Quinta-feira, 27 De Janeiro,2011

PARABÉNS, Ruben!

  • Blog 

 

 

Neste dia especial em que o protagonista deste Blog faz 26 anos gostaríamos de deseja ao Ruben as maiores felicidades, na esperança que tenha tido (já que o dia já está quase a acabar) um excelente dia na companhia de todos os que mais ama. É um aniversário diferente e difícil, por isso aproveitamos para desejar, mais uma vez, as melhoras rápidas e bem sucedidas da lesão. Este novo ano não começou como se queria, mas vai acabar bem e com a força que tens dentro de ti, que é enorme!

 

MUITOS PARABÉNS!

 

 

Agradecer-te por tudo o que és é tornar-me repetitiva.

Sabe-lo melhor do que ninguém,

mas nunca te esqueças: és o maior!

 


 

CONTINUEM A MANDAR AS VOSSAS MENSAGENS DE APOIO. PARA O FAZER BASTA CARREGAR AQUI!

publicado por Frederica às 22:58
link do post | comentar | ver comentários (5)
Sexta-feira, 21 De Janeiro,2011

Mensagens de apoio a Ruben Amorim

  • Blog

 

 

Com a época em risco e uma longa recuperação pela frente, decidimos abrir mais um espaço de mensagens para que possa deixar o seu apoio ao número 5 do Benfica.

 

Como o Ruben é visitante regular do Blog, não deixe de escrever aqui a sua mensagem de apoio.

 

Assim, esta longa paragem poderá ser levada com muita força, apoio e energias positivas de todos os visitantes do nosso espaço.

 


 

 

vamos superar isto com a força que só tu tens.

sempre. 

publicado por Frederica às 22:16
link do post | comentar | ver comentários (26)

O que escrevem sobre Ruben

  • Imprensa

 

Ruben Amorim trabalhou com Jorge Jesus no Belenenses e tornou-se num dos jogadores prediletos do técnico que reencontrou no Benfica.

Se eu fosse treinador também não prescindiria dos serviços de Amorim, desde logo pela sua polivalência, depois pela paixão e entrega ao jogo, e finalmente – ou talvez mesmo principalmente – pela personalidade que tem demonstrado.

Ao contrário de muitos colegas de trabalho, do Benfica e de outros emblemas, que não têm opinião sobre nada ou que receiam até abrir a boca sobre o que quer que seja, o médio-centro-direito-esquerdo ou lateral encarnado não só fala quando é preciso, como se mostra claro no discurso e firme na forma como reforça um espírito de camaradagem idêntico à capacidade de entreajuda que exibe em campo.

Prejudicado pelos interesses da equipa, Ruben Amorim é uma luz de coragem e profissionalismo que dá gosto apreciar e valorizar. O futebol português precisa de outros como ele, que nos compensem do muito que temos de sofrer com os maus exemplos do costume. 

In: Record, 13 de Janeiro de 2011

 

 

Nunca foi um virtuoso, não será craque de marcar golos de letra ou com pontapés de bicicleta, nem sequer é titular do Benfica. E no entanto, Ruben Amorim é um daqueles jogadores que são fundamentais em qualquer equipa que queira lutar por títulos. Joga em várias posições sem fazer má cara, assume que isso o prejudica sem fazer dramas, não arma crises se ficar no banco. Quique Flores e Jorge Jesus, os dois técnicos que o orientaram no Benfica, tinham essa opinião. Por isso usaram a sua inteligência em campo para colmatar algumas falhas da equipa.

A ausência do internacional português até final da época é por isso um sério problema para os encarnados. Primeira alternativa a Maxi Pereira na lateral direita, mas também opção válida para o meio-campo, Ruben Amorim irá seguramente fazer falta. Talvez a sua ausência o ajude a ter o reconhecimento que realmente merece.

 

In: O Jogo, 19 de Janeiro de 2011

publicado por Frederica às 21:28
link do post | comentar | ver comentários (3)
Quinta-feira, 20 De Janeiro,2011

Ruben não é esquecido

  • Fora das quatro linhas 

 

GOLO DE JAVI PARA AMORIM

 

O primeiro golo dos encarnados teve uma dedicatória especial. Assim que marcou, Javi García dirigiu-se de imediato para o banco de suplentes onde estava devidamente guardada a camisola de Ruben Amorim. Recorde-se que o internacional português, de 25 anos, foi alvo de uma intervenção cirúrgica, e corre o risco de não voltar a jogar na presente temporada. David Luiz, que ontem assumiu a função de capitão da equipa, fez questão de apontar para o locar do recinto desportivo onde o seu companheiro assistiu às incidências da partida.*  Um gesto que diz tudo.

 

In: Record

  

*informação errada; Ruben

não foi ao estádio ver o jogo pois

foi operado no dia anterior.

 

© Maisfutebol   

ALTA

 

Ruben Amorim deixou ontem o hospital, despois da operação aos joelhos. À sua espera estava a mãe e o fisioterapeuta Telmo Firmino.

In: O Jogo

publicado por Frederica às 19:35
link do post | comentar
Quarta-feira, 19 De Janeiro,2011

Época em risco

  • Fora das quatro linhas 

 

 

Ruben Amorim pode ter feito o último jogo da época em Coimbra, no passado fim-de-semana. O médio foi ontem submetido a uma intervenção cirúrgica aos joelhos para debelar uma mazela que o atormenta já há algum tempo: uma tendinose rotuliana bilateral crónica.

O internacional português, de 25 anos, esteve afastado da competição durante várias semanas, já esta temporada, na tentativa de efectuar um tratamento preventivo para afastar as dores e minimizar a necessidade de cirurgia. Ainda assim, e na sequência de novas queixas apresentadas durante o jogo com a Académica, no passado domingo, o departamento clínico optou, depois de novos exames, recorrer a um tratamento correctivo de forma a debelar por completo uma situação que tem afectado a carreira do médio ao longo desta temporada.

O jogador foi operado no Hospital de Sant´Ana, na Parede, pelo director clínico dos encarnados, o médico António Martins, e, segundo informação do clube, o processo decorreu «sem complicações».

A recuperação poderá arrastar-se, agora, até aos três meses, até porque foi operado a ambos os joelhos. Ruben Amorim tem 18 presenças, em todas as competições, efectuadas nesta temporada com 974 minutos disputados. Tem sido um dos jogadores mais polivalentes para Jorge Jesus, utilizado em diferentes sectores.

In: A Bola

publicado por Frederica às 16:27
link do post | comentar
Terça-feira, 18 De Janeiro,2011

Ruben Amorim operado

  • Fora das quatro linhas

 

 

Ruben Amorim foi operado esta terça-feira a uma «tendinose rotuliana bilateral», informou o Benfica.

Em breve nota emitida no site do clube, lê-se que «após tratamento conservador a uma tendinose rotuliana bilateral e apesar da considerável melhoria conseguida, o atleta Ruben Amorim manteve sintomatologia, pelo que se optou pela terapêutica cirúrgica efectuada esta terça-feira pelo Dr. António Martins, no hospital Sant'Ana, e que decorreu sem complicações».

Os encarnados não fazem qualquer referência ao período estimado de paragem do atleta, que foi o único ausente do treino desta tarde, o derradeiro antes do jogo da Taça da Liga com o Olhanense. A sessão assinalou a estreia de Jardel de águia ao peito.

 

In: A Bola

 

FORÇA!

publicado por Frederica às 18:53
link do post | comentar
Segunda-feira, 17 De Janeiro,2011

Benfica vence à margem mínima na deslocação a Coimbra

  • Crónica

 

© GettyImages

 

A vitória encarnada pintou-se com cores graves e uma Mancha enorme. Será o triunfo da capacidade de sofrimento, dirá Jorge Jesus. Talvez. Fica, para a história, uma arbitragem fraquíssima e uma Briosa do tamanho do Mundo. O Benfica foi perdulário e ganhou pela margem mínima. Suficiente, apenas.

A Académica entrou em campo com protestos pelo Metro do Mondego. Causa nobre, desde logo associada a outro protesto, com meros 19 minutos de jogo. Desta vez, contra um metro de Saviola, a medida estimada do fora-de-jogo no primeiro golo encarnado.

As contas são feitas por alto, mas não restam a mínima percentagem de dúvida, quanto à posição do Conejo no momento do remate de Cardozo. Bola parada, auxiliar no enquadramento do lance, erro gravíssimo e incompreensível.

A bola disparada pelo Tacuara desviou no corpo do argentino (parece braço, mas involuntário) e entrou. Sexto jogo consecutivo de Saviola a marcar! Não fosse a indesejada intromissão de Elmano Santos nos momentos decisivos, reclamaria maior protagonismo.

Um meio cheio de nada

Até aqui, assistira-se a um duelo interessante. O Benfica comprovava o bom momento com uma entrada forte, um futebol alegre e ofensivo. A Briosa depositava todas as esperanças num belo trio de ataque, procurando disfarçar a disparidade de qualidade na comparação com os restantes sectores.

A meio-campo, nada. Airton parecia ter engatado uma mudança mais baixa, em relação aos seus companheiros. Diogo Melo e Bischoff faziam ainda pior, cavando igualmente um fosso para a respectiva defesa. Ou seja, quatro para quatro quando o Benfica atacava, três para três ou quatro nas respostas estudantis.

A chave do encontro seria esta, pensou-se. Mas Elmano Santos estragou a festa, uma vez mais. Vítor Pereira vê um jogo mau a cada fim-de-semana. Entre Alvalade e Coimbra, 24 horas apenas, vimos duas. Péssimas.

 

© GettyImages


Chutos e pontapés na lei do juíz

A equipa de arbitragem, num jogo com vários condimentos de real interesse, entrou numa espiral de erros e não conseguiu evitar a tal sensação de compensação. Fábio Coentrão, por exemplo, viu um amarelo por simular um penalty que realmente sofreu. Mais um lance capital.

À terceira, o benefício da dúvida. 37 minutos. Bola pelo ar no centro do terreno e Pape Sow, com a cabeça não se sabe onde, salta estapafurdiamente com o pé à altura dos ombros de Cardozo. Foi lá que acertou, ou o resultado seria dramático. Cartão vermelho. Medida dura e penalizadora em termos desportivos, aceitável na análise disciplinar.

Assim, passou-se uma parte a pensar no juiz, desejavelmente discreto. Esqueceu-se a brilhante defesa de Roberto, quando Fidalgo ameaçou verdadeiramente o empate, esqueceu-se a raça de Diogo Valente à esquerda, mais um punhado de oportunidades falhadas do Benfica.

Mancha enorme na sonolência encarnada

A etapa complementar prometia espectáculo vermelho. A equipa de Jorge Jesus gozava um belo momento, a Académica estava reduzida a dez e José Guilherme tirara o goleador Fidalgo para recompor a defesa. E então, o velho Benfica, aquele dos maus momentos, relaxado e arrogante.

Alicerçada num ataque com dois extremos rapidíssimo, mais dois médios com pontapé forte, a formação local conseguiu assustar a Bela Adormecida, confortavelmente iludida. Em dois minutos (68 e 69), o 1-1 ficou à distância de centímetros, com um poste pelo caminho. Jesus esbracejava, fazia tocar o despertador.

Agressivo, antes apático, o onze (terminaria com dez, Coentrão expulso ao minuto 89) encarnado cheirou o segundo golo. Luisão atirou ao poste, Cardozo falhou vários, tantos que a vitória parecia garantida sem nunca o ser.

A incerteza perdurou até ao apito final, o tal som que ecoou com desacerto ao longo da noite. Pelo meio, mais bases para um eventual castigo máximo, por mão na bola na área da Académica.

In: Maisfutebol

 

 

 

  

© GettyImages

  

Académica: Peiser; Pedrinho, Pape Sow, Markus Berger, Hélder Cabral; Diogo Gomes, Diogo Melo, Amaury Bischoff; Sougou, Miguel Fidalgo, Diogo Valente.
Ainda jogaram: Luiz Nunes (Miguel Fidalgo, 39min), Laionel (Diogo Valente,78min), Júnior Paraíba (Sougou, 81min).
Golos: -
Cartões Amarelos: Amaury Bischoff (17min), Hélder Cabral (20min).
Cartões Vermelhos: Pape Sow (36min).

 

Benfica: Roberto; Ruben Amorim, Luisão, David Luiz, Fábio Coentrão; Airton; Salvio, Carlos Martins, Nico Gaitán; Saviola, Cardozo.
Ainda jogaram: Pablo Aimar (Carlos Martins, 66min), Franco Jara (Saviola, 81min), Maxi Pereira (Ruben Amorim, 87min).
Golos: Saviola (19min).

 


Cartões Amarelos: David Luiz (30min), Fábio Coentrão (35min).
Cartões Vermelhos: Fábio Coentrão (90min).

 

  • Avaliações

 

 

© Maisfutebol

 

Record (3)

 

Apareceu no onze titular para dar alguma frescura à equipa, em vez de Maxi Pereira. Missão difícil com Diogo Valente, mas cumprida sem grandes dificuldades. Saiu em cima do final, por cansaço.

 

O Jogo (5)

 

Esteve demasiado permissivo perante Diogo Valente. Só com um remate - e quando tinha colegas em melhor posição - a assinalar a sua presença ofensiva, vincou que a principal vantagem de jogar ali é o facto de Maxi poder descansar.

 

 

 

publicado por Frederica às 22:50
link do post | comentar
Quarta-feira, 12 De Janeiro,2011

Benfica goleia Olhanense por 5-0

  • Crónica

 


 

 

® Daylife 

 

Jardel é sinónimo de golo, pelo menos em Portugal, mas aquele que se prepara para jogar de águia ao peito até é defesa. De facto, este Benfica não parece estar a precisar de um goleador. A passagem aos quartos-de-final da Taça de Portugal foi confirmada com uma goleada ao Olhanense (5-0), resultado que comprova o bom momento da equipa de Jorge Jesus,

Foi a quinta vitória consecutiva do Benfica, que neste ciclo em vigor soma dezassete golos marcados (quase três golos e meio por jogo, em média), e apenas dois sofridos. A fábrica de golos parece estar reaberta.

Os suspeitos do costume, a abrir caminho

Em aparente trânsito de um clube para o outro, Jardel acabou por ver o jogo nas bancadas da Luz, bem menos compostas do que é habitual. O ambiente, mais frio, acabou por contagiar o jogo, disputado a um ritmo lento, mas o Benfica dominou desde o início, sem que o Olhanense abdicasse do seu futebol aberto. Os remates apareciam em ambas as balizas, mas com claro ascendente das «águias», mesmo com três novidades no «onze» (Júlio César, Ruben Amorim e Airton fizeram descansar Roberto, Maxi e Javi García).

 

® Daylife


Cardozo só não inaugurou o marcador logo ao quarto minuto porque Ricardo Batista mostrou reflexos, e três minutos depois Coentrão rematou ligeiramente ao lado. Pelo meio houve reacção algarvia, pelo capitão Rui Duarte.

Foi no espaço de seis minutos que o Benfica conseguiu dois golos de vantagem, apontados pelos principais responsáveis pelo bom momento da equipa: Saviola inaugurou o marcador ao minuto 21, Salvio aumentou a contagem aos 27, com mais um belo remate cruzado. Um belo chapéu de Cardozo deixou a eliminatória arrumada ainda antes do descanso (40m).

Na Luz o sinónimo de golo é outro

A segunda parte foi apenas para cumprir o protocolo, com Aimar no lugar de Carlos Martins logo no reatamento. Com a equipa do Olhanense já rendida às evidências (esteve ainda mais distante do golo), e a precisar de reforços para compensar as saídas, o Benfica ainda conseguiu mais dois tentos.

Luisão avançou para a goleada, ao minuto 62, e Cardozo mostrou que, na Luz, mesmo com um Jardel a caminho, o sinónimo de golo é ele (80m).

In: Maisfutebol

 

 

® Daylife 

 

Benfica: Júlio César; Ruben Amorim, Luisão, David Luiz, Fábio Coentrão; Airton; Salvio, Carlos Martins, Nico Gaitán; Saviola, Cardozo.
Ainda jogaram: Aimar (Carlos Martins, 46min), Alan Kardec (Saviola, 64min), Maxi Pereira (Fábio Coentrão, 77min).
Golos: Saviola (21min), Salvio (27min), Cardozo (40min, 80min), Luisão (62min).
Cartões Amarelos: Fábio Coentrão (29min), Luisão (38min), Cardozo (52min).
Cartões Vermelhos: -

 

Olhanense: Ricardo Baptista; João Gonçalves, Maurício, Mexer, Ismaily; Rui Duarte, Fernando Alexandre, Cadu Silva; Jorge Gonçalves, Adilson, Paulo Sérgio.
Ainda jogaram: Nuno Piloto (Jorge Gonçalves, 59min), Yontcha (Adilson, 65min), Lulinha (Fernando Alexandre, 73min),
Golos: -
Cartões Amarelos: Maurício (22min)
Cartões Vermelhos: -

 

  • Avaliações 

 

® Daylife 

Record (3)

 

Diz ser médio-centro, mas não renega outras funções. Como lateral-direito, foi pendular, anulando Paulo Sérgio. Na segunda parte, sem um adversário directo, teve tempo e espaço para subir amiúde e ajudar no ataque.

 

O Jogo (6)

 

Apesar de pequenino, Paulo Sérgio é um tecnicista irrequieto. Ruben conseguiu metê-lo no bolso com toda a facilidade principal tarefa que Jesus lhe destinou.

publicado por Frederica às 20:19
link do post | comentar
Segunda-feira, 10 De Janeiro,2011

Resultados e avaliações dos últimos jogos de Ruben Amorim

  • Crónicas

 

 

Benfica 2 x 0 Olhanense

(Cardozo, Saviola)

3 de Dezembro de 2010

 

Correio da Manhã

Ainda à procura de ritmo competitivo, teve poucas chances na direita.

 

 

Benfica 1 x 2 Shalke 04

(Luisão; Jurado, Howedes)

7 de Dezembro de 2010

 

Correio da Manhã

Era dos médios mais aguerridos até ‘inventar’ um corte defeituoso na jogada em que o Schalke abriu o marcador. Melhor como lateral-direito.

 

 

Benfica 2 x 0 Braga

(Saviola, Aimar)

11 de Dezembro de 2010

 

 

Benfica 5 x 2 Rio Ave

(Aimar, Saviola (2), Salvio (2); João Tomás (2))

18 de Dezembro de 2010

 

O Jogo

Rendeu Aimar e na retina fica um corte sobre a esquerda a evitar complicações.

 

Correio da Manhã

Entrou para médio-esquerdo, posição onde não está, definitivamente, à-vontade.

 

 

Benfica 2 x 0 Marítimo

(Salvio, Saviola)

2 de Janeiro de 2011

 

Record (1)

Deu apoio a Airton no miolo.

 

O Jogo (5)

Se o Marítimo já poucas oportunidades tinha de operar a reviravolta, com a sua entrada estas acabaram de vez. Colou-se a Airton e conquistou o meio-campo, tendo recuperado muitas bolas.

 

 

 

U. Leiria 0 x 3 Benfica

(Saviola, Nico Gaitán, Cardozo)

9 de Janeiro de 2011

  

Record (3)

Entrou  bem no jogo, a suster algum perigo que a União de Leiria tentava criar pela direita e a tempo de inciar o lance do 2º. golo.

  

O Jogo (5)

Entrou bem, deu consistência ao meio-campo e, perto do final, até esteve perto de marcar, não fosse o bom corte do adversário.

 

Fotos: Daylife

Mais uma vez pedimos desculpa pela demora da actualização das notícias.

publicado por Frederica às 20:10
link do post | comentar | ver comentários (3)



Uma iniciativa criada a 9 de Outubro de 2008 com o objectivo de todos os fãs/adeptos poderem mandar a sua mensagem ao Ruben juntou mais de 50 comentários com opiniões diversas e pessoais, as quais agradecemos desde já e que poderá ver AQUI. Devido a actualizações (quase) diárias, o mesmo foi desaparecendo aos poucos e deixando de ser principal notícia no Blog. Não querendo deixar a oportunidade de o Ruben saber e ler a vossa opinião, visto que é visitante deste espaço dedicado a ele, poderá sempre mandar uma mensagem para AQUI.




«Antes de mais quero agradecer a todos pelo apoio que voces têm dado ao Benfica e principalmente a mim. Sinceramente não tenho muito jeito para estas coisas mas também não existem palavras para dizer a força que me transmitem quando leio o que escrevem. Dito isto quero que me desculpem mas tenho de mandar um beijo especial à Frederica e espero um dia estar à altura da imagem que tu tens de mim.
Em breve terei um site e quero que saibas que terás um papel bastante activo nele.. Isto se quiseres, claro. Desculpem não ser de muitas palavras mas mais uma vez OBRIGADO.
Ruben Amorim»
26 de Março de 2009




• Nome Completo:
Ruben Filipe Marques Amorim
• Clube Actual:
Sporting Clube de Braga (emp. SLB)
• Data de Nascimento:
27 de Janeiro de 1985
• Idade:
27 anos
• Local de Nascimento:
Lisboa, Portugal
• Altura:
1,80m
• Peso:
77kg
• Posição:
Médio
• Camisola:
Número 5



• Percurso:
Camadas Jovens Sport Lisboa e Benfica, CAC Pontinha, Ginásio de Corroios, Belenenses, Sport Lisboa e Benfica, Sporting de Braga (actual, por empréstimo)
• Estreia na 1ª Divisão:
14 de Dezembro de 2003
Belenenses 2 vs 0 Alverca
1 minuto
• Treinador que o lançou: Vladislav Bogicevic
• Internacionalizações: Sub-19, Sub-21, Portugal B, Portugal
• 100º Jogo:
27 de Setembro de 2008
Benfica 2 vs 0 Sporting
45 minutos
• Antes do futebol:
Ruben começou por ser guarda-redes de hóquei de patins mas aos 9 anos optou pelo futebol de onze.




• Campeonato Nacional: 09/10 (SL Benfica)
• Taça da Liga: 08/09; 09/10 (SL Benfica)
• Eusébio Cup: 2009/2010 (SL Benfica)
• Torneio Cidade Guimarães: 08/09; 09/10; 10/11 (SL Benfica)
• Torneio de Amesterdão: 09/10 (SL Benfica)
• Torneio Guadiana: 09/10; 10/11 (SL Benfica)
• Albufeira Summer Cup: 10/11 (SL Benfica)
• Canada National Exhibition: 10/11 (SL Benfica)
Prémios Individuais:
• Jogador Jovem do Mês: Dezembro 2007 (Belenenses)


Photobucket
(clique para aumentar)
© RuiCosta_10

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral









AQUI poderá aceder a mais vídeos sobre Ruben Amorim, numa conta feita pela organização do Blog, onde se reunem golos, jogadas, conferências de imprensa e outros momentos.