Quinta-feira, 05 De Fevereiro,2009

Benfica irá encontrar Sporitng na Final da Taça da Liga

  • Crónica

 

© Alvaro Isidoro

 

Teremos um derby a fechar a edição 2008/09 da Taça da Liga. O Benfica, que venceu o V. Guimarães, por 2-1, encontra o Sporting na derradeira partida. Quique Flores consegue alcançar a sua primeira final e os encarnados mantêm a sequência desta temporada, quatro jogos com os vimaranenses, quatro vitórias.

 

O treinador do Benfica operou algumas alterações no onze. Destaque para o regresso de Quim à baliza encarnada, depois de Moretto ser o habitual titular nesta prova. Maxi Pereira começou no banco e Miguel Vítor, regressado de castigo, ocupou a ala direita. Katsouranis, que esteve suspenso, Reyes e Aimar também regressaram à equipa.

 

O V. Guimarães entrou melhor no jogo, que evidenciou algum equilíbrio nos momentos iniciais. O conjunto orientado por Manuel Cajuda mostrou-se mais organizado e solidário, ganhando pontos no meio-campo. Durante os primeiros 15 minutos foi a equipa que mais se aproximou da baliza adversária, ainda que sem perigo. O Benfica começou por apostar no contra-ataque, mas esbarrou na estrutura bem montada pelo treinador algarvio.

 

Aos 20 minutos os encarnados iniciaram um período de algum domínio. Durou entre cinco a dez minutos, mas a formação da casa quase marcou. Aos 22 minutos Cardozo cabeceou e a bola foi devolvida pela trave (e vão três em dois jogos, depois de o paraguaio ter atirado ao poste, por duas vezes, frente ao Rio Ave).

 

© Alvaro Isidoro

 

Encarnados mais perto do golo

 

Entretanto, o Benfica voltou a baixar o ritmo. O V. Guimarães nivelou as contas, mas sem criar perigo. Ou seja, os vimaranenses mostraram-se mais fortes no meio-campo, aproveitando a rigidez evidenciada pelo sector intermediário do adversário, mas as oportunidades de golo continuaram a pertencer aos anfitriões. Aos 32 minutos Cardozo quase marcou e aos 43 falhou um golo «certo». Carlos Martins cruzou e o camisola 7, que estava sozinho ao segundo poste e só tinha de «encostar», acabou por atirar muito por cima.

 

A segunda parte começou a bom ritmo, com as duas equipas a tentarem chegar à baliza contrária. Logo aos 47 minutos Fajardo quase marcou e isso parece ter despertado o Benfica. A entrada de Maxi Pereira para a direita, substituindo Sidnei que esteve a jogar durante muito tempo com a cabeça ligada, dinamizou um pouco o jogo dos encarnados, que quase não subiram por esse lado, durante a primeira parte.

 

Incerteza até ao final

 

Os vimaranenses mostraram-se atrevidos durante os primeiros 15 a 20 minutos, tentando chegar ao golo. Mas a defesa encarnada conseguiu afastar o perigo. Aos 70 minutos o Benfica chegou à vantagem, num lance marcado pela infelicidade de Gregory. O defesa fez autogolo.

 

O conjunto orientado por Manuel Cajuda acusou um pouco o azar, mas não desistiu. Prova disso é que sofreu o 2-0, aos 87 minutos. Um grande golo de Aimar, que colocou a bola sobre Serginho, mas Desmarets ainda reduziu para 2-1, dois minutos depois. Roberto atirou ao poste esquerdo e o camisola 20 não desperdiçou. O encontro terminou com emoção e muita incerteza. Qualquer das equipas podia ter voltado a marcar.

 

© Alvaro Isidoro

 

Benfica: Quim; Miguel Vítor, Luisão, Sidnei e David Luiz; Ruben Amorim, Katsouranis, Carlos Martins e Reyes; Aimar e Cardozo.

Ainda jogaram: Maxi Pereira (Sidnei, 46min), Di María (Cardozo, 68min), Yebda (Carlos Martins, 85min).

Golos: Gregory (69min, p.b.), Aimar (87min).

Cartões Amarelos: -

Cartões Vermelhos: -

 

V. Guimarães: Serginho; Lionn, Gregory, Moreno e Andrezinho; João Alves e Flávio Meireles; Fajardo, Nuno Assis e Desmarets; Marquinho.

Ainda jogaram: Roberto (Marquinho, 70min), Carlitos (Flávio Meireles, 77min), Custódio (João Alves, 85min).

Golos: Desmarets (89min).

Cartões Amarelos: Flávio Meireles (31min), João Alves (38min).

Cartões Vermelhos: -

 

  • Avaliação

 

© Alvaro Isidoro

 

"Primeira parte apagada, sem explosão. Depois melhorou, mas sem atingir o nível que faz dele um dos homens de confiança do treinador. (5)", In: O Jogo

 

"A táctica é só o início, ou não?

Sobre o antigo médio do Belenenses costuma dizer-se que tacticamente roça a perfeição. É verdade que domina o tempo e o espaço com mestria, mas não estará na hora de começar a ouvir elogios por outras razões? Que tal tentar rematar mais, cruzar mais, procurar o um contra um com outra frequência? Apostamos que vai sair-se bem... (6)", In: A Bola

publicado por Frederica às 20:46
link do post | comentar
Terça-feira, 03 De Fevereiro,2009

Lista de Convocados para as meias-finais da Taça da Liga

  • Antevisão

 

© Alvaro Isidoro

 

Os regressos de Moretto, Miguel Vítor e Katsouranis, os dos últimos após castigo, constituem o destaque na lista de convocados de Quique Flores para o jogo com o V. Guimarães, relativo às meias-finais da Taça da Liga.

 

Os regressos de Moretto, Miguel Vítor e Katsouranis, os dos últimos após castigo, constituem o destaque na lista de convocados de Quique Flores para o jogo com o V. Guimarães, relativo às meias-finais da Taça da Liga.


Em sentido inverso, Moreira ficou fora dos eleitos, cedendo o seu lugar a Moretto, habitual titular nos jogos da Taça da Liga. Balboa, cujo rendimento mereceu recentemente reparos públicos por parte do treinador espanhol, também não entra nas opções para a recepção aos vimaranenses.

LISTA DE CONVOCADOS

Guarda-redes: Quim e Moretto;
Defesas: Luisão, Maxi Pereira, David Luiz, Jorge Ribeiro, Sidnei e Miguel Vítor;
Médios: Reyes, Katsouranis, Aimar, Ruben Amorim, Binya, Di María, Carlos Martins e Yebda;
Avançados: Cardozo, Mantorras e Nuno Gomes.

 

In: A Bola

publicado por Frederica às 22:55
link do post | comentar
Domingo, 01 De Fevereiro,2009

Em noite de chuva, valeu «São Pedro» ao Benfica

  • Crónica

 

© Daylife

 

A «salvação» saiu do banco. O Benfica venceu o Rio Ave, mantendo-se a tradição que dita que os vila-condenses não ganham na Luz. O jogo, que podia ter terminado empatado, acabou com um escasso 1-0. Um golo que saiu dos pés de Mantorras, que se estreou na Liga. O avançado, um dos jogadores mais queridos dos adeptos encarnados, decidiu agradecer a recepção. Quique Flores, por certo, irá agradecer-lhe os preciosos três pontos conquistados. Já o Rio Ave está numa situação complicada, mas fica a ideia de que Carlos Brito ainda poderá ter esperança.

O treinador do Benfica ainda apostou com os profissionais da comunicação social que o rendimento de Reyes irá aumentar, depois das críticas feitas a seguir ao jogo com o Belenenses. No entanto, o espanhol manteve o jogador no banco. Só entrou aos 61 minutos, substituindo Di María. Com o castigo de Miguel Vítor, Sidnei voltou ao onze. Aimar ficou entre os suplentes, dando o seu lugar a Nuno Gomes.

 

Já Carlos Brito colocou Fábio Coentrão frente à equipa que o cedeu aos vila-condenses e lançou o reforço Yazalde, tentando ter homens rápidos no ataque. Uma estratégia que se compreende numa equipa que precisa de golos- marcou apenas por uma vez fora - e não vence desde a 11ª jornada.

 

A primeira parte foi dominada pelo equilíbrio. Durante 40 minutos as equipas lutaram mais contra as condições do relvado do que uma contra a outra. Os jogadores mostraram ter dificuldades em adaptar-se a um campo demasiado encharcado para que os passes saíssem com qualidade. A bola umas vezes rolou demasiado, outras ficou presa na relva.

 

© GettyImages

 

Cardozo perdeu o duelo com os postes

 

O jogo concentrou-se, essencialmente, no meio-campo, com uma ou outra investida mais próxima das balizas. Mas sem grande perigo, ainda que os guarda-redes corressem o risco de ser traídos pelo estado do terreno.

 

Os encarnados terminaram os primeiros 45 minutos em cima do Rio Ave e podiam ter saído em vantagem para o intervalo. Primeiro Cardozo rodou para rematar ao poste direito. Di María, que só tinha de «encostar o pé», chutou com demasiada força e a bola saiu por cima. Já em tempo de descontos, Paiva brilhou ao defender um livre marcado por Carlos Martins.

 

A segunda parte começou sem alterações nas equipas, mas com o Benfica e tentar aproximar-se da baliza do Rio Ave. Aos 49 minutos Paiva voltou a fazer uma grande defesa, depois de um desvio de Cardozo. Dez minutos depois o paraguaio, que trabalhou muito, voltou a acertar no poste, desta feita o esquerdo.

 

O Rio Ave tentou lutar de igual para igual e dificultar a vida à formação da casa. Mostrou dignidade, já que, dado o estado do terreno, era difícil mostrar qualidade. Carlos Brito ficou, pelo menos, com a ideia de que os seus jogadores não estão dispostos a desistir, mesmo nas situações mais adversas.

 

Deixem jogar Mantorras?

 

Ao minuto 66 as bancadas da Luz ganharam vida. Saiu Nuno Gomes para entrar Mantorras. O avançado é um fenómeno de popularidade entre os adeptos e quatro minutos depois de entrar agradeceu o carinho dos benfiquistas com um golo. Tanto o camisola 9 como os adeptos explodiram de alegria. Mas o jogo ainda não tinha terminado. Os encarnados ainda tremeram, com Moutinho quase a marcar, aos 82 minutos.

 

Apesar das más condições do terreno e de não se poder falar em qualidade, houve entrega e raça na Luz. Os adeptos resistiram ao mau tempo, entusiasmaram-se e festejaram. Os encarnados aproveitaram bem o empate do Sporting na Trofa.

 

In: Maisfutebol

 

© Daylife

 

Benfica: Moreira; Maxi Pereira, Luisão, Sidnei e David Luiz; Ruben Amorim, Yebda, Carlos Martins e Di María; Nuno Gomes e Cardozo.

Ainda jogaram: Reyes (Di María, 60min), Mantorras (Nuno Gomes, 65min), Binya (Carlos Martins, 79min).

Golos: Mantorras (70min).

Cartões Amarelos: -

Cartões Vermelhos: -

 

Rio Ave: Paiva; Miguel Lopes, Gaspar, Bruno Mendes e Rogério Matias; Delson, Niquinha e Tarantini; Yazelde, Evandro e Fábio Coentrão.

Ainda jogaram: Pedro Moutinho (Rogério Matias, 79min), Chidi (Fábio Coentrão, 79min).

Golos: -

Cartões Amarelos: Miguel Lopes (50min).

Cartões Vermelhos: -

 

  • Avaliações

 

© Isabel Cutileiro

 

"Mais discreto que o normal na direita, subiu de rendimento após intervalo. (3)", In: Record

 

"Não sabe tratar mal a bola, mas ontem não esteve particularmente inspirado. Pouco influente (e discreto) nas manobras ofensivas. (5)", In: O Jogo

publicado por Frederica às 19:27
link do post | comentar



Uma iniciativa criada a 9 de Outubro de 2008 com o objectivo de todos os fãs/adeptos poderem mandar a sua mensagem ao Ruben juntou mais de 50 comentários com opiniões diversas e pessoais, as quais agradecemos desde já e que poderá ver AQUI. Devido a actualizações (quase) diárias, o mesmo foi desaparecendo aos poucos e deixando de ser principal notícia no Blog. Não querendo deixar a oportunidade de o Ruben saber e ler a vossa opinião, visto que é visitante deste espaço dedicado a ele, poderá sempre mandar uma mensagem para AQUI.




«Antes de mais quero agradecer a todos pelo apoio que voces têm dado ao Benfica e principalmente a mim. Sinceramente não tenho muito jeito para estas coisas mas também não existem palavras para dizer a força que me transmitem quando leio o que escrevem. Dito isto quero que me desculpem mas tenho de mandar um beijo especial à Frederica e espero um dia estar à altura da imagem que tu tens de mim.
Em breve terei um site e quero que saibas que terás um papel bastante activo nele.. Isto se quiseres, claro. Desculpem não ser de muitas palavras mas mais uma vez OBRIGADO.
Ruben Amorim»
26 de Março de 2009




• Nome Completo:
Ruben Filipe Marques Amorim
• Clube Actual:
Sporting Clube de Braga (emp. SLB)
• Data de Nascimento:
27 de Janeiro de 1985
• Idade:
27 anos
• Local de Nascimento:
Lisboa, Portugal
• Altura:
1,80m
• Peso:
77kg
• Posição:
Médio
• Camisola:
Número 5



• Percurso:
Camadas Jovens Sport Lisboa e Benfica, CAC Pontinha, Ginásio de Corroios, Belenenses, Sport Lisboa e Benfica, Sporting de Braga (actual, por empréstimo)
• Estreia na 1ª Divisão:
14 de Dezembro de 2003
Belenenses 2 vs 0 Alverca
1 minuto
• Treinador que o lançou: Vladislav Bogicevic
• Internacionalizações: Sub-19, Sub-21, Portugal B, Portugal
• 100º Jogo:
27 de Setembro de 2008
Benfica 2 vs 0 Sporting
45 minutos
• Antes do futebol:
Ruben começou por ser guarda-redes de hóquei de patins mas aos 9 anos optou pelo futebol de onze.




• Campeonato Nacional: 09/10 (SL Benfica)
• Taça da Liga: 08/09; 09/10 (SL Benfica)
• Eusébio Cup: 2009/2010 (SL Benfica)
• Torneio Cidade Guimarães: 08/09; 09/10; 10/11 (SL Benfica)
• Torneio de Amesterdão: 09/10 (SL Benfica)
• Torneio Guadiana: 09/10; 10/11 (SL Benfica)
• Albufeira Summer Cup: 10/11 (SL Benfica)
• Canada National Exhibition: 10/11 (SL Benfica)
Prémios Individuais:
• Jogador Jovem do Mês: Dezembro 2007 (Belenenses)


Photobucket
(clique para aumentar)
© RuiCosta_10

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral









AQUI poderá aceder a mais vídeos sobre Ruben Amorim, numa conta feita pela organização do Blog, onde se reunem golos, jogadas, conferências de imprensa e outros momentos.