Terça-feira, 29 De Setembro,2009

Convocados para o jogo com o AEK, em Atenas

  • Antevisão

 

© Isabel Cutileiro

 

Sem competir desde a primeira jornada da Liga, Carlos Martins volta a integrar as convocatórias do Benfica, sendo opção para Jorge Jesus no jogo com o AEK, da segunda jornada da fase de grupos da Liga Europa.

Refeito da lesão no ligamento lateral interno do joelho direito que o afastou dos relvados, o médio regressa, assim, ao lote dos 22 eleitos para o compromisso da próxima quinta-feira, em Atenas.

Em sentido inverso, Shaffer ficou de fora da convocatória. O defesa argentino falhou o treino desta manhã, o último antes da viagem para solo helénico, por se ter apresentado com uma gastroenterite.

Poupado no jogo com o BATE Borisov [2-0], Pablo Aimar deverá cumprir o seu primeiro jogo na Liga Europa, em Atenas.

Para além de Carlos Martins, também Moreira e Miguel Vítor regressam aos convocados.

A comitiva encarnada viaja para Atenas às 14 horas.

LISTA DE CONVOCADOS

Guarda-redes: Moreira, Júlio César e Quim;
Defesas: Miguel Vítor, Luisão, David Luiz, César Peixoto, Maxi Pereira e Sidnei;
Médios: Ruben Amorim, Javi García, Aimar, Ramires, Fábio Coentrão, Di María, Felipe Menezes e Carlos Martins;
Avançados: Cardozo, Keirrison, Weldon, Nuno Gomes e Saviola.

 

In: A Bola

publicado por Frederica às 19:31
link do post | comentar
Domingo, 27 De Setembro,2009

Depois dos oito na Luz, o Benfica volta a golear (5-0) perante os seus adeptos

  • Crónica

 

© Daylife

 

O Leixões foi presa fácil para o Benfica, que goleou 5-0 um adversário reduzido a nove unidades. Os encarnados somaram a quinta vitória consecutiva, a terceira goleada da época e mantêm, assim, a distância de dois pontos para o líder Sp. Braga e de três para o F.C. Porto, o objectivo, afinal, desta sexta jornada.

 

Quando o Benfica entrou em campo conhecia já os resultados do Sp. Braga e do Clássico, desfechos que não permitiam qualquer veleidade junto do adversário. Jorge Jesus não poupou jogadores para a jornada europeia com o AEK, em Atenas, a 1 de Outubro, pelo que Javi García e Ramires entraram de início, após queixas apresentadas durante a semana. César Peixoto foi mesmo a novidade no onze, com Shaffer e Keirrison a ficarem na bancada.

 

Já o Leixões só não repetiu a equipa que bateu o V. Guimarães por 3-1, devido à lesão de Fernando Alexandre que forçou José Mota a mexer no onze e a chamar Hugo Morais para o meio-campo, com Wénio a assumir as tarefas mais defensivas. A primeira vitória servia de mote aos visitantes, aquém do brilhante arranque da época passada e de má memória para os grandes, sobretudo.

 

A entrada fulgurante do Benfica não apanhou o Leixões desprevenido, mas mais por desacerto dos encarnados que por sucesso dos visitantes. Logo aos três minutos, um livre de Aimar descobriu Cardozo, que atirou para defesa à queima-roupa de Diego, com Maxi Pereira a acertar ao poste na recarga e o ressalto em Saviola a ser desviado por Nuno Silva.

 

Aos 20 minutos, nova benesse do Leixões, que Cardozo desperdiçou por centímetros. Laranjeiro e Nuno Silva falharam o corte e o paraguaio ganhou a corrida com Tucker, acabando por atirar ao lado do poste esquerdo da baliza de Diego.

 

© Daylife

 

O segundo cartão amarelo a Pouga, aos 27 minutos, após falta sobre Di María, deitou por terra a estratégia do Leixões, já de si desgastada com as demoras na reposição de bola. O Benfica continuou a sofrer... faltas, mas a encontrar melhor os espaços e o caminho do golo. Aimar não inaugurou o marcador em cima do intervalo (após jogada de Maxi Pereira e toque de Saviola), mas assistiu David Luiz para o primeiro golo. O central respondeu de cabeça a um livre do argentino, precedido de cartão amarelo, por, alegadamente, Aimar ter colocado a bola fora da zona de marcação apontada pelo árbitro.

 

Terceira goleada da época

 

O descanso chegou cedo na segunda parte, com Nuno Silva a ver o cartão vermelho directo, após falta sobre Aimar na pequena área. O árbitro assinalou grande penalidade, que Cardozo tratou de não desperdiçar, batendo Diego com o seu pé esquerdo, e mantendo o primeiro lugar isolado dos melhores marcadores do campeonato. Estava feito o 2-0 aos 56 minutos.

 

Joel entrou aos 60 minutos para o lugar de Léo, para reforçar a defesa, desfalcada com a expulsão de Nuno Silva. Pouco depois saiu Javi García para a entrada de Coentrão, a primeira poupança de Jorge Jesus.

 

Perdido, o Leixões tentava evitar um mal pior, mas sem êxito. E nem a saída de Aimar, aos 74 minutos, para premiar a excelente exibição do argentino e o seu regresso à selecção pelos mais de 43 mil adeptos presentes, abrandou o ritmo dos encarnados.

 

O desnorte dos de Matosinhos sentia-se a cada jogada, o desgaste também e o 3-0 chegou com naturalidade, por Ramires, após cruzamento de César Peixoto, aos 75 minutos. Tal como a goleada fazia sentido, nesta altura. E assim aconteceu. O médio brasileiro serviu Maxi Pereira para o quarto golo e o uruguaio respondeu com eficácia. A fechar as contas, Cardozo assinou o seu sétimo da temporada, após nova assistência de César Peixoto.

 

O Leixões continua sem vencer na Luz.

In: Maisfutebol

 

© Daylife

 

Benfica: Quim; Maxi Pereira, Luisão, David Luiz, César Peixoto; Javi García; Ramires, Di María, Aimar; Saviola, Cardozo.
Ainda jogaram: Fábio Coentrão (Javi García, 63min), Nuno Gomes (Saviola, 71min), Ruben Amorim (Aimar, 74min).
Golos: David Luiz (45+4min), Cardozo (56min, 89min), Ramires (75min), Maxi Pereira (82min).
Cartões Amarelos: Luisão (22min), Aimar (45+3min).
Cartões Vermelhos: -

 

Leixões: Diego; Laranjeiro, Nuno Silva, Tucker, Benítez; Cauê, Wênio, Léo, Hugo Morais; Pouga, Tiago Cintra.
Ainda jogaram: Joel (Léo, 59min), Zé Manuel (Tiago Cintra, 62min), Trombetta (Cauê, 80min).
Golos: -
Cartões Amarelos: Tiago Cintra (19min), Pouga (21min, 27min), Tucker (36min), Wênio (39min), Hugo Morais (57min).
Cartões Vermelhos: Pouga (27min, acumulação de amarelos), Nuno Silva (55min).

 

publicado por Frederica às 22:27
link do post | comentar
Sábado, 26 De Setembro,2009

Ruben Amorim no lugar de Javi García

  • Antevisão


 

© Isabel Cutileiro

 

Jorge Jesus prepara-se para fazer duas alterações na equipa que defrontou o União de Leiria. Keirrison também perde estatuto de titular. Cardozo recupera lugar ao lado de Saviola.

Por gestão, Óscar Cardozo, máximo goleador dos encarnados, não jogou de início em Leiria, cedendo o lugar ao ponta-de-lança brasileiro Keirrison, que mais uma vez não soube aproveitar a oportunidade e facilita, agora, a vida ao treinador, que não hesitará em tirá-lo do onze. Por gestão, também, pelo menos assim parece, Javi García poderá sentar-se no banco dos suplentes ou até mesmo, se o técnico quiser de facto poupá-lo na plenitude, assistir ao encontro com o Leixões da bancada. Isto, claro, sempre a pensar nos compromissos que aí vêm, com incidência para o encontro da Liga Europa em Atenas, diante do AEK, da próxima quinta-feira.

Entrará, então, em cena Ruben Amorim, o tal jogador que faz várias posições e dá muito jeito aos treinadores, pois tem a capacidade de manter uma bitola de qualidade em qualquer dos três lugares que pode fazer no terreno de jogo: médio-centro, médio direito ou lateral-direito.

Desta feita, porém, é candidato ao vértice mais recuado do losango, que tem pertencido a Javi García.
Sempre, recorde-se, partindo do princípio que o espanhol, que passou a semana a recuperar de problemas físicos, será efectivamente poupado.

Quem parece não estar nos mesmos planos do treinador é Ramires. Também condicionado por questões físicas durante a semana de preparação para o jogo com o Leixões, o médio brasileiro está em melhores condições que Javi García e deve manter o lugar no onze, ocupando o lado direito do quarteto intermédio da equipa de Jorge Jesus.

Cardozo, como já foi referido, regressa ao ataque, formando a tal dupla que tem dado que falar com Saviola, ao passo que Shaffer mantém o lugar à esquerda da defesa.

 

In: A Bola

publicado por Frederica às 20:57
link do post | comentar
Sexta-feira, 25 De Setembro,2009

Lista de convocados para o encontro com o Leixões

  • Antevisão

 

© Isabel Cutileiro

 

O técnico do Benfica, Jorge Jesus, revelou que os médios Javi García e Ramires estão entre os convocados para a recepção ao Leixões, durante a conferência de imprensa de antevisão da partida.

Ao longo da semana tanto o médio espanhol como o brasileiro apresentaram algumas limitações. Falta saber se serão mesmo utilizados ou se Jesus fará gestão de esforço tendo em consideração o encontro de quinta-feira com os gregos do AEK, a contar para a Liga Europa.

Destaque ainda para o regresso aos convocados de Felipe Menezes. O médio foi titular no confronto europeu com o BATE Borisov, mas depois foi preterido, por opção técnica, para o desafio com o U. Leiria.
 

LISTA DE CONVOCADOS


Guarda-redes: Quim e Júlio César;
Defesas: Shaffer, Maxi Pereira, César Peixoto, David Luiz, Luisão e Sidnei;
Médios: Ruben Amorim, Javi García, Aimar, Ramires, Fábio Coentrão, Felipe Menezes e Di María;
Avançados: Cardozo, Keirrison, Nuno Gomes, Weldon e Saviola.

 

In: A Bola

 

publicado por Frederica às 19:42
link do post | comentar
Quinta-feira, 24 De Setembro,2009

O bombeiro de Jorge Jesus

  • Fora das quatro linhas

 


 

© Isabel Cutileiro

 

Ingrata, mas também favorável, esta vida de bombeiro na equipa de Jorge Jesus. A cada problema no onze dos encarnados, lá aparece Ruben Amorim, sempre disponível para resolver o problema.

Por um lado, é bom para o jogador, que tem assim a oportunidade de acumular minutos na equipa do Benfica, usufruindo da sua anormal capacidade para manter um rendimento de qualidade em versões tão distintas do posicionamento em campo como sejam as tarefas de médio-centro, médio-direito ou lateral-direito.

No futebol moderno, como tantas vezes Jorge Jesus, treinador dos encarnados, tem sublinhado, a polivalência, a possibilidade de executar funções díspares em campo é um trunfo assinalável, aspecto que faz de Ruben Amorim um jogador muito importante no plantel benfiquista. Mais a mais, o português tem de lidar com uma situação difícil, que passa pelo facto de as suas posições favoritas no terreno, quer ao centro, quer à direita do meio campo, estar em ocupadas por dois dos mais importantes jogadores do Benfica de Jesus: Javi García e Ramires.

Ruben pronto para todo o serviço

E mesmo em relação à posição de defesa-direito, que Ruben Amorim ocupa bem, mas com sacrifício, sem o mesmo gozo que sente quando actua mais adiantado, há problemas: é que Maxi Pereira é dono indiscutível do lugar, não dando, normalmente, a menor hipótese de ser contestado, dado que não só joga quase sempre bem, como igualmente passa ao lado de lesões e castigos.

Foi, no entanto, por uma excepção à regra, aquela lesão ainda na pré-temporada do uruguaio, caso muito raro, que Ruben Amorim teve a oportunidade de jogar quatro rondas da Liga, as primeiras quatro, dado que em Leiria já houve Maxi Pereira.
 

In: A Bola

publicado por Frederica às 18:39
link do post | comentar
Segunda-feira, 21 De Setembro,2009

Benfica luta para vencer (1-2) em Leiria

  • Crónica

 

© Daylife

 

Não foi o Superleiria que Manuel Fernandes necessitava, não foi o Benfica dos cinco troféus na pré-temporada e de duas goleadas consecutivas no campeonato, mas a vitória piscou o olho à equipa de Jorge Jesus, que ganhou 2-1 em Leiria, com dois golos de bola parada, e aproveitou o deslize do F.C. Porto em Braga para se aproximar do líder.

 

Demasiadas horas de jogos do Benfica na televisão afectaram a espontaneidade da União, preocupado que estava Manuel Fernandes em fazer sofrer o Benfica e evitar a festa encarnada depois da derrota do campeão nacional em Braga. Sem futebol de encher o olho, ficaram os apontamentos técnicos (sobretudo de Aimar), a gestão de estratégias e os golos, claro, para contentamento dos 22.676 adeptos presentes, recorde de assistência no Magalhães Pessoa.

 

A táctica dos três centrais foi subjectiva, como Jorge Jesus antecipara na véspera, com o treinador da U. Leiria a apostar numa linha de cinco defesas (três fixos) e dois médios defensivos no vértice inferior do losango. Carlão era o homem avançado, Cássio ficou no banco, e o brasileiro foi presa fácil para a defesa encarnada.

 

Do lado oposto, três jogos numa semana obrigavam o técnico do Benfica a gerir o plantel e, apesar de ter todos os jogadores à disposição, Cardozo ficou no banco (apresentou queixas no pé esquerdo) e Keirrison estreou-se a titular na Liga, naquela que foi a segunda oportunidade em jogos oficiais. A aposta não se revelaria a melhor e a substituição aos 65 minutos só pecou por tardia. Foi quase menos um em campo, tal como, aliás, Di María.

 

Aos cinco minutos, a estratégia demasiado defensiva da União caiu por terra, com o pequeno Saviola a agigantar-se na área leiriense e a fuzilar de pé esquerdo a baliza de Djuricic, na resposta a um livre marcado pelo compatriota Aimar. O «castigo» não espicaçou a equipa da casa, mas também não instigou os visitantes a conquistarem nova vitória robusta.

 

Antes do empate, um remate de Aimar ao lado do poste direito animou as bancadas, mas o desvio de David Luiz, aos 18 minutos, condenou os espectadores ao silêncio momentâneo. Silas cobrou o livre na esquerda e o central tentou fazer o melhor com o pior.

 

A caminho do intervalo, Carlão conseguiu aparecer na frente, mas a atirar ao lado. O mesmo sucedeu a Mamadou Tall, que encontrou espaço para um remate à baliza de Quim, com o guarda-redes a defender para canto. Faltavam seis minutos para o intervalo, que, aliás, parecia não mais chegar.

 

© Daylife

 

Linha avançada

 

O segundo tempo trouxe frescura de ideias e melhor leitura de jogo de Jesus (excepto na demora nas substituições. Foi preciso entrar Kalaba para agitar o ataque leiriense e importunar a defesa encarnada, para o treinador apostar numa linha mais avançada.

 

Aos 65 minutos, saíram Keirrison e Ramires para as entradas de Cardozo e Nuno Gomes, e o Benfica passou a jogar com três avançados, com Aimar, Javi García e Di María a partilharem o meio-campo, de modo a encostar uma União cada vez mais atrevida. Kalaba falharia por pouco o golo da vantagem no minuto seguinte, após boa arrancada de Pateiro na direita.

 

Na recta final, uma grande penalidade assinalada a favor do Benfica não manchou a exibição de Jorge Sousa. A falta de Mamadou Tall sobre Aimar aceita-se, pois foi jogo perigoso. Cardozo respondeu com acerto, festejou na direcção dos adeptos e garantiu a festa encarnada.

 

Um remate de Nuno Gomes, aos 88 minutos, quase selou a vitória, mas esse mérito pertenceu a Quim, que negou o empate em cima do apito final a Ronny.

In: Maisfutebol

 

 

© Daylife

 

U. Leiria: Djuricic; Panandetiguiri, Diego Gaúcho, Bruno Miguel; Mamadou Tall, Paulo Vinicius, Marco Soares, André Santos; Silas, Ricardo Pateiro, Carlão.
Ainda jogaram: Kalaba (Marco Soares, 47min), Ronny (Panandetiguiri, 60min), Tiago Luís (Silas, 82min).
Golos: David Luiz (18min, p.b.).
Cartões Amarelos: Panandetiguiri (40min), Kalaba (73min), Mamadou Tall (79min).
Cartões Vermelhos: -

 

Benfica: Quim; Maxi Pereira, Luisão, David Luiz, Shaffer; Javi García; Ramires, Pablo Aimar, Di María; Keirrison, Saviola.
Ainda jogaram: Nuno Gomes (Ramires, 65min), Cardozo (Keirrison, 65min), Ruben Amorim (Saviola, 81min).
Golos: Saviola (5min), Cardozo (79min, g.p.).
Cartões Amarelos: Javi García (90min).
Cartões Vermelhos: -

 

  • Avaliação

 

 

© Isabel Cutileiro

 

"Entrou e perdeu uma bola (86') em zona perigosa. (1)", In: Record

 

"Recebeu inúmeras instruções de Jesus, que não escondia o nervosismo ao colocá-lo rapidamente em campo para equilibrar a equipa. Ajudou a controlar a bola. (3)", In: O Jogo

publicado por Frederica às 20:26
link do post | comentar
Sábado, 19 De Setembro,2009

"Ruben Amorim - Becoming a Legend 5" (VÍDEO)

  • Curiosidades

 

"Ruben Amorim - Becoming a Legend 5" (Tornando-se uma lenda), é um DVD feito por Guilherme Cabral, que passou uma semana com o jogador e os seus amigos, Zé Pedro e Silas, ambos ex-colegas de Ruben no Belenenses. A união de talentos dos dois jovens do Sport Lisboa e Benfica resultou num excelente trabalho. É uma forma de conhecer melhor não só o médio encarnado mas também o trabalho do jovem talentoso português, que fez questão de realçar neste vídeo quem é o (grande) Ruben Amorim; um jogador exemplar, dizem os adeptos benfiquistas.

 

 


 Se não conseguir visualizar, clique aqui.

publicado por Frederica às 23:20
link do post | comentar | ver comentários (2)

Convocados para a deslocação a Leiria

  • Liga Sagres - Antevisão

 

© Isabel Cuteleiro

 

Quim, Pablo Aimar e Weldon integram a lista de convocados de Jorge Jesus para a deslocação a Leiria, este domingo, para defrontar o União local na 5.ª jornada da Liga.

Aimar e Quim foram poupados no encontro da Liga Europa com o BATE Borisov, enquanto Weldon volta a ser opção depois de debelar a lesão muscular na coxa direita que o afastou dos últimos jogos. O avançado pode assim regressar à competição um mês depois de ter marcado no triunfo, por 4-0, diante do Vorslka Poltava.

Titular no compromisso europeu da passada quinta-feira, o médio brasileiro Felipe Menezes ficou de fora dos eleitos para a viagem à cidade do Lis. Moreira também não foi convocado, cedendo o seu lugar a Quim.

Ausente do trabalho no relvado no treino de ontem, devido a um problema no pé esquerdo, Óscar Cardozo figura entre os eleitos de Jorge Jesus.

LISTA DE CONVOCADOS

Guarda-redes: Quim e Júlio César;
Defesas: Shaffer, Luisão, Maxi Pereira, David Luiz, César Peixoto e Sidnei;
Médios: Ruben Amorim, Javi García, Ramires, Fábio Coentrão, Pablo Aimar e Di María;
Avançados: Cardozo, Keirrison, Nuno Gomes, Saviola e Weldon.

 

In: A Bola

publicado por Frederica às 20:23
link do post | comentar
Sexta-feira, 18 De Setembro,2009

Benfica "BATE" Borisov por 2-0

  • Liga Europa - Crónica

 

© Daylife

 

Com algumas alterações no «onze», mas fiel à sua filosofia actual, o Benfica entrou a ganhar na Liga Europa. O triunfo sobre o BATE Borisov foi construído com naturalidade (2-0), e nem foi preciso carregar muito no acelerador. Mesmo com um ritmo mais baixo, esta equipa do Benfica continua a mostrar que sabe bem aquilo que tem de fazer dentro de campo.

 

Ao deixar Quim e Aimar fora dos convocados, Jorge Jesus abriu caminho a novidades. Acabaram por ser quatro alterações na equipa, entre as quais Júlio César e Felipe Menezes, que se estrearam oficialmente de águia ao peito. Nuno Gomes e Maxi Pereira regressaram ao «onze», mas mostraram perfeita sintonia com os colegas que têm sido titulares.

 

Mesmo com as tais quatro novidades, o Benfica apresentou a mesma dinâmica e a mesma filosofia que tão bons resultados têm dado na Liga. Ainda mal o árbitro tinha dado início ao jogo e já se via os jogadores do Benfica a pressionar os adversários no meio-campo ofensivo. Esse tem sido, de resto, o principal segredo deste novo Benfica.

 

Foi mesmo graças à pressão alta que o Benfica construiu o primeiro golo, apontado por Nuno Gomes aos 36 minutos. Grande parte do mérito vai para Maxi Pereira, que trabalhou muito bem na direita, até conseguir o cruzamento. Cinco minutos depois esta dupla voltou a combinar muito bem, para o português fazer o passe decisivo para Cardozo, que aumentou a vantagem.

 

© Daylife

 

Com caras novas, mas fiel à sua nova filosofia, o Benfica conseguiu construir uma vantagem confortável. O BATE Borisov tentou, a espaços, explorar o contra-ataque, mas falhou sempre qualquer coisa no último terço. Mérito da defesa do Benfica, que nunca perdeu o sentido posicional. No primeiro tempo Júlio César só foi obrigado a intervir uma vez, para fazer uma bela defesa a um cabeceamento de Radzionau.

 

Benfica em gestão deu para segurar a vantagem

 

Na segunda parte o Benfica voltou a entrar muito forte, e esteve perto de marca em duas ocasiões: primeiro Cardozo a rematar ligeiramente por cima (52m), depois Nuno Gomes a falhar a recepção quando estava completamente sozinho dentro da área (55m).

 

Logo a seguir Jorge Jesus decidiu começar a mexer na equipa, para poupar alguns dos jogadores com menos ritmo (Nuno Gomes e Felipe Menezes) e lançar alguns daqueles que têm sido mais utilizados (Coentrão, Saviola e depois Ruben Amorim). As trocas fizeram com que a equipa perdesse fulgor, e o BATE teve algumas ocasiões para reduzir. Júlio César apanhou alguns sustos, e a oito minutos do fim teve mesmo de sujar o equipamento, com uma bela intervenção a travar um remate em jeito de Goaryan.

 

Recuperado de alguns sustos, o Benfica ainda procurou o terceiro golo nos instantes finais, mas já nesta altura já faltava algum discernimento. Maxi Pereira, por exemplo, acabou o jogo de rastos. O objectivo, esse, estava já garantido. O Benfica entra a ganhar na Liga Europa.

 In: Maisfutebol

 

© A Bola

 

Benfica: Júlio César; Maxi Pereira, Luisão, David Luiz, César Peixoto; Javi García, Ramires, Di María, Felipe Menezes; Cardozo, Nuno Gomes;
Ainda jogaram: Fábio Coentrão (Felipe Menezes, 59min), Saviola (Nuno Gomes, 65min), Ruben Amorim (Di María, 77min).
Golos: Nuno Gomes (36min), Cardozo (41min).
Cartões Amarelos: -
Cartões Vermelhos: -

 

BATE Borisov: Veremko; Yurevich, Rzhevski, Sosnovski, Bordachov; Likhtarovich, Pavlov; Krivets, Rodionov, Nekhaychik; Skavysh.
Ainda jogaram: Goaryan (Skavysh, 55min), Aleksandr Volodko (Likhtarovich, 63min), Alumona (Rodionov, 81min).
Golos: -
Cartões Amarelos: Yurevich (32min), Aleksandr Volodko (90min).
Cartões Vermelhos: -

 

  • Avaliações


 

© Paulo Calado, Record

 

"Fechou o flanco direito, apoiando Maxi. (1)", In: Record

 

"Entrou apenas nos 13' finais, ocupando o lado direito da defesa (Maxi subiu). (4)", In: O Jogo

 


 

Toda a gente tem momentos menos bons; FORÇA!

Sabes que há quem esteja sempre

aqui para ti.

publicado por Frederica às 20:36
link do post | comentar



Uma iniciativa criada a 9 de Outubro de 2008 com o objectivo de todos os fãs/adeptos poderem mandar a sua mensagem ao Ruben juntou mais de 50 comentários com opiniões diversas e pessoais, as quais agradecemos desde já e que poderá ver AQUI. Devido a actualizações (quase) diárias, o mesmo foi desaparecendo aos poucos e deixando de ser principal notícia no Blog. Não querendo deixar a oportunidade de o Ruben saber e ler a vossa opinião, visto que é visitante deste espaço dedicado a ele, poderá sempre mandar uma mensagem para AQUI.




«Antes de mais quero agradecer a todos pelo apoio que voces têm dado ao Benfica e principalmente a mim. Sinceramente não tenho muito jeito para estas coisas mas também não existem palavras para dizer a força que me transmitem quando leio o que escrevem. Dito isto quero que me desculpem mas tenho de mandar um beijo especial à Frederica e espero um dia estar à altura da imagem que tu tens de mim.
Em breve terei um site e quero que saibas que terás um papel bastante activo nele.. Isto se quiseres, claro. Desculpem não ser de muitas palavras mas mais uma vez OBRIGADO.
Ruben Amorim»
26 de Março de 2009




• Nome Completo:
Ruben Filipe Marques Amorim
• Clube Actual:
Sporting Clube de Braga (emp. SLB)
• Data de Nascimento:
27 de Janeiro de 1985
• Idade:
27 anos
• Local de Nascimento:
Lisboa, Portugal
• Altura:
1,80m
• Peso:
77kg
• Posição:
Médio
• Camisola:
Número 5



• Percurso:
Camadas Jovens Sport Lisboa e Benfica, CAC Pontinha, Ginásio de Corroios, Belenenses, Sport Lisboa e Benfica, Sporting de Braga (actual, por empréstimo)
• Estreia na 1ª Divisão:
14 de Dezembro de 2003
Belenenses 2 vs 0 Alverca
1 minuto
• Treinador que o lançou: Vladislav Bogicevic
• Internacionalizações: Sub-19, Sub-21, Portugal B, Portugal
• 100º Jogo:
27 de Setembro de 2008
Benfica 2 vs 0 Sporting
45 minutos
• Antes do futebol:
Ruben começou por ser guarda-redes de hóquei de patins mas aos 9 anos optou pelo futebol de onze.




• Campeonato Nacional: 09/10 (SL Benfica)
• Taça da Liga: 08/09; 09/10 (SL Benfica)
• Eusébio Cup: 2009/2010 (SL Benfica)
• Torneio Cidade Guimarães: 08/09; 09/10; 10/11 (SL Benfica)
• Torneio de Amesterdão: 09/10 (SL Benfica)
• Torneio Guadiana: 09/10; 10/11 (SL Benfica)
• Albufeira Summer Cup: 10/11 (SL Benfica)
• Canada National Exhibition: 10/11 (SL Benfica)
Prémios Individuais:
• Jogador Jovem do Mês: Dezembro 2007 (Belenenses)


Photobucket
(clique para aumentar)
© RuiCosta_10

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral









AQUI poderá aceder a mais vídeos sobre Ruben Amorim, numa conta feita pela organização do Blog, onde se reunem golos, jogadas, conferências de imprensa e outros momentos.