do post | comentar
Sexta-feira, 21 De Novembro,2008

R. Amorim volta a parar, cinco regressam

  • Fora das quatro-linhas

 

© Isabel Cutileiro

 

Novo azar para Ruben Amorim, que voltou a não participar no treino do Benfica, desta vez devido a um traumatismo no joelho direito, lesão sofrida na sessão de quarta-feira. O médio apresentava melhoras do problema muscular na face posterior da perna direita, mas esta quinta-feira apenas fez tratamento e trabalho de ginásio, num treino que serve de preparação para o encontro da 9ª jornada com a Académica de Coimbra.

 

O argentino Di Maria continua inapto devido a uma fissura no perónio esquerdo, enquanto Carlos Martins fez o aquecimento com a equipa, mas ainda está condicionado.

 

Sem Léo, que está ausente no Brasil, o treinador Quique Flores pôde contar com o regresso de cinco internacionais, depois de terem estado ao serviço das respectivas selecções: Cardozo, Luisão, Katsouranis, Quim e Maxi Pereira já treinaram.

 

Ainda por integrar o grupo continuam o hondurenho David Suazo e o camaronês Binya e, por isso, o técnico espanhol chamou três jogadores das camadas jovens para treinar com a equipa principal: Ishmael Yartey, Bakar e Coelho.

 

Os encarnados voltam a treinar esta sexta-feira, às 10h30, numa sessão totalmente fechada.

 

In: Maisfutebol

publicado por Frederica às 15:10
link do post | comentar
Quinta-feira, 20 De Novembro,2008

Ruben Amorim na Conferência de Imprensa

  • Conferência de Imprensa

 

© Isabel Cutileiro

 

O Benfica está no segundo lugar da Liga, e ainda não perdeu qualquer jogo na competição, mas as exibições ainda não alcançaram um nível regular. A equipa de Quique Flores vai alternando dias de gala com exibições cinzentas, mas Ruben Amorim lembra que o mais importante é vencer.

 

«Os campeões nem sempre jogam bem, mas no final ganham sempre. É isso que temos de fazer no Benfica. Nem sempre jogamos bem, mas somos uma equipa coesa e unida, e depois aparece alguém a resolver o jogo», disse o médio, em conferência de imprensa.

 

«Temos cinco meses de trabalho, com treinador novo e métodos novos. Temos ganho. Estamos no bom caminho. Há que continuar. Quando se poder juntar uma boa exibição a um bom resultado, ainda melhor», acrescentou ainda o jogador, questionado sobre a irregularidade exibicional da equipa.

 

Quique Flores começou por implementar um esquema de 4x4x2 tradicional, mas nos últimos dois jogos alternou para um esquema com losango a meio-campo. Ruben Amorim garante que se sente bem em ambas as versões, mas reconhece que está mais rotinado no esquema que tem sido utilizado mais recentemente. «Sinto-me perfeitamente capaz de fazer as duas funções. No Belenenses joguei sempre em losango. Depende também das ideias do treinador. Pode ser o mesmo sistema, mas depende do que o treinador quer», disse.

 

Ruben Amorim ainda não sabe se defronta a Académica, no próximo domingo. O médio esteve alguns dias entregue ao departamento médico, devido a uma lesão no joelho, mas em Coimbra espera voltar à equipa para não perder o comboio da titularidade.

 

«Estou a recuperar, a tentar apanhar o comboio de novo. Agora é recuperar a confiança nesta zona do joelho e estar apto o mais depressa possível», disse o médio, a propósito da lesão. «Ainda não sei se posso jogar. Depende também do departamento médico e da equipa técnica. Tudo farei para estar apto. Sinto ansiedade para voltar a jogar. Sentia-me em boa forma e não quero perder isso», acrescentou.

 

O desejo de regressar à competição o quanto antes é ainda reforçado pelo objectivo de assegurar a titularidade, numa altura em que a competitividade interna está cada vez mais intensa. «A vida é assim. O azar de uns é a sorte de outros. Vou fazer o meu trabalho, sabendo que o Benfica tem jogadores de grande qualidade, e vai continuar a ganhar», disse.

 

Em relação à Académica, adversário do próximo domingo, o médio avisa que «não há jogos fáceis». «Por vezes os jogos mais fáceis são os mais difíceis. Temos consciência de que vamos encontrar muitas dificuldades. O importante é ganhar. Se jogamos bem ou não, isso fica para depois», defendeu.

 

© Isabel Cutileiro

 

ELOGIOS DE UM TÉCNICO QUE VOLTA A SER FALADO EM ESPANHA

 

Bernd Schuster parece ter os dias contados no Real Madrid, e por isso alguma imprensa incluiu o nome de Quique Flores na lista de candidatos à sucessão do técnico germânico. Ruben Amorim assume que perder o técnico seria mau para a equipa, mas encara o assunto com normalidade.

 

«Soube de manhã. Comentaram comigo. É normal. Também já saiu que o Yebda ia para o inter. Dá confiança a toda a gente. O futebol é mesmo assim. Um dia estamos num local, e no dia a seguir estamos noutro. Sem dúvida seria uma grande perda», disse o médio.

 

Ruben Amorim tem sido, de resto, um dos elementos mais utilizados por Quique Flores. O técnico espanhol até já fez vários elogios ao médio, que recebeu tais palavras com agrado: «É a opinião que mais interessa. Fiquei contente, mas ele já disse isso de vários jogadores. Não tenho ilusões. É sinal de que está a gostar do meu trabalho.»

 

© GettyImages

 

Ruben Amorim desvalorizou a goleada sofrida pela Selecção Nacional na visita ao Brasil (6-2). O médio do Benfica elogiou a qualidade do «escrete», e conta que ainda antes do apito final já estava a ser «incomodado» por um colega de equipa.

 

«A Selecção apanhou um Brasil muito forte. Começou a sofrer golos e foi complicado parar aquelas estrelas todas. Mas o mais importante é a Suécia. Só vi até ao quinto golo, pois já tinha o David Luiz a chatear-me», confessou o jogador português em conferência de imprensa.

 

Amorim aproveitou ainda a oportunidade para dar os parabéns a Rolando, amigo e ex-colega no Belenenses, que foi convocado por Carlos Queiroz, embora a estreia tenha ficado adiada. «É um grande amigo e por isso fiquei muito contente. Merece, até porque está em vias de ser pai. Está a atravessar um bom momento na vida», disse o jovem médio do Benfica, que também ambiciona ser convocado para a equipa das quinas, embora não esteja obcecado com o assunto: «Depende das lesões, de como a equipa estiver. Tenho esse objectivo, mas não faço disso uma dor de cabeça.»

 

© João Trindade

 

A questão dos salários em atraso que afecta o futebol português, e em particular o plantel do Estrela da Amadora, mereceu um comentário do Ruben Amorim. O médio defendeu que os jogadores se devem unir para tomar uma atitude, tal como foi sugerido pelo colega Nuno Gomes, que deu o exemplo do que já aconteceu em Itália.

 

«Se os jogadores quiserem os jogadores são os principais intervenientes. Se fosse um mês mas todos os anos acontece o mesmo. Está na altura de os jogadores se unirem», disse o jovem médio português, em conferência de imprensa.

 

In: Maisfutebol

publicado por Frederica às 20:42
link do post | comentar
Terça-feira, 18 De Novembro,2008

Amorim continua condicionado

  • Fora das quatro linhas

 

 

O Benfica regressou esta terça-feira aos treinos após o plantel principal ter gozado um dia de folga. Para trás fica a vitória (1-0) sobre o Estrela da Amadora; em preparação a deslocação a Coimbra, a contar para a Liga Sagres.

 

Ruben Amorim continuará hoje a trabalhar de forma condicionada. Apesar de ter vindo a evoluir favoravelmente na recuperação do equipamento muscular na face posterior da perna direita, o médio ainda apresenta algumas queixas, pelo que o departamento médico benfiquista não o irá colocar à integra disposição de Quique Flores. O camisola 15 deverá regressar aos treinos sem limitações até ao final desta semana, mas continua em dúvida para a deslocação ao reduto da Académica, na próxima jornada do campeonato.

 

In: SLBenfica.pt,

O Jogo

publicado por Frederica às 21:02
link do post | comentar



Uma iniciativa criada a 9 de Outubro de 2008 com o objectivo de todos os fãs/adeptos poderem mandar a sua mensagem ao Ruben juntou mais de 50 comentários com opiniões diversas e pessoais, as quais agradecemos desde já e que poderá ver AQUI. Devido a actualizações (quase) diárias, o mesmo foi desaparecendo aos poucos e deixando de ser principal notícia no Blog. Não querendo deixar a oportunidade de o Ruben saber e ler a vossa opinião, visto que é visitante deste espaço dedicado a ele, poderá sempre mandar uma mensagem para AQUI.




«Antes de mais quero agradecer a todos pelo apoio que voces têm dado ao Benfica e principalmente a mim. Sinceramente não tenho muito jeito para estas coisas mas também não existem palavras para dizer a força que me transmitem quando leio o que escrevem. Dito isto quero que me desculpem mas tenho de mandar um beijo especial à Frederica e espero um dia estar à altura da imagem que tu tens de mim.
Em breve terei um site e quero que saibas que terás um papel bastante activo nele.. Isto se quiseres, claro. Desculpem não ser de muitas palavras mas mais uma vez OBRIGADO.
Ruben Amorim»
26 de Março de 2009




• Nome Completo:
Ruben Filipe Marques Amorim
• Clube Actual:
Sporting Clube de Braga (emp. SLB)
• Data de Nascimento:
27 de Janeiro de 1985
• Idade:
27 anos
• Local de Nascimento:
Lisboa, Portugal
• Altura:
1,80m
• Peso:
77kg
• Posição:
Médio
• Camisola:
Número 5



• Percurso:
Camadas Jovens Sport Lisboa e Benfica, CAC Pontinha, Ginásio de Corroios, Belenenses, Sport Lisboa e Benfica, Sporting de Braga (actual, por empréstimo)
• Estreia na 1ª Divisão:
14 de Dezembro de 2003
Belenenses 2 vs 0 Alverca
1 minuto
• Treinador que o lançou: Vladislav Bogicevic
• Internacionalizações: Sub-19, Sub-21, Portugal B, Portugal
• 100º Jogo:
27 de Setembro de 2008
Benfica 2 vs 0 Sporting
45 minutos
• Antes do futebol:
Ruben começou por ser guarda-redes de hóquei de patins mas aos 9 anos optou pelo futebol de onze.




• Campeonato Nacional: 09/10 (SL Benfica)
• Taça da Liga: 08/09; 09/10 (SL Benfica)
• Eusébio Cup: 2009/2010 (SL Benfica)
• Torneio Cidade Guimarães: 08/09; 09/10; 10/11 (SL Benfica)
• Torneio de Amesterdão: 09/10 (SL Benfica)
• Torneio Guadiana: 09/10; 10/11 (SL Benfica)
• Albufeira Summer Cup: 10/11 (SL Benfica)
• Canada National Exhibition: 10/11 (SL Benfica)
Prémios Individuais:
• Jogador Jovem do Mês: Dezembro 2007 (Belenenses)


Photobucket
(clique para aumentar)
© RuiCosta_10

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral









AQUI poderá aceder a mais vídeos sobre Ruben Amorim, numa conta feita pela organização do Blog, onde se reunem golos, jogadas, conferências de imprensa e outros momentos.