Quarta-feira, 04 De Agosto,2010

Tottenham sai "King" da Luz

  • Crónica


 

© Maisfutebol

 

O Benfica fechou a pré-temporada com uma derrota, em casa (0-1), diante de um sólido Tottenham, que assim conquistou a terceira edição da Eusébio Cup. Depois de nove jogos de preparação a reforçarem um crescendo de optimismo nos adeptos, a segunda derrota, no único jogo em que a equipa ficou em branco, representou um brusco golpe de travão na euforia, como que a lembrar que as coisas a sério só agora vão começar.

 

Apesar dos preliminares a deixar um cheirinho a Liga dos Campeões, a primeira parte foi decepcionante. Jorge Jesus repetiu o onze que tinha triturado o Aston Villa dois dias antes, mas a dinâmica não se repetiu: a sucessão de jogos e a proximidade da estreia oficial tornavam muito difícil manter os níveis de andamento. E este Tottenham, possível adversário do Sp. Braga no play-off da Champions, tem muito mais qualidade e consistência do que os villains.

 

Assim, apesar de um lance promissor logo a abrir (passe a rasgar de Jara para remate cruzado de Cardozo) os primeiros 20 minutos expuseram a quase total incapacidade encarnada para as recuperações rápidas que ajudam a fazer a diferença. Por isso, foi sem aparente dificuldade que o Tottenham fez jogo igual, com o duelo de aceleras entre Coentrão e Lennon a resgatar um espectáculo aquém das expectativas.

 

Carlos Martins sempre no melhor

 

No entretanto, algumas indecisões de Roberto reacendiam interrogações antigas nos adeptos, e Ruben Amorim sentia dificuldades para estancar o seu flanco, devido às frequentes subidas de Bale, que originavam lances de dois para um. Pela positiva, Airton e Carlos Martins iam confirmando os créditos desta pré-temporada que bem podem valer-lhes a titularidade nos jogos a doer.

 

© Maisfutebol

 

Pertenceram, aliás, a Carlos Martins os raros toques a reunir. Primeiro num remate ao lado após amortecimento de Jara; depois num belo contra-ataque que iniciou e concluiu, com Saviola e Cardozo também na jogada. Gomes defendeu a bomba como pode, e a recarga de Saviola, ao lado, encerrou o lance mais bonito da primeira parte.

 

Esperava-se o crescimento do Benfica, mas a primeira parte terminava com o gigante Crouch a ameaçar a baliza de Roberto num cabeceamento cruzado após canto de Bale. Tudo somado, era curto para as expectativas, mas compreensível pelo contexto.

 

A lesão de Pedro Proença ao intervalo anunciou a previsível enchente de substituições. Entre reforçar a intensidade para tentar criar mais dificuldades ao Tottenham ou gerir esforços a pensar na Supertaça, a opção de Jesus era clara. E já depois de Cardozo ter desperdiçado a única oportunidade de que dispôs, o Tottenham puxou dos galões e chegou ao golo, num bom trabalho de, prolongado por um toque de magia de Giovani dos Santos. Bale, na cara de Moreira, não falhou (54 m).

 

Tornava-se impossível juntar o útil - o teste exigente - ao agradável - o resultado e a exibição - e Jorge Jesus prosseguia o plano inicial. Dos titulares, só ficava em campo Carlos Martins, por sinal o melhor de todos, em mais uma confirmação do adeus de Ramires. Sem surpresa, as substituições sucessivas tiraram ainda mais fluidez à equipa e permitiram ao Tottenham manter a situação sob controlo até ao fim.

In: Maisfutebol

 

© Maisfutebol

Benfica: Roberto; Ruben Amorim, Luisão, David Luiz e Fábio Coentrão; Airton, Carlos Martins e Aimar; Jara, Cardozo e Saviola.

Ainda jogaram: Moreira, Júlio César, Luís Filipe, Sidnei, Roderick, Fábio Faria, Javi Garcia, César Peixoto, Felipe Menezes, Weldon e Kardec.

Golos: -

Cartões Amarelos: -

Cartões Vermelhos: -

 

Tottenham: Gomes; Walker, Dawson, Corluka, Bale; Lennon, Jenas, Huddlestone e Modric; Giovani dos Santos e Crouch.

Ainda jogaram: Cudicini, Naughton, Rose, Naughton, Defoe e Kranjkar.

Golos: Bale (54min).

Cartões Amarelos: Jenas (63min).

Cartões Vermelhos: -

 

  • Avaliações


 

© LUSA
 

Record (2)

 

Ainda está longe da forma que evidenciou na época passada, fruto de a ter começado aos soluçoes e com problemas físicos. As maiores fragilidades notam-se no posicionamento e velocidade, onde sentiu dificuldades frente a Modric.

 

O Jogo

 

Adaptado a defesa-direito, sentiu alguns problemas para travar o lado esquerdo dos Spurs. E seria mesmo lateral deste lado a apontar o golo, aparecendo nas costas do lateral encarnado, que nas saídas para o ataque falhou passes em número anormal.

publicado por Frederica às 17:57
link do post | comentar
Segunda-feira, 02 De Agosto,2010

Benfica vence Torneio do Guadiana ao golear Aston Villa

  • Crónica


 

© Maisfutebol

  

O Benfica venceu a décima edição do Torneio do Guadiana, derrotando, neste domingo, o Aston Villa, por 4-1, com golos de David Luiz, Saviola (2) e Cardozo. Carew marcou pelos ingleses. Os encarnados conquistam o troféu pela quarta vez, sendo agora o clube mais vitorioso da competição.

 

Frente aos ingleses, Jorge Jesus voltou a testar o plano B, em 4x3x3, «com algumas nuances», como o próprio anunciou. Luisão começou a titular, no lugar de Sidnei, certamente já a pensar no jogo com o F.C. Porto, para a Supertaça. Airton, mais recuado, com Carlos Martins e Aimar mais adiantados, formaram um meio-campo dinâmico, no apoio ao trio de ataque: Cardozo, mais fixo, Saviola e Jara, mais móveis, caindo, quando necessário, nos flancos. Nas movimentações ofensivas, Fábio Coentrão foi o lateral com mais liberdade para subir, aparecendo então David Luiz a fechar o lado esquerdo da defesa com Airton a recuar para junto de Luisão.

 

Sempre em pressão alta, o Benfica teve muita bola na primeira parte, controlando o jogo desde o início, chegando sempre primeiro que o adversário, evidenciando já bons indicadores dos níveis físicos, como ficou demonstrado no primeiro golo, quando David Luiz antecipou-se a Delfouneso, à entrada do meio-campo, rematando depois com a bola a tocar em Dunne e a enganar o guarda-redes.

 

Os ingleses viam o Benfica jogar e, só por uma vez, aproximaram-se da baliza de Roberto: aos 23 minutos, por Albrighton, que entrou pela direita, rematando cruzado ao lado do poste esquerdo. O Benfica aparecia sempre com muitos jogadores nos últimos 30 metros e com muitas trocas de bola e de posição, que confundiam os ingleses. Não foi de estranhar então que o marcador se avolumasse, com Saviola e Cardozo a darem uma vantagem tranquila, antes do intervalo. 

 

Melhor recomeço de jogo não podia ter o Benfica, com Saviola a bisar, aos 50 minutos, aniquilando de vez o adversário. O argentino ainda acertaria no poste da baliza de Friedel, pouco depois. Jesus estava descansado com o resultado e com a exibição da equipa, começando a rodar jogadores, mas sem mexer no esquema delineado, apesar da entrada de Gaitán. O argentino ocupou um dos lugares da frente, trocando várias vezes de posição com Jara, ficando Kardec mais fixo. As substituições tiraram intensidade ao Benfica e os ingleses aproveitaram para subir no terreno. Carew, aos 69 minutos, amenizou a derrota, falhando pouco depois nova oportunidade para marcar, salva por David Luiz, em cima da linha de golo.

In: Maisfutebol

 

© Maisfutebol



Benfica: Roberto; Ruben Amorim, Luisão, David Luiz e Fábio Coentrão; Carlos Martins, Airton e Jara; Saviola, Aimar e Cardozo.

Ainda jogaram: Luís Filipe, Sidnei, Javi García, Gaitan, César Peixoto, Kardec.

Golos: David Luiz (10min), Saviola (36min, 50min), Cardozo (43min).

Cartões Amarelos: -

Cartões Vermelhos: -

 

 

Aston Villa: Brad Friedel; Luke Young, Carlos Cuéllar (Curtis Davies, 12), Richard Dunne e Shorey (Downing, 46); Marc Albrighton (Weinmann, 83), Stilyan Petrov, Steve Sidwell e Ashley Young (Warnock, 46); Nathan Delfouneso (Carew, 57) e Emile Heskey (Reo-Coker, 46).

Ainda jogaram: Curtis Davies, Downing, Warnock, Reo-Coker, Carew, Weinmann.

Golos: Carew (69min).

Cartões Amarelos: Richard Dunne (42min), Silyan Petrov (45min), Marc Albrighton (66min).

Cartões Vermelhos: -

  • Avaliações


 

© Maisfutebol

 

Record (3)

 

Assemelhou-se a uma seta apontada ao último terço do terreno. Evoluiu quase sempre no meio-campo do Aston Villa, revelando algum protagonismo no processo de contrução ofensivo.

 

O Jogo

 

Entendimento perfeito com Carlos Martins e uma jogada de fino recorte em que intervieram, também, Aimar e Saviola. Sem problemas defensivos, viu-se mais na construção dos lances de ataque.

publicado por Frederica às 20:41
link do post | comentar



Uma iniciativa criada a 9 de Outubro de 2008 com o objectivo de todos os fãs/adeptos poderem mandar a sua mensagem ao Ruben juntou mais de 50 comentários com opiniões diversas e pessoais, as quais agradecemos desde já e que poderá ver AQUI. Devido a actualizações (quase) diárias, o mesmo foi desaparecendo aos poucos e deixando de ser principal notícia no Blog. Não querendo deixar a oportunidade de o Ruben saber e ler a vossa opinião, visto que é visitante deste espaço dedicado a ele, poderá sempre mandar uma mensagem para AQUI.




«Antes de mais quero agradecer a todos pelo apoio que voces têm dado ao Benfica e principalmente a mim. Sinceramente não tenho muito jeito para estas coisas mas também não existem palavras para dizer a força que me transmitem quando leio o que escrevem. Dito isto quero que me desculpem mas tenho de mandar um beijo especial à Frederica e espero um dia estar à altura da imagem que tu tens de mim.
Em breve terei um site e quero que saibas que terás um papel bastante activo nele.. Isto se quiseres, claro. Desculpem não ser de muitas palavras mas mais uma vez OBRIGADO.
Ruben Amorim»
26 de Março de 2009




• Nome Completo:
Ruben Filipe Marques Amorim
• Clube Actual:
Sporting Clube de Braga (emp. SLB)
• Data de Nascimento:
27 de Janeiro de 1985
• Idade:
27 anos
• Local de Nascimento:
Lisboa, Portugal
• Altura:
1,80m
• Peso:
77kg
• Posição:
Médio
• Camisola:
Número 5



• Percurso:
Camadas Jovens Sport Lisboa e Benfica, CAC Pontinha, Ginásio de Corroios, Belenenses, Sport Lisboa e Benfica, Sporting de Braga (actual, por empréstimo)
• Estreia na 1ª Divisão:
14 de Dezembro de 2003
Belenenses 2 vs 0 Alverca
1 minuto
• Treinador que o lançou: Vladislav Bogicevic
• Internacionalizações: Sub-19, Sub-21, Portugal B, Portugal
• 100º Jogo:
27 de Setembro de 2008
Benfica 2 vs 0 Sporting
45 minutos
• Antes do futebol:
Ruben começou por ser guarda-redes de hóquei de patins mas aos 9 anos optou pelo futebol de onze.




• Campeonato Nacional: 09/10 (SL Benfica)
• Taça da Liga: 08/09; 09/10 (SL Benfica)
• Eusébio Cup: 2009/2010 (SL Benfica)
• Torneio Cidade Guimarães: 08/09; 09/10; 10/11 (SL Benfica)
• Torneio de Amesterdão: 09/10 (SL Benfica)
• Torneio Guadiana: 09/10; 10/11 (SL Benfica)
• Albufeira Summer Cup: 10/11 (SL Benfica)
• Canada National Exhibition: 10/11 (SL Benfica)
Prémios Individuais:
• Jogador Jovem do Mês: Dezembro 2007 (Belenenses)


Photobucket
(clique para aumentar)
© RuiCosta_10

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral









AQUI poderá aceder a mais vídeos sobre Ruben Amorim, numa conta feita pela organização do Blog, onde se reunem golos, jogadas, conferências de imprensa e outros momentos.