Domingo, 30 De Agosto,2009

Lista de Convocados para o encontro com o V. Setúbal

  • Liga Sagres - Antevisão

 

© Isabel Cutileiro

 

O médio argentino Pablo Aimar é a novidade da lista de convocados do Benfica, com vista à recepção ao Vitória de Setúbal, em jogo da terceira ronda da Liga.

‘El mago’ regressa aos eleitos do técnico «encarnado», Jorge Jesus, depois de ter falhado a segunda mão dp «playoff» da Liga Europa com o Vorskla Poltava. Mas permanece no ar a dúvida se Aimar será utilizado ou não.

LISTA DE CONVOCADOS

Guarda-redes: Moreira e Quim;
Defesas: Shaffer, Luisão, Luís Filipe, David Luiz, Sidnei e Miguel Vítor;
Médios: Ruben Amorim, Javi García, Ramires, Aimar, Fábio Coentrão, Di María e César Peixoto;
Avançados: Cardozo, Keirrison, Nuno Gomes e Saviola.

 

In: A Bola

publicado por Frederica às 18:23
link do post | comentar
Sexta-feira, 28 De Agosto,2009

Apesar da derrota, Benfica está na Fase de Grupos da Liga Europa

  • Crónica

 

© Sapo

 

O Benfica sofreu a primeira derrota da temporada no reduto do Vorskla Poltava. A presença na fase de grupos da Liga Europa estava mais do que garantida, mas as segundas escolhas de Jorge Jesus deram uma resposta fraca, sobretudo a nível colectivo, e acabaram por sair da Ucrânia com o primeiro desaire da época.

 

Com quatro golos de vantagem garantidos na Luz, Jesus aproveitou a oportunidade para fazer descansar alguns titulares e assim procurar ganhar novas opções. Luís Filipe, César Peixoto e Keirrison foram as principais novidades do «onze», e era sobretudo destes jogadores que o treinador do Benfica esperava uma resposta à altura. O jogo, contudo, não permitiu a nenhum deles mostrar grande coisa.

 

O primeiro tempo foi disputado a uma intensidade mais do que reduzida, e com escassas ocasiões de golo. Ainda assim o Benfica esteve perto de marcar em duas ocasiões. Primeiro Keirrison, a surgir isolado na área mas a permitir a defesa de Dolganskiy. Depois César Peixoto, a tabelar bem com Nuno Gomes mas a estragar tudo com uma tentativa frustrada de chapéu ao guarda-redes.

 

© Sapo

 

No segundo tempo o cenário foi algo diferente, muito por culpa do Vorskla Poltava, que aumentou o ritmo. Logo aos 49 minutos a equipa ucraniana chegou à vantagem. Moreira calculou mal o cruzamento de Kukalov e deixou Sachko com uma baliza deserta para acertar.

 

O Benfica, que jogava no conforto da vantagem na eliminatória, viu-se obrigado a reagir para defender a honra. Aos 61 minutos a equipa portuguesa conseguiu o empate. Saviola, que tinha substituído Nuno Gomes ao intervalo, apareceu isolado na área, após um livre de Peixoto, e não falhou.

 

Talvez julgando que a derrota estava evitada, o Benfica voltou a encolher-se e permitiu ao Vorskla Poltava chegar a um triunfo muito festejado. Nova jogada pelo flanco direito, com Bezus a entrar e Yesin a surgir para o desvio (74m).

 

Se é certo que só uma catástrofe poderia tirar o Benfica da fase de grupos da Liga Europa, também é verdade que Jorge Jesus tira pouca ilações positivas do jogo de Poltava. Nem se pode dizer que Keirrison e César Peixoto (por exemplo) tenham jogado mal, mas faltou dinâmica colectiva para que as individualidades pudessem sobressair. Uma situação que já era de esperar, dadas as muitas mexidas no «onze» e também alguma falta de motivação inerente a este encontro. Alguns jogadores ganharam ritmo competitivo, e isso terá sido mesmo o melhor que o treinador do Benfica tirou deste encontro.

In: Maisfutebol

 

© A Bola

 

Vorskla Poltava: Dolganskyy; Yarmsh, Medvediev, Dallku e Curri; Krasnoporov, Markoski e Despotvski; Kulakov, Yesin e Sachko;
Ainda jogaram: Bezus (Yarmash, 46min), Chychykov (Sachko, 72min), Chesnakov (Markoski, 89min).
Golos: Sachko (48min), Yesin (73min).
Cartões Amarelos: Yarmash (21min), Bezus (87min).
Cartões Vermelhos: -

 

Benfica: Moreira; Luís Filipe, Luisão, Sidnei e David Luiz; Javi García, Ramires, Fábio Coentrão e César Peixoto; Nuno Gomes e Keirrison.
Ainda jogaram: Saviola (Nuno Gomes, 46min), Di María (Fábio Coentrão, 63min), Ruben Amorim (Ramires, 71min).
Golos: Saviola (60min).
Cartões Amarelos: Nuno Gomes (10min), Saviola (68min), Javi Garcia (76min).
Cartões Vermelhos: -

 

  • Avaliações

 

 

"Última opção do treinador para desequilibrar no meio-campo, sobre a direita. 20 minutos em campo, mas com produção escassa. (1)", In: Record

 

"Actuou pela primeira vez em jogos oficiais como interior-direito, sem que tenha tido tempo de brilhar. A equipa sofreu com os golos do Vorskla Poltava, sentindo dificuldades em criar jogo, algo que o médio não conseguiu recompor. (3)", In: O Jogo

publicado por Frederica às 20:54
link do post | comentar
Terça-feira, 25 De Agosto,2009

Convocados para a segunda mão na Ucrânia

  • Liga Europa - Antevisão

 

© Isabel Cutileiro

 

Pablo Aimar ficou de fora da lista de convocados do Benfica para o jogo de quinta-feira com o Vorskla Poltava, da segunda mão do play-off de acesso à Liga Europa.

O médio argentino realizou gestão de esforço no treino desta tarde e foi poupado por Jorge Jesus da longa viagem até Poltava.

Carlos Martins e Weldon, ambos em tratamento e trabalho de ginásio, também não são opção para o compromisso europeu.

A comitiva encarnada ruma a Poltava esta terça-feira de manhã.

LISTA DE CONVOCADOS


Guarda-redes: Moreira, Quim e Júlio César;
Defesas: Shaffer, Luisão, Luís Filipe, David Luiz, Sidnei e Miguel Vítor;
Médios: Javi García, Ramires, Fábio Coentrão, Di María, Ruben Amorim, César Peixoto e Yebda;
Avançados: Cardozo, Keirrison, Nuno Gomes e Saviola.

 

In: A Bola

publicado por Frederica às 19:06
link do post | comentar
Segunda-feira, 24 De Agosto,2009

Benfica sofre mas vence (0-1) V. Guimarães no último minuto

  • Crónica

 

© Isabel Cutileiro

 

Sem magia, sem a mesma pressão que antes se vira, sem poder para embalar o Berço. Mas com três pontos. O Benfica sai de Guimarães com um triunfo, num terreno sempre complicado, explosivo, e onde se vivem grandes emoções, graças a um Vitória que costuma bater o pé aos grandes. Esta tarde, foi mesmo assim, menos no último ponto. Apesar de ligeira supremacia encarnada, os vimaranenses fizeram uma bela partida e «colocaram areia» na euforia das águias durante 90 minutos. Mas Ramires veio de lá de cima, do céu, para dar o primeiro triunfo aos encarnados.

 

 

A surpresa de Nelo Vingada resultou de início. O Vitória actuava em 3x4x3, com Nuno Assis um pouco mais à frente no meio-campo. Sobretudo, foi a estratégia para travar os sul-americanos do Benfica que vingou. As águias até entraram com determinação, mas levavam perigo quase sempre de bola parada. Poucos minutos depois, já os vimaranenses estavam de igual para igual no encontro.

 

© Daylife

 

Estavam tão iguais que também causaram perigo. Num canto, por sinal. Quim saiu mal a um primeiro desses lances e, no segundo, teve de redimir-se com defesa apertada a cabeçada de Sereno. Pouco depois, o golo. De Cardozo. Mas era ilusão. O paraguaio estava mesmo fora-de-jogo e a cabeçada não contava.

 

Aí voltou o Benfica. Transpirado. Com Saviola escondido, Tacuara desamparado e com Javi Garcia a atirar por cima, em duas ocasiões. Em duas bolas paradas, de novo. Até que veio nova ilusão. Aimar sozinho na cara de Nilson. O argentino é mágico. Vai marcar. Mas também não. Nilson nega-lhe o golo, fecha a festa na bancada encarnada.

 

Respondia Assis ao dez do Benfica, em jogadas com os extremos. Mas sem golos, apesar da intensidade. Assim ia o jogo para o intervalo. A zeros, mas a prometer.

 

© Daylife

 

Cardozo e os pés de Nilson

 

Mexeu Jesus no descanso. Keirrison estreava-se, para acabar com os problemas que Saviola não solucionou. Entrava melhor o Benfica, Di María estava mais activo. Sem magia, o Benfica trocava Aimar por Coentrão. E ganhava cantos. Um deles, deu em grande penalidade, por mão de Flávio Meireles.

 

Cardozo tinha a solução nos pés. Mas os de Nilson foram para o sítio certo e o paraguaio desesperava com novo penalty falhado. O Vitória ficava com dez, mas ganhou determinação. Sentiu-se injustiçado. Uniu forças e não teve medo. Foi para a frente.

 

Com menos um, Targino surgiu ali, na cara de Quim. Já se gritava golo na bancada vitoriana. Mas era, outra vez, ilusão. David Luiz estava no sítio certo para cortar. Permanecia tudo num nulo. Jesus mexia, Vingada também. O encontro estava quente, a ferver mesmo. Como sempre, como diz a história das duas equipas.

 

Em Guimarães, já se pensava em roubar pontos ao Benfica. Estava-se a minutos de o conseguir. Aliás, o tempo regulamentar já lá ia. Até que Ramires cabeceou para o golo. Numa bola parada, claro. Explodiu a bancada encarnada, explodiu Nuno Assis com Fábio Coentrão e o Vitória acabou por perder o jogo e o camisola dez, expulso. Final de jogo, alegria encarnada. Mas coisas, várias, para Jorge Jesus rever.

 

In: Maisfutebol

 

© Sapo

 

V. Guimarães: Nilson; Andrezinho, Sereno, Gustavo Lazzaretti; Desmarets, Moreno, Flávio Meireles, Nuno Assis; Targino, Jorge Gonçalves, Douglas.
Ainda jogaram: Alex (Jorge Gonçalves, 60min), Custódio (Douglas, 65min).
Golos: -
Cartões Amarelos: Flávio Meireles (52min e 61min), Nuno Assis (73min e 90+3min).
Cartões Vermelhos: Flávio Meireles (61min, acumulação de amarelos), Nuno Assis (90+3, acumulação de amarelos).

 

Benfica: Quim; Ruben Amorim, Luisão, David Luiz, Shaffer; Javi Garcia, Di Maria, Ramires, Aimar; Cardozo, Saviola.
Ainda jogaram: Keirrison (Saviola, 46min), Fábio Coentrão (Aimar,56min), Javi Garcia (Nuno Gomes, 74min).
Golos: Ramires (90min).
Cartões Amarelos: Javi Garcia (29min), Fábio Coentrão (90+3).
Cartões Vermelhos: -

 

  • Avaliações

 

© Sapo

 

"Não esteve ao nível habitual, até porque Targino criou sempre muitas dificuldades. Alguns passes transviados, mas, ainda assim, a segurança e o pêndulo do costume. (3)", In: Record

 

"Está bem adaptado a sua nova posição e denota à-vontade no desempenho das funções. Quando Targinolhe surgiu pela frente, ainda dificultou a sua missão, mas, de resto, teve um final de tarde sem problemas procurando ainda ajudar o ataque. (6)", In: O Jogo

 

  • Declarações

 

© Sapo

 

Ruben Amorim, médio do Benfica, em declarações, após o encontro com o V. Guimarães, que os encarnados venceram por 1-0, na segunda jornada da Liga portuguesa:

 

 

«Vencemos num estádio muito difícil. Marcámos no final, mas estamos satisfeitos. Penso que foi um resultado justo, trabalhámos muito para que acontecesse. É verdade que foi uma vitória com esforço. Uns dias estamos mais inspirados, outros não. Hoje foi à base da luta e do esforço que ganhámos. Mas isso também faz uma grande equipa.»

 

[sobre jogar a lateral:] «É normal não me sentir tão bem. Não é a minha posição. Estou a fazer o que o treinador quer. Vamos esperar que o Maxi volte para poder regressar ao meu lugar.»

 

[acerca do jogo com o Poltava, na Ucrânia, para a Liga Europa:] «vamos com um resultado muito positivo, mas no futebol tudo pode acontecer. Vamos descansar e treinar para ir lá ganhar.»

 

[comentando o facto de Fábio Coentrão ter dito que ainda era cedo para se falar no título] «Quem joga no Benfica e não acredita no título, não sei o que está aqui a fazer. Hoje acreditámos até ao fim.»

 

In: Maisfutebol

publicado por Frederica às 18:30
link do post | comentar
Sábado, 22 De Agosto,2009

Lista de convocados para a deslocação a Guimarães

  • Liga Sagres - Antevisão

 

© Isabel Cutileiro

 

Foram quatro os golos marcados ao Vorskla Poltava mas apenas um par de mãos bastou para que cada um dos cerca de mil espectadores presentes esta sexta-feira no Caixa Futebol Campus pudesse vitoriar os guerreiros "encarnados". Depois de justamente saudados, os jogadores do Benfica puseram mãos à obra. É que a ida à cidade-Berço está à porta e nada como acelerar a preparação para aquele que se espera ser o primeiro triunfo na Liga Sagres.

Para tal, Jorge Jesus orientou um treino a dois tempos. Se os titulares da jornada europeia realizaram trabalho de recuperação, já os restantes aplicaram-se durante um treino intenso e em que a bola esteve sempre presente. Dos exercícios de finalização àqueles marcadamente técnico-tácticos, os pupilos de Jesus revelaram aos adeptos as razões adjacentes a um prometedor início de época. Os adeptos aprovam.

Fora de jogo continuam Maxi Pereira e Carlos Martins. O uruguaio recupera sem canadianas, enquanto o internacional luso dá seguimento ao tratamento e trabalho de ginásio. Por seu turno, Weldon sentiu dores na perna durante um exercício de finalização e vai ser reavaliado.

O plantel "encarnado" parte este sábado para o Norte do País, onde vai dar continuidade à preparação para o jogo do Estádio D. Afonso Henriques, frente ao Vitória de Guimarães. Para este embate, Jorge Jesus escalou 21 jogadores.

LISTA DE CONVOCADOS

 

Guarda-redes: Moreira, Quim e Júlio César;

Defesas: Shaffer, Luisão, Miguel Vítor, David Luiz, Luís Filipe e Sidnei;

Médios: Ruben Amorim, Javi García, Aimar, Ramires, Fábio Coentrão, Di María, César Peixoto e Yebda;

Avançados: Cardozo, Keirrison, Nuno Gomes e Saviola.

 

In: SLBenfica

publicado por Frederica às 23:12
link do post | comentar
Sexta-feira, 21 De Agosto,2009

Goleada para a história da nova Luz

  • Crónica

 

© Daylife

 

Jorge Jesus errou no prognóstico: afinal, ao contrário do que o próprio técnico esperava, era possível ao Benfica decidir logo no primeiro jogo a passagem à fase de grupos da Liga Europa. Os 4-0 ao Vorskla Poltava, fruto de uma exibição em crescendo, a rasgar sorrisos com o passar do tempo, restauram na Luz o clima de confiança trazido dos jogos de preparação, antes do tropeção no arranque da Liga.

 

Com as equipas a entrarem em campo instantes depois de Usain Bolt pulverizar mais um recorde mundial, houve talvez a tentação de esperar uma prova de velocidade por parte do Benfica. Afinal, a falsa partida com o Marítimo aumentava as expectativas. E Jorge Jesus tinha montado uma equipa de tracção à frente, preferindo Fábio Coentrão ao recuperado Ramires. Assim, o primeiro lance de perigo, logo aos 3 minutos, sugeria que a repetição do assédio final de domingo não tardaria a seguir-se.

 

Mas não foi bem assim: o Benfica até teve um arranque relativamente lento, em parte pela boa organização do Poltava, e em parte porque o espaço entre Aimar e Saviola tardava a ser ocupado, limitando a participação dos dois avançados. Di María bem procurava ligar os motores, com duas arrancadas muito aplaudidas mas, até aos 25 minutos, não deu para muito mais do que apreciar a forma exuberante de David Luiz, muleta das inseguranças de Shaffer, e a importância dos equilíbrios tácticos de Javi Garcia, libertando Aimar e os velocistas.

 

© Daylife

 

E foi de velocista para velocista que apareceu o momento de ruptura no jogo, com uma bola longa de Coentrão a surpreender Dallku e a apanhar Di María embalado na diagonal para o golo (31 m). A bola picada sobre Dolganskyy permitiu ao Benfica engrenar uma velocidade superior, que coincidiu, não por acaso, com o aparecimento de Saviola, que por três vezes viu o guarda-redes negar-lhe um golo anunciado. E, depois de um último quarto de hora festivo, sempre a rondar o golo, a equipa foi para as cabinas sob uma chuva de aplausos merecida, com a promessa de acabar a tarefa na segunda parte.

 

Cardozo e Weldon juntam-se à festa

 

Se o trio do tango (Aimar, Di Maria e Saviola) tinha protagonizado o melhor período do Benfica, o recomeço trouxe outra figura à partida: Cardozo. Primeiro, o paraguaio acabou com o trauma do penalty falhado quatro dias antes: após queda na área de Saviola, colocou uma bomba na gaveta de Dolganskyy. No lance seguinte, moralizado, teve um requinte de técnica que partiu os rins a Medvdiev e permitiu a Saviola deslizar para o golo (57 m).

 

Com o Poltava à deriva e a equipa a jogar com um sorriso nos lábios, havia condições para oficializar a passagem à fase de grupos com uma goleada ainda mais categórica. Ramires (entrado para o lugar de Coentrão e a dar indicações muito promissoras), Cardozo e Saviola passaram perto do quarto golo, mas este estava reservado, sem surpresa, para o recém-entrado Weldon, decididamente apostado em receber o testemunho de Mantorras como novo talismã da Luz.

 

In: Maisfutebol

 

© Daylife

 

Benfica: Quim; Ruben Amorim, Luisão, David Luiz, Shaffer; Javi Garcia, Fábio Coentrão, Di María, Aimar; Cardozo, Saviola.
Ainda jogaram: Ramires (Fábio Coentrão, 62min), Weldon (Cardozo, 75min), César Peixoto (Saviola, 80min).
Golos: Di María (31min), Cardozo (54min), Saviola (57min), Weldon (77min).
Cartões Amarelos: Shaffer (30min), Ramires (84min).
Cartões Vermelhos: -

 

Vorskla Poltava: Dolgansky; Krasnoporov, Medvediev, Dallku, Yarmash, Curri, Despotvski, Kulakov, Markoski, Esin, Sachko.
Ainda jogaram: Januzi (Sachko, 46min), Bezus (Yarmash, 60min), Chychykov (Markoski, 87min).
Golos: -
Cartões Amarelos: Yarmash (37min), Kulakov (43min), Dallku (50min), Januzi (73min).
Cartões Vermelhos: -

 

  • Avaliações

 

© Isabel Cutileiro

 

"Costuma cumprir bem a sua missão de defender, sempre que chamada a fazer a posição. Subiu regularmente para participar no jogo ofensivo, com cuidado e eficáia, mas recuperando sempre a tempo. (3)", In: Record

 

"Parece que já se vai habituando a jogar na lateral direita e daí sair com a folha de serviço imaculada. Principalmente na etapa compementar, esteve bem no apoio ao ataque. (6)", In: O Jogo

publicado por Frederica às 21:21
link do post | comentar
Quarta-feira, 19 De Agosto,2009

Lista de convocados para o desafio com o Vorskla Poltava

  • Antevisão - Liga Europa


 

© Isabel Cutileiro

 

O regresso de Ramires assume o destaque na lista de convocados de Jorge Jesus para o jogo com o Vorskla Poltava, referente à primeira mão do play-off da Liga Europa.

Em sentido inverso, Carlos Martins, que se lesionou no jogo com o Marítimo, sai do lote dos eleitos para a recepção à equipa ucraniana.

De resto, Jorge Jesus conta com os mesmos jogadores que foram chamados para o arranque da Liga.

LISTA DE CONVOCADOS


Guarda-redes: Moreira e Quim;
Defesas: Shaffer, Luisão, Sidnei e David Luiz;
Médios: Ruben Amorim, Javi García, Ramires, Aimar, Fábio Coentrão, Di María, César Peixoto e Yebda;
Avançados: Cardozo, Keirrison, Weldon, Saviola e Nuno Gomes.

 

In: A Bola

publicado por Frederica às 21:07
link do post | comentar
Segunda-feira, 17 De Agosto,2009

Muita alma e pouca sorte...

  • Crónica

 

 

© Daylife

 

A tradição cumpriu-se e o Benfica não conseguiu vencer na primeira jornada do campeonato. Os encarnados não vencem no arranque da Liga desde a temporada 2004/05. Tal como o Sporting e o F.C. Porto, o Benfica empatou frente ao Marítimo, 1-1, golos de Alonso e Weldon. Pouco para quem aspira ser campeão. Pouco para quem criou as oportunidades que criou. Pouco para o grande ambiente vivido na Luz.

 

Depois de o Benfica ter somado sete vitórias em dez jogos era normal que as expectativas fossem altas. Até porque as águias mostraram que conseguem aliar exibições agradáveis a bons resultados. Mas a verdade é que os quatro troféus ganhos servem apenas para alimentar o ego e agora é a doer.

 

Os encarnados entraram em campo com a informação de que o Sporting e o F.C. Porto tinham empatado. O que, à partida, poderia dar confiança e alguma moral. O conjunto orientado por Jesus entrou bem, veloz e com determinação. Mas o Marítimo fez «o trabalho de casa», como referiu Carvalhal, e fechou bem os caminhos para a baliza.
 

 

© Daylife


Alteração forçada e algum nervosismo

 

Isso enervou a equipa, que só apresentou uma alteração em relação ao jogo com o Milan: saiu Ramires, lesionado, para a entrada de Carlos Martins. Mas aos 17 minutos o médio acabou por ter de ser substituído, devido a lesão, dando lugar a Coentrão.

 

No minuto seguinte, Aimar fez estremecer a Luz, que tinha mais de 54 mil nas bancadas. O argentino atirou à trave, na cobrança de um livre. O Marítimo tentou responder e acabou por ganhar o penalty, por mão de David Luiz na bola. Alonso inaugurou o marcador, aos 24 minutos.

 

O intervalo chegou com o Marítimo a ganhar, mas foi o Benfica quem mais atacou. O mal é que «afunilou» demasiado o seu jogo, em vez de apostar na subida pelas alas. Apesar de Coentrão se ter deslocado para a esquerda, trocando com Di María. Existiu vontade, mas algum nervosismo e os madeirenses, em vantagem, trataram de fechar-se ainda mais.

 

Peçanha segurou (quase) tudo

 

Na segunda parte Coentrão melhorou. Aliás, o Benfica melhorou. Falar de sorte e azar é demasiado redutor, mas a verdade é que os encarnados fizeram o suficiente para terminarem com outro resultado. Sem fazerem uma daquelas exibições de «encher o olho», as águias construíram oportunidades para ganhar o jogo. Mas o destino parecia estar traçado.
 

© Getty Images

 

Peçanha, a figura do jogo, defendeu um penalty cobrado por Cardozo, aos 74 minutos ¿ uma falta ganha por Saviola. Enquanto o guarda-redes do Marítimo teve uma noite inspirada, o Benfica teve um dia menos feliz.

 

Aos 86 minutos chegou o golo do empate, apontado por Weldon. O estádio explodiu de alegria e a festa das bancadas parece ter contagiado os jogadores, que terminaram o encontro a criar ocasiões atrás de ocasiões.

 

Especialmente pela segunda metade, poderia dizer-se que o resultado final foi: Benfica-Peçanha, 1-1.

 

In: Maisfutebol

 

Benfica: Quim; Ruben Amorim, Luisão, Sidnei, David Luiz: Javi Garcia, Carlos Martins, Pablo Aimar, Di María; Cardozo e Saviola.
Ainda jogaram: Fábio Coentrão (Carlos Martins, 17min), Weldon (Sidnei, 68min), Nuno Gomes (Saviola, 85min).
Golos: Weldon (86min).
Cartões Amarelos: David Luiz (55min), Cardozo (59min), Saviola (67min), Fábio Coentrão (80min).
Cartões Vermelhos: -

 

Marítimo: Peçanha; Briguel, João Guilherme, Fernando Cardozo, Alonso; Olberdam, Manú, João Luiz, Miguelito; Baba e Kanu.
Ainda jogaram: Ytalo (Kanu, 62min), Djalma (Manú, 71min), Fernando (João Luiz, 89min).
Golos: Alonso (24min, g.p.).
Cartões Amarelos: Alonso (25min), Kanu (33min), Olberdam (35min), Baba (61min), Djalma (78min), Peçanha (84min).
Cartões Vermelhos: -

 

  • Avaliações

 

© Getty Images
 

"Notou-se que não é mais do que um remendo na lateral. Permitiu velocidade e pouco se aventurou corredor acima. (2)", In: Record

 

"Cumpriu a cem por cento na defesa e foi mais-valia no ataque, conduzindo inúmeros ataques pela direita", In: O Jogo

 

"Sem qualidades de matador

Exibição discreta que teria sido coroada de êxito se, já com o jogo a fechar o pano, conseguisse o golo que poderia ser o da vitória. Surgiu isolado perante Peçanha (89) mas não teve frieza suficiente para colocar a bola fora do alcance do guarda-redes. Tirando isso, pouca ousadia no flanco direito, num sector onde está adaptado por forçadas circunstâncias. (5)", In: A Bola

publicado por Frederica às 20:07
link do post | comentar
Sábado, 15 De Agosto,2009

Convocados para o primeiro jogo do campeonato

  • Liga Sagres - Antevisão

 

© Isabel Cutileiro


Na primeira convocatória para um jogo oficial, o técnico Jorge Jesus chamou 19 jogadores. César Peixoto, a mais recente contratação do Benfica, foi convocado para o jogo com o Marítimo, mas Ramires não vai poder fazer o seu jogo de estreia oficial, frente aos insulares, devido a problemas físicos.

Relativamente ao derradeiro treino de preparação para o jogo com o Marítimo, realizado no Estádio da Luz, o médio Ramires e o avançado Mantorras fizeram o aquecimento sem bola e posteriormente treinaram à parte, efectuando caminhada e corrida à volta do relvado.

Por sua vez, Maxi Pereira prosseguiu, fora do relvado, o plano de reabilitação funcional após a intervenção cirúrgica a que foi submetido.
Os restantes elementos do grupo de trabalho treinaram a cem por cento, sob o olhar atento e as indicações de Jorge Jesus.

 

LISTA DE CONVOCADOS

 

Guarda-redes: Moreira e Quim;

Defesas: Luisão, Sidnei, David Luiz e Shaffer;

Médios: Ruben Amorim, Javi Garcia, Aimar, Carlos Martins, César Peixoto e Yebda;

Avançados: Cardozo, Keirrison, Fábio Coentrão, Weldon, Di María, Nuno Gomes e Saviola.

 

In: SLBenfica

publicado por Frederica às 20:26
link do post | comentar



Uma iniciativa criada a 9 de Outubro de 2008 com o objectivo de todos os fãs/adeptos poderem mandar a sua mensagem ao Ruben juntou mais de 50 comentários com opiniões diversas e pessoais, as quais agradecemos desde já e que poderá ver AQUI. Devido a actualizações (quase) diárias, o mesmo foi desaparecendo aos poucos e deixando de ser principal notícia no Blog. Não querendo deixar a oportunidade de o Ruben saber e ler a vossa opinião, visto que é visitante deste espaço dedicado a ele, poderá sempre mandar uma mensagem para AQUI.




«Antes de mais quero agradecer a todos pelo apoio que voces têm dado ao Benfica e principalmente a mim. Sinceramente não tenho muito jeito para estas coisas mas também não existem palavras para dizer a força que me transmitem quando leio o que escrevem. Dito isto quero que me desculpem mas tenho de mandar um beijo especial à Frederica e espero um dia estar à altura da imagem que tu tens de mim.
Em breve terei um site e quero que saibas que terás um papel bastante activo nele.. Isto se quiseres, claro. Desculpem não ser de muitas palavras mas mais uma vez OBRIGADO.
Ruben Amorim»
26 de Março de 2009




• Nome Completo:
Ruben Filipe Marques Amorim
• Clube Actual:
Sporting Clube de Braga (emp. SLB)
• Data de Nascimento:
27 de Janeiro de 1985
• Idade:
27 anos
• Local de Nascimento:
Lisboa, Portugal
• Altura:
1,80m
• Peso:
77kg
• Posição:
Médio
• Camisola:
Número 5



• Percurso:
Camadas Jovens Sport Lisboa e Benfica, CAC Pontinha, Ginásio de Corroios, Belenenses, Sport Lisboa e Benfica, Sporting de Braga (actual, por empréstimo)
• Estreia na 1ª Divisão:
14 de Dezembro de 2003
Belenenses 2 vs 0 Alverca
1 minuto
• Treinador que o lançou: Vladislav Bogicevic
• Internacionalizações: Sub-19, Sub-21, Portugal B, Portugal
• 100º Jogo:
27 de Setembro de 2008
Benfica 2 vs 0 Sporting
45 minutos
• Antes do futebol:
Ruben começou por ser guarda-redes de hóquei de patins mas aos 9 anos optou pelo futebol de onze.




• Campeonato Nacional: 09/10 (SL Benfica)
• Taça da Liga: 08/09; 09/10 (SL Benfica)
• Eusébio Cup: 2009/2010 (SL Benfica)
• Torneio Cidade Guimarães: 08/09; 09/10; 10/11 (SL Benfica)
• Torneio de Amesterdão: 09/10 (SL Benfica)
• Torneio Guadiana: 09/10; 10/11 (SL Benfica)
• Albufeira Summer Cup: 10/11 (SL Benfica)
• Canada National Exhibition: 10/11 (SL Benfica)
Prémios Individuais:
• Jogador Jovem do Mês: Dezembro 2007 (Belenenses)


Photobucket
(clique para aumentar)
© RuiCosta_10

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral









AQUI poderá aceder a mais vídeos sobre Ruben Amorim, numa conta feita pela organização do Blog, onde se reunem golos, jogadas, conferências de imprensa e outros momentos.