Segunda-feira, 30 De Novembro,2009

Convocatória para a deslocação à Bielorússia

  • Antevisão - Liga Europa

 

© Isabel Cutileiro

 

Roderick Miranda é a grande novidade da lista de convocados do Benfica para o jogo com Bate Borisov, relativo à 5.ª jornada do grupo I da Liga Europa, marcado para quarta-feira. Sidnei, por lesão, ficou de fora.

 

Moreira e Shaffer também fazem parte da comitiva que parte esta tarde para a Bielorrússia.

LISTA DE CONVOCADOS

Guarda-redes: Quim, Moreira e Júlio César.
Defesas: Maxi Pereira, Roderick Miranda, Miguel Vítor, David Luiz, Shaffer e César Peixoto.
Médios: Javi Garcia, Ramires, Ruben Amorim, Pablo Aimar, Di María, Fábio Coentrão e Felipe Menezes.

Avançados: Saviola, Cardozo, Nuno Gomes, Weldon e Keirrison.

 

In: Record

publicado por Frederica às 20:36
link do post | comentar
Domingo, 29 De Novembro,2009

Primeiro dérbi da época divide pontos em Alvalade

  • Crónica

 

© Sapo Desporto 

 

O novo Sporting de Carlos Carvalhal travou o ímpeto do Benfica de Jorge Jesus na Liga, num jogo sem golos e que pouco veio a acrescentar à centenária história do «derby eterno». O visível crescimento dos leões, bem mais competitivos, chocou com uma águia apática que desiludiu muitos daqueles que esperavam mais uma caminhada triunfal da equipa da equipa da Luz.

 

Carlos Carvalhal, depois de ter experimentado um 4x3x3 e um 4x4x2 na Taça, recuperou o «velhinho» 4x2x3x1 que tantas alegrias deu ao Sporting no passado, juntando João Moutinho e Adrien à frente da defesa e atrás de um trio composto por Vukcevic, Matias e Veloso no apoio directo a Liedson. Os leões assimilaram bem o novo sistema e entraram muito bem no jogo, com Matias, Adrien e Moutinho a exercer constante pressão sobre a bola. Duas percas de bola de Javí Garcia na zona central proporcionaram as primeiras oportunidades e revelavam um leão renascido.

 

O Benfica demorou mais tempo a entrar no jogo, apesar de ter conquistado quatro pontapés de canto nos primeiros minutos da partida. A verdade é que o primeiro remate dos encarnados só chegou aos catorze minutos, com Saviola a abrir para Cardozo que, sobre a esquerda e pressionado por Carriço, atirou ao lado. Uma oportunidade isolada num jogo sem fio, apenas com Ramires a conseguir abrir espaços nas costas de Caneira. No entanto, Jorge Jesus cortou as iniciativas do brasileiro, pedindo a Aimar para se ocupar da ala direita. O Benfica ganhou consistência na zona central, mas perdeu profundidade nas alas.

 

© Sapo Desporto 

 

Os encarnados conseguiam, agora, atacar em bloco, provocando calafrios na área dos leões em lances de bola parada, mas as duas melhores oportunidades, até ao intervalo, pertenceram ao Sporting, primeiro com uma cabeçada de Polga, na sequência de um canto, depois com um remate à queima-roupa de Liedson depois de ter ultrapassado David Luiz com um pormenor de classe. Com o jogo mais equilibrado, Carlos Carvalhal sofreu o primeiro revés antes do intervalo, com Abel a sair lesionado e a ceder o lugar a Pedro Silva.

 

A segunda parte começou equilibrada, com um jogo morno de parte a parte. David Luiz, sem espaços, atirou de longe, o Sporting respondeu com um remate de Pedro Silva ao lado, mas nada eu aumentasse o entusiasmo dos adeptos. Saviola ainda acertou na trave, depois de ter sido assinalada a sua posição irregular, mas foi Miguel Veloso que levantou finalmente as bancadas, com um pontapé do meio da rua que obrigou Quim à defesa da noite. O Sporting ganhava novo ânimo diante de um Benfica que não conseguia arrancar para aquelas noites fulgurantes de ataque continuado.

 

© Sapo Desporto 

 

Aimar nem no meio, nem sobre a direita e, sem o argentino, o Benfica não tinha quem assumisse a gestão do jogo. Jesus tentou emendar a mão, lançando Ruben Amorim para a contenda em detrimento de Aimar. O Sporting ganhava confiança, subia no terreno, mas também cedia mais espaços ao Benfica. Num rápido contra-ataque, Di Maria surgiu destacado na área, mas atirou à figura de Patrício. Ruben Amorim também apareceu no lado contrário, mas também acertou no guarda-redes do Sporting. Carvalhal trocou Matias por Bruno Pereirinha quando o jogo estava mais aberto e as oportunidades eram, agora, mais claras. Miguel Veloso, num livre, atirou contra a barreira, e Cardozo, a cruzamento de Peixoto, cabeceou ao lado.

 

Mas tudo acabou como começou, sem golos. Pela primeira vez, um derby com treinadores portugueses acaba com um empate. Um resultado que não interessa nem ao Sporting, que continua muito longe do topo, nem ao Benfica que pode voltar a deixar fugir o Sp. Braga no topo, além de permitir a aproximação do F.C. Porto.

In: Maisfutebol

 

© Sapo Desporto 

 

Sporting: Rui Patrício; Abel, Daniel Carriço, Polga, Caneira; Adrien Silva, João Moutinho; Vukcevic, Matías Fernandez, Miguel Veloso; Liedson.
Ainda jogaram: Pedro Silva (Abel, 45min), Bruno Pereirinha (Matías Fernandez, 74min), Postiga (Vukcevic, 85min).
Golos: -
Cartões Amarelos: Polga (29min), Adrien Silva (52min), Miguel Veloso (69min).
Cartões Vermelhos: -

 

Benfica: Quim; Maxi Pereira, Sidnei, David Luiz, César Peixoto; Javí Garcia; Ramires, Pablo Aimar, Di María; Saviola, Cardozo.
Ainda jogaram: Ruben Amorim (Pablo Aimar, 68min), Miguel Vítor (Sidnei, 78min), Fábio Coentrão (Saviola, 86min).
Golos: -
Cartões Amarelos: Di María (45min), Javi García (70min), David Luiz (77min).
Cartões Vermelhos: -

 

  • Avaliações

 

 

"Foi a primeira solução de Jorge Jesus, que apostou no rigor táctico do camisola 5 para tentar desequilibrar o dérbi. Com ele em campo, Ramires ganhou maior liberdade ofensiva e isso foi evidente na recta final da partida. Segundo, fortaleceu o meio-campo e aos 75' ainda ameaçou Patrício, mas o remate acabou por sair à figura do guardião sportinguista. (2)

Km percorridos: 2,3

Velcocidade média: 7", in: Record

 

"Entrou muito bem no jogo, segurando a bola com eficácia e libertaqndo-se bem para o ataque. Também podia ter marcado, num remate isolado que saiu a figura de Rui Patrício (75'). (6)", In: O Jogo

publicado por Frederica às 20:17
link do post | comentar
Sexta-feira, 27 De Novembro,2009

Lista de convocados para a dérbi de Alvalade

  • Antevisão - Liga Sagres

 

© Isabel Cutileiro

 

Apesar de não ter treinado esta sexta-feira sem limitações, Saviola faz parte dos convocados de Jorge Jesus para a deslocação a Alvalade. Outro destaque da lista, composta por 19 jogadores, prende-se com o regresso de Óscar Cardozo.

LISTA DE CONVOCADOS

Guarda-redes:
Quim e Júlio César.
Defesas: Maxi Pereira, Sidnei, David Luiz, Miguel Vítor e César Peixoto:
Médios: Javi Garcia, Ramires, Ruben Amorim, Pablo Aimar, Fábio Coentrão, Di María e Felipe Menezes.
Avançados: Saviola, Cardozo, Nuno Gomes, Weldon e Keirrison.

 

In: Record

publicado por Frederica às 19:54
link do post | comentar
Segunda-feira, 23 De Novembro,2009

Benfica diz adeus à Taça de Portugal (0-1)

  • Crónica

 

 

© Daylife

 

O Vitória segue em frente na Taça de Portugal, após afastar o Benfica na quarta eliminatória, repetindo o êxito da temporada 2005/06, então nos quartos-de-final, quando também ganhou na Luz por um golo.

 

Desta vez foi Lazzaretti o autor da vitória, um prémio merecido para uma equipa que enfrentou com coragem e sabedoria o vice-líder do campeonato, já depois de ter ganho ao Sp. Braga na última ronda. O Benfica fica pelo caminho em vésperas de defrontar o Sporting em Alvalade.

 

Sem Luisão (em recuperação) e Cardozo (castigado), Jorge Jesus apostou, respectivamente, em Sidnei e Keirrison, e não prescindiu de Ramires, que treinou com limitações durante a semana, além de Moreira na baliza.

Já Paulo Sérgio trocou apenas Roberto por Custódio, reforçando o miolo defensivo e libertando João Alves no corredor direito (Desmarets no esquerdo) e com Targino e Nuno Assis soltos na frente.

 

© Daylife

 

Paulo Sérgio garantiu na véspera que preparou a sua equipa para um jogo de grau de dificuldade elevado e a lição foi estudada com cuidado pelo treinador finalista da edição anterior, então ao serviço do P. Ferreira. Aos nove minutos já o Benfica se colocava a jeito junto da baliza do Vitória, mas Nilson evitou que Keirrison inaugurasse o marcador na primeira oportunidade, após assistência de Aimar. Pouco depois, aos 14, mais uma excelente intervenção do guarda-redes brasileiro, a desviar um livre bem desenhado por Aimar.

 

O Benfica atacava mais, mas o Vitória ganhava confiança na frente, à medida do acerto da defesa. Foi aos 22 minutos que surgiu o primeiro remate, com Desmarets, assistido por Nuno Assis, a facilitar o trabalho de Moreira. O golo chegaria logo a seguir, com Lazzaretti a responder de cabeça a um canto de Desmarets. Estavam decorridos 26 minutos.

 

A estratégia do Benfica não surtia efeito, Andrezinho e Sereno estavam muito seguros nas alas, pelo que Di María e Ramires trocam de corredor (36 minutos), também para explorar o cartão amarelo de Desmarets e favorecer as transições de Di María.

 

O intervalo chegou com uma defesa à queima-roupa de Moreira, depois de uma perda de bola de Coentrão para Targino (uma constante dor de cabeça para a defesa encarnada), que terminou em Nuno Assis. Este cabeceou, contudo, à figura do guarda-redes!

 

© Daylife

 

Pressão encarnada, desacerto no remate e eficácia minhota

 

O intervalo chegou sem alterações nas equipas e com o Vitória a revelar a mesma eficácia no sector mais recuado. A custo, o Benfica descobria o caminho da baliza e enganava uma defesa confiante, concentrada e organizada, que tinha no guarda-redes o elemento mais eficaz.

 

Mais uma vez Nilson decisivo nos minutos iniciais, primeiro a socar um canto quase directo de Di María (51) e depois a defender remate de primeira de Aimar (54). Seguiu-se Saviola e, mais uma vez, o brasileiro a responder com acerto.

 

Nos últimos 35 minutos, a cabeça deu lugar ao coração, não só pelas substituições, no caso do Vitória todas forçadas, como pela crença dos encarnados de melhor sorte no marcador. A saída de Sereno afectou o corredor esquerdo, até pela sequência de erros de Milhazes.

 

Jorge Jesus apostou tudo no ataque com as entradas de Weldon, Nuno Gomes e Felipe Menezes, mas o esforço não se traduziu em golos, apesar de não terem faltado oportunidades. Sempre Nilson a negar o golo na última instância, quando os defesas não conseguiam responder. Felipe Menezes, na primeira jogada, ofereceu o golo aos homens mais avançados do Benfica, mas nem Weldon nem Nuno Gomes conseguiram acertar na bola. O Benfica massacrou, mas não chegou.

In: Maisfutebol

 

© Daylife

 

Benfica: Moreira; Ruben Amorim, Sidnei, David Luiz, Fábio Coentrão; Javi García, Ramires, Di María, Aimar; Saviola, Keirrison.
Ainda jogaram: Weldon (Aimar, 67min), Nuno Gomes (Keirrison, 80min), Felipe Menezes (Ruben Amorim, 84min).
Golos: -
Cartões Amarelos: Fábio Coentrão (70min), Saviola (80min), David Luiz (90+1min).
Cartões Vermelhos: -

 

V. Guimarães: Nilson; Andrezinho, Gustavo Lazzaretti, Moreno, Sereno; Custódio, Flávio Meireles, João Alves, Desmarets; Nuno Assis, Targino.
Ainda jogaram: Milhazes (Sereno, 69min), Douglas (Flávio Meireles, 90min).
Golos: Gustavo Lazzaretti (25min).
Cartões Amarelos: Gustavo Lazzaretti (20min), Moreno (44min), Flávio Meireles (65min), Andrezinho (71min).
Cartões Vermelhos: Desmarets (90+4min).

 

  • Avaliações

 

 

© Maisfutebol

 

"Como lateral-direito sofreu com a velocidade e técnica de Desmarets e Assis. Já na segunda parte, e até sair, passou para o meio-campo. Em ambos os casos, não brilhou. (3)", In:Record

 

"Definitivamente não teve muitas falhas. Beneficiou do facto de o adversário não ter atacado muito pelo lado e aventurou-se no terreno. Numa dessas investidas (18') teve um espectacular remate, que saiu acima. (5)", In: O Jogo

publicado por Frederica às 20:37
link do post | comentar
Sábado, 21 De Novembro,2009

Convocados para o jogo com o V. Guimarães, para a Taça de Portugal

  • Antevisão - Taça de Portugal

 

© Isabel Cutileiro 

 

O defesa César Peixoto é a principal novidade da lista de convocados do treinador do Benfica, Jorge Jesus, para o encontro da Taça de Portugal com o V. Guimarães.

O futebolista português regressa aos eleitos depois de ter recuperado de uma lesão. Num jogo em que não poderá contar com o castigado Óscar Cardozo, Jorge Jesus chamou 19 atletas para a partida de domingo na Luz.

O jogo da 4.ª eliminatória tem início marcado para as 19h45.

LISTA DE CONVOCADOS


Guarda-redes: Moreira e Júlio César;
Defesas: Maxi Pereira, Miguel Vítor, Sidnei, David Luiz, Shaffer e César Peixoto;
Médios: Javi Garcia, Ruben Amorim, Ramires, Aimar, Felipe Menezes, Di María e Fábio Coentrão;
Avançados: Nuno Gomes, Saviola, Keirrison e Weldon.

 

In: SLBenfica

publicado por Frederica às 21:16
link do post | comentar
Quinta-feira, 12 De Novembro,2009

Mensagem aos visitantes (e ao Ruben)

  • O Blog

 

© Isabel Cutileiro

 

Pedimos desculpa aos nossos visitantes e ao Ruben pela falta de actualização do Blog, mas por questões pessoais e falta de tempo não tem sido possivel fazer as actualizações das notícias.

 

Em breve o Blog terá um novo formato e mais surpresas, que andamos já a planear para todos os visitantes que nos seguem diariamente e a quem pedimos, novamente, as sinceras desculpas.

 

Obrigado,

Frederica Lopes.

publicado por Frederica às 22:17
link do post | comentar | ver comentários (4)
Terça-feira, 10 De Novembro,2009

Benfica vence Naval num jogo ao pulsar do coração

  • Crónica

 

© Daylife

 

Na Luz, o muro também caiu! Vinte anos após a queda em Berlim, os encarnados tiveram trabalho tão grande como o colapso do Leste como o conhecêramos até 1989. Custou, demorou uma eternidade, mesmo. Mas a cabeça de um espanhol tão pensante como trabalhador derrubou os alicerces de uma Naval apostada em defender, e apenas defender, e que teve em Peiser a figura maior da noite da Luz.

 

 

A ocasião de ouro de ganhar pontos aos adversários consumou-se tarde, mas muito a tempo de conceder justiça a uma equipa que ia perdendo forças com o tic-tac do relógio, e, sobretudo, pelo desespero que foi ver o guardião adversário parar as bombas atiradas contra o maciço contrário. Assustou a Naval mesmo no fim, mas seria castigo pesado para a equipa de Jesus e para os milhares de gargantas roucas, que não cansaram de fazer os encarnados ter fé.

 

© Daylife

 

Terá sido da superstição?

 

Para os supersticiosos, o Benfica começou a atacar para Sul, ao contrário do habitual, por ordem de Peiser ao capitão Godemeche. Talvez por isso, a águia tenha começado a meio gás. Mas cresceu, cresceu tanto que no final dos primeiros 45 minutos já tinha boas ocasiões para chegar ao golo. Porém, havia Peiser que era ainda maior que o Benfica, com defesas espantosas, para desespero da causa encarnada.

 

Di María foi o primeiro a fazer o francês brilhar. Livre aos 14 e Peiser voou para defesa; Javi Garcia imitou o argentino e, lá estava o guarda-redes; Di María voltou a tentar, de bola corrida: deu no mesmo, com defesa a punhos. Daniel Cruz ia traindo Peiser, mas até as infelicidades dos colegas o francês defendeu.

 

E quando falhou, Saviola atirou no poste! O Benfica lançou mais ataques e o primeiro tempo fechou com mais um episódio que espelhou tudo o que se passou até então: Javi Garcia cabeceia, os adeptos começam a gritar golo, mas, lá está, Peiser, interrompeu-os. O guardião era o muro que na Luz não caía. A Naval tinha abdicado de fazer qualquer coisa lá na frente e no Benfica percebia-se uma coisa: Cardozo fazia falta, não só pelo pouco que jogava Nuno Gomes, mas também porque no que toca a meter a bola na baliza, o paraguaio fá-lo como ninguém.

 

© Daylife

 

Era o super-homem?

 

O acelerador encarnado estava no fundo, mas alguém injectou ainda mais potência. Jorge Jesus certamente, ao intervalo. O Benfica carregou, foi para cima da Naval, mais ainda se era possível. Mas a força toda de uma equipa e dos mais de 40 mil na Luz esbarrava nos poderes do Super-Homem. À medida que os colegas iam caindo, Peiser mantinha-se de pé. Defendia tudo, até com as pontas dos dedos desviou um golo (era mesmo isso) de Di María para o poste.

 

Nuno Gomes dera o lugar a Weldon, antes disso, mas era o guardião da Naval que merecia a crónica toda do jogo, o destaque maior e a nota mais alta. A oportunidade de ouro do Benfica em ganhar pontos aos rivais e encostar no Sp. Braga ia-se perdendo nas mãos de um francês, até porque as oportunidades sucediam-se minuto a minuto.

 

Com o tempo a passar, os encarnados tiveram de buscar força onde parecia não haver, sobretudo Di María. Mas seria o argentino a meter no alto da área contrária, onde apareceu o espanhol Javi Garcia, que numa imitação do voo da águia, saltou e cabeceou para onde Peiser não podia estar. A omnipresença é para os deuses. O francês saiu apenas como herói, como saiu Javi Garcia e restantes encarnados, pelo jogo e fé que demonstraram.

In: Maisfutebol

 

 

© Daylife

 

Benfica: Quim; Maxi Pereira, Luisão, David Luiz, Fábio Coentrão; Javi Garcia, Ruben Amorim, Pablo Aimar, Di María; Nuno Gomes, Saviola.
Ainda jogaram: Weldon (Nuno Gomes, 59min), Kerrison (Maxi Pereira, 77min), Felipe Menezes (Pablo Aimar, 84min).
Golos: Javi García (90min).
Cartões Amarelos: Maxi Pereira (38min)
Cartões Vermelhos: -

 

Naval 1º Maio: Peiser; Carlitos, Gomis, Diego Ângelo, Daniel Cruz; Hauw, Godemeche, Baradji, Camora, Marinho; Mehdi Kerrouche.
Ainda jogaram: Michel Simplício (Mehdi Kerrouch, 68min), Bolívia (Marinho, 82min).
Golos: -
Cartões Amarelos: Gomis (11min), Godemeche (29min), Baradji (56min).
Cartões Vermelhos: -

 

  • Avaliação

 

© Isabel Cutileiro

 

"Começou no meio-campo para acabar a defesa-direito. Importante no equilibrio da equipa, pareceu cansado. (2)", In: Record

 

"Certinho como um relógio suíço, foi atrevido, quando tal se proporcionou, e aproveitou para tentar aprefeiçoar os dotes de... extremo. (7)", In: O Jogo

 

  • Curiosidades

 

© Isabel Cutileiro

 

OS MARATONISTAS
  Jogador Metros percorridos
1. Camora 11 311m
2. Godemèche 10 700m
3. Ruben Amorim 10 692m

 

In: Record

publicado por Frederica às 17:46
link do post | comentar
Domingo, 08 De Novembro,2009

Convocados para a recepção à Naval 1º de Maio

  • Antevisão - Liga Sagres

 

© Isabel Cutileiro

 

Os futebolistas Luís Filipe, Miguel Vítor e Urreta foram convocados pelo treinador do Benfica, Jorge Jesus, para a recepção de segunda-feira à Naval 1.º Maio. O trio está, assim, de regresso aos eleitos do técnico.

Perante as ausências dos lesionados César Peixoto, Carlos Martins e Ramires e do castigado Cardozo, Jorge Jesus convocou 20 atletas para o jogo da 10.ª jornada da Liga portuguesa.

O Benfica procura frente à Naval alcançar o Sp. Braga no topo da classificação. O início do jogo está marcado para as 20h15.

LISTA DE CONVOCADOS


Guarda-redes: Quim e Júlio César;
Defesas: Maxi Pereira, Sidnei, Luís Filipe, Miguel Vítor, Luisão, David Luiz e Shaffer;
Médios: Javi Garcia, Ruben Amorim, Fábio Coentrão, Di María, Urreta, Felipe Menezes e Aimar;
Avançados: Saviola, Weldon, Nuno Gomes e Keirrison.

 

In: SLBenfica

publicado por Frederica às 22:13
link do post | comentar

Ruben Amorim na conferência de imprensa

  • Conferência de Imprensa

 

© SLBenfica

 

Para o polivalente jogador, o Benfica tem de apresentar-se diante da naval, na segunda-feira, com a mesma atitude que evidenciou diante do Everton. Com isso, e apesar de estar à espera de dificuldades, Ruben Amorim está certo que a equipa regressará às vitórias para o Campeonato.

«Espero um jogo difícil, como sempre, mas temos vindo a fazer bons jogos no Estádio da Luz e esperamos continuar assim. Agora, se não tivermos a mesma atitude que tivemos no jogo com o Everton, não conseguiremos vencer a Naval», afirmou o jogador, em declarações à Benfica TV.

«Sobretudo, queremos manter os nossos objectivos intactos. Queremos ganhar todas as competições em que participamos, mas sempre pensando jogo a jogo», vincou o jogador, que rejeita a possibilidade de a equipa entrar com algum relaxamento diante da Naval: «Os jogadores que estão no Benfica têm de estar sempre motivados. A pressão aqui é muita, por isso temos de pensar sempre em ganhar.»

E nem a ausência do melhor marcador da equipa, o paraguaio Cardozo (castigado), poderá servir de desculpa: «É um jogador que tem vindo a fazer muitos golos, que é o seu papel, mas o plantel é vasto e tenho a certeza que outro conseguirá marcar. Independentemente disso, interessa é o Benfica vencer.»
 

© SLBenfica


«A MINHA CARREIRA SERÁ A MÉDIO»

Diante do Everton, Ruben Amorim reapareceu no «onze» a lateral-direito, só depois subindo para médio. O jogador diz que tem tentado cumprir sempre que é chamado ao lado direito da defesa, mas... «A minha posição é no meio-campo, é aí que me sinto confortável e tenho a certeza que a minha carreira será feita nessa zona do campo», vincou.

 

In: A Bola

publicado por Frederica às 21:23
link do post | comentar



Uma iniciativa criada a 9 de Outubro de 2008 com o objectivo de todos os fãs/adeptos poderem mandar a sua mensagem ao Ruben juntou mais de 50 comentários com opiniões diversas e pessoais, as quais agradecemos desde já e que poderá ver AQUI. Devido a actualizações (quase) diárias, o mesmo foi desaparecendo aos poucos e deixando de ser principal notícia no Blog. Não querendo deixar a oportunidade de o Ruben saber e ler a vossa opinião, visto que é visitante deste espaço dedicado a ele, poderá sempre mandar uma mensagem para AQUI.




«Antes de mais quero agradecer a todos pelo apoio que voces têm dado ao Benfica e principalmente a mim. Sinceramente não tenho muito jeito para estas coisas mas também não existem palavras para dizer a força que me transmitem quando leio o que escrevem. Dito isto quero que me desculpem mas tenho de mandar um beijo especial à Frederica e espero um dia estar à altura da imagem que tu tens de mim.
Em breve terei um site e quero que saibas que terás um papel bastante activo nele.. Isto se quiseres, claro. Desculpem não ser de muitas palavras mas mais uma vez OBRIGADO.
Ruben Amorim»
26 de Março de 2009




• Nome Completo:
Ruben Filipe Marques Amorim
• Clube Actual:
Sporting Clube de Braga (emp. SLB)
• Data de Nascimento:
27 de Janeiro de 1985
• Idade:
27 anos
• Local de Nascimento:
Lisboa, Portugal
• Altura:
1,80m
• Peso:
77kg
• Posição:
Médio
• Camisola:
Número 5



• Percurso:
Camadas Jovens Sport Lisboa e Benfica, CAC Pontinha, Ginásio de Corroios, Belenenses, Sport Lisboa e Benfica, Sporting de Braga (actual, por empréstimo)
• Estreia na 1ª Divisão:
14 de Dezembro de 2003
Belenenses 2 vs 0 Alverca
1 minuto
• Treinador que o lançou: Vladislav Bogicevic
• Internacionalizações: Sub-19, Sub-21, Portugal B, Portugal
• 100º Jogo:
27 de Setembro de 2008
Benfica 2 vs 0 Sporting
45 minutos
• Antes do futebol:
Ruben começou por ser guarda-redes de hóquei de patins mas aos 9 anos optou pelo futebol de onze.




• Campeonato Nacional: 09/10 (SL Benfica)
• Taça da Liga: 08/09; 09/10 (SL Benfica)
• Eusébio Cup: 2009/2010 (SL Benfica)
• Torneio Cidade Guimarães: 08/09; 09/10; 10/11 (SL Benfica)
• Torneio de Amesterdão: 09/10 (SL Benfica)
• Torneio Guadiana: 09/10; 10/11 (SL Benfica)
• Albufeira Summer Cup: 10/11 (SL Benfica)
• Canada National Exhibition: 10/11 (SL Benfica)
Prémios Individuais:
• Jogador Jovem do Mês: Dezembro 2007 (Belenenses)


Photobucket
(clique para aumentar)
© RuiCosta_10

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral









AQUI poderá aceder a mais vídeos sobre Ruben Amorim, numa conta feita pela organização do Blog, onde se reunem golos, jogadas, conferências de imprensa e outros momentos.