Terça-feira, 29 De Novembro,2011

Amorim só não sai se Vieira o travar

  • Mercado

 

© Paulo Calado (editado)

 

Mercado não lhe falta, vontade de sair muito menos, Ruben Amorim só não abandonará o Benfica em Janeiro se Luís Filipe Vieira não der mesmo o seu aval. O jogador já há muito tempo que está insatisfeito no clube encarnado - quer jogar mais - e tem clubes interessados. Nos últimos dias, foi notícia que está a ser seguido pelo Marselha, mas "O Jogo" sabe que os clubes, nesta altura, com maiores probabilidades de avançarem com a proposta são de Itália e Grécia. Há forte interesse de um clube italiano de meio da tabela e também de um dos "grandes" helénicos. Para além de sondagens de Espanha e Inglaterra.

 

Jorge Jesus e Vieira é que não deverão estar pelos ajustes em fazer o gosto ao internacional luso, que está farto de ser suplente. Embora não seja opção regular, Amorim tem um importante papel, dado que faz várias posições. É uma espécie de bombeiro, com a vantagem de cumprir sempre o que lhe é pedido. Além disso, é português e isso é um valor acrescido no que toca às inscrições na UEFA. Se Amorim sair, só poderá entrar outro português no seu lugar. E há ainda a predileccção do presidente pelo jovem, que é benfiquista e sempre viveu empenhado em transmitir a mística do clube, portanto, com perfil para futuro capitão.

 

In: O Jogo

publicado por Frederica às 00:14
link do post | comentar | ver comentários (1)
Domingo, 27 De Novembro,2011

Ruben Amorim seguido pelo Marselha

  • Mercado

 

 

Ruben Amorim está a ser seguido pelo Marselha, que estuda a possibilidade de avançar para a contratação do polivalente futebolista já na próxima reabertura de mercado, em Janeiro. A notícia foi avançada pelo sítio "Topmercado.com", que indica mesmo a disponibilidade dos responsáveis gauleses em apresentarem uma proposta no valor de três milhões de euros pelo camisola 5.

 

"O Jogo" sabe que a possibilidade de mudar de ares seduz o futebolista, que recentemente chegou a revelar o deu descontentamento pelas escassas oportunidades, com o Marselha a encarar com bastante agrado a versatilidade de Ruben Amorim, que poderia ser um importante reforço para Didier Deschamps. Ainda segundo a notícia, o clube francês já espiou várias vezes os jogos do Benfica, tendo seguido atentamente, por exemplo, a actuação do atleta frente ao Beira-Mar.

 

In: O Jogo

publicado por Frederica às 21:07
link do post | comentar

Benfica vence (1-0) Sporting e torna-se invicto na Europa

  • Crónica

 

© Maisfutebol

 

O filme de Março repetiu-se na Luz. Um golo de Javi García decidiu o «derby», tal como tinha acontecido no último duelo, então para a Taça da Liga. A saída precoce de Cardozo podia ter alterado o argumento, mas o Benfica suportou até final a pressão sportinguista e garantiu um final feliz para as suas cores.

A nota artística pode não ter sido a esperada, mas em emoção o «derby» não ficou a dever nada à história. As «águias continuam imbatíveis, no topo da tabela, e quebram a série vitoriosa do rival, que ainda assim confirmou que é agora um adversário muito mais forte.

A bola parada como alternativa ao futebol directo

Não foi apenas nas surpresas (Jardel e Carriço) que Jesus e Domingos estiveram em sintonia. Ambos os técnicos apostaram na pressão alta como forma de condicionar a construção de jogo do adversário, o que acabou por gerar muito futebol directo.

O Sporting aceitou mais facilmente a necessidade de ser pragmático, criando a primeira ocasião de perigo aos seis minutos, com Wolfswinkel a cabecear ao lado, após cruzamento de Capel. O Benfica respondeu em estilo, com Aimar a cobrar um canto para a entrada da área e Gaitán a rematar de primeira ao poste.

Motivados pela presença na bancada do seleccionador holandês, Schaars e Wolfswinkel criaram a segunda ocasião para a formação leonina, mas o médio atirou ao lado, de pé direito (15m). Pouco depois surge a primeira contrariedade para Domingos, que se viu obrigado a lançar Carrillo no lugar do lesionado Matías (27).O peruano até dispôs de uma boa ocasião para marcar, ao minuto 37, mas acabaria por ser o Benfica a chegar à vantagem antes do intervalo.

 

© Maisfutebol


Perante o excesso de futebol directo, o golo surgiu de bola parada. Aimar cobrou um canto na esquerda e Javi García desviou ao primeiro poste (42m).

Cardozo faz sofrer os colegas

A vantagem permitia que o Benfica ficasse à espreita do erro do rival, na segunda parte, mas Cardozo empurrou a equipa para trás. Mais do que Jesus desejaria, certamente. Poucos minutos depois de ter desperdiçado a oportunidade para aumentar a vantagem (Rui Patrício faz uma grande defesa, mas o paraguaio perde muito tempo), «Tacuara» viu o segundo amarelo por protestos, e deixou a equipa em inferioridade numérica (62m).

Logo depois o Sporting teve soberana ocasião para marcar, mas Elias atirou ao lado (65m). O lance nasceu de uma rara distracção de Artur, que pouco antes tinha negado o golo ao compatriota com uma espantosa intervenção.

Jesus respondeu à expulsão com a entrada de Rodrigo para o lugar de Aimar, organizando a equipa em 4x4x1, e Domingos incutiu maior capacidade ofensiva com a troca de Carriço por André Santos. Os instantes finais foram de pressão sportinguista e sofrimento benfiquista, mas o golo de Javi García acabou por prevalecer. Gaitán ainda atirou uma bola à trave e Elias e Artur travaram o último capítulo do duelo particular a um minuto do fim, mas o remate saiu à figura.

In: Maisfutebol

 

© Maisfutebol

 

Benfica: Artur Moraes; Emerson, Jardel, Garay, Maxi Pereira; Axel Witsel, Javi García; Bruno César, Pablo Aimar, Gaitán; Cardozo.
Ainda jogaram: Rodrigo (Pablo Aimar, 66min), Ruben Amorim (Bruno César, 68min) e Nolito (Gaitán, 86min).
Golos: Javi García (41min).
Cartões Amarelos: Pablo Aimar (45min), Cardozo (48min e 62min).
Cartões Vermelhos: Cardozo (62min, acumulação de amarelos).

 

Sporting: Rui Patrício; João Pereira, Oneywu,Polga, Insúa; Elias, Daniel Carriço, Schaars; Matías Fernandez, Van Wolfswinkel, Diego Capel.
Ainda jogaram: Carrillo (Matías Fernandez, 27min), André Santos (Daniel Carriço, 66min) e Bojinov (Insúa, 80min).
Golos: -
Cartões Amarelos: Elias (2min), Daniel Carriço (20min), Van Wolfswinkel (48min), Carrillo (79min), André Santos (83min) e Schaars (86min).
Cartões Vermelhos: -

 

  • Avaliações

 

© Maisfutebol

 

Record (3)

Quando abrimos a caixa do correio encontramos, por vezes, cartões de pessoas que arranjam tudo e mais alguma coisa, desde torneiras que pingam a estores encravados. Ruben é um desses profissionais! Executou na perfeição a ordem que lhe foi transmitida, ajudando a equipa a resistir.

 

O Jogo (5)

Sabia para o que ia e desempenhou o papel que lhe pediram de forma perfeita. Escondeu a bola e lutou até à exaustão quando o meio-campo do Sporting tomou conta do jogo.

 

A Bola (6)

O Sporting insistia pelo lado esquerdo, Maxi Pereira acusava natural desgaste na sequência de inumeros lances divididos com Capel e Schaars. Era, por isso, necessário estancar a saída de jogo dos leões. Aposta certeira, com o médio a ssumir várias tarefas tácticas (um verdadeiro camaleão) e a conseguir levar a bola para o meio-campo adversário.

publicado por Frederica às 20:09
link do post | comentar
Sexta-feira, 25 De Novembro,2011

Convocados para o derby na Luz

  • Antevisão - Liga Zon Sagres, 11º Jornada

 

 

© Facebook "Sport Lisboa e Benfica"

 

Luisão foi convocado à condição para o dérbi com o Sporting, a disputar no sábado às 20 e 15. O capitão encarnado efetuará um teste no dia do jogo, que determinará a possibilidade de ser utilizado.

 

Javier Saviola e Rodrigo Mora são novidade nos 20 convocados de Jorge Jesus depois de terem estado ausentes dos eleitos para Old Trafford.

 

Os portugueses Mika, Luís Martins e Nelson Oliveira ficaram todos de fora por opção técnica.

 

LISTA DE CONVOCADOS

 

Guarda-redes: Artur e Eduardo;

Defesas: Miguel Vítor, Jardel, Luisão, Garay, Emerson e Maxi Pereira;

Médios: Bruno César, Matic, Gaitán, Javi Garcia, Aimar, Ruben Amorim, Nolito e Witsel;

Avançados: Saviola, Rodrigo Mora, Cardozo e Rodrigo.

In: Record

publicado por Frederica às 20:17
link do post | comentar
Quarta-feira, 23 De Novembro,2011

Empate vitorioso em Old Trafford vale primeiro lugar no grupo

  • Crónica

 

© GettyImages

 

Com alguma sorte nos momentos essenciais do jogo, e muito mérito repartido por 90 minutos, o Benfica carimbou um apuramento histórico em Old Trafford. O empate (2-2) com o Man. United deixa os encarnados nos oitavos-de-final, e a uma vitória caseira, sobre o Otelul, de terminar o grupo C em primeiro lugar.

Um começo de sonho embalou a equipa de Jorge Jesus para o apuramento: da primeira vez que passou o meio-campo com a bola dominada, Witsel libertou Maxi na direita e este deu a Gaitán o espaço para um cruzamento-remate. A bola desviou no pé de Jones e traiu De Gea, gelando os adeptos dos «red devils» e levando ao delírio os cerca de 3 mil torcedores encarnados que fizeram a viagem até Inglaterra.

O Man. United, privado de Rooney, demorou 20 minutos a encontrar-se, com o Benfica a mostrar o melhor futebol nesse período. Só as arrancadas de Nani, claramente o mais inspirado da equipa de Alex Ferguson, aqueceram as bancadas de Old Trafford. O crescimento do United já era patente à passagem da meia hora, quando chegou o golo do empate. De novo um cruzamento de Nani, na esquerda do ataque inglês, mas com Berbatov a beneficiar de uma posição de fora-de-jogo para bater Artur, cabeceando nas costas de Luisão.

 

© GettyImages


O Benfica acusou o golpe e não voltou a ser perigoso até ao intervalo, mas conseguiu gerir a pressão inglesa sem demasiado sofrimento. Adivinhava-se um filme diferente para a segunda parte, e isso confirmou-se com o crescimento do Man. United, alimentado pela energia de Nani e pela mobilidade de Young. Aos 55 minutos, o Benfica sofreu um duro golpe, com uma lesão muscular de Luisão, a tirá-lo do jogo e, quase de certeza, também do «derby».


O Man. United sentiu a fragilidade e carregou, mesmo antes de Jorge Jesus ter tempo para lançar Miguel Vítor em campo. Artur, sempre impecável nas saídas, ia adiando o que começava a parecer inevitável. Já com onze encarnados em campos, surgiu o segundo golpe no moral do Benfica, com Fletcher a aproveitar um cruzamento de Evra para bater Artur, à segunda tentativa.

Temia-se o pior, mas o Benfica teve a sorte do seu lado: dois minutos após o golo, De Gea ofereceu uma bola a Bruno César, que procurou servir Rodrigo. Aimar estava no sítio certo para aproveitar o corte de Ferdinand e fazer um 2-2 que, pelos critérios no confronto directo, já deixava o Benfica na segunda fase. Faltava gerir a meia hora final, algo que os encarnados fizeram de forma competente.

Aimar, lúcido a alimentar os contra-ataques, e Witsel, incansável e extremamente dinâmico na recuperação, foram os símbolos de uma equipa que, bem equilibrada, suportou o assalto final do Man. United. As entradas de Matic e Ruben Amorim ajudaram a estabilizar, e o Benfica pôde festejar, de forma merecida, uma qualificação que, por ser obtida num palco até aqui maldito, vale como um atestado de maioridade.

In: Maisfutebol

 

© GettyImages

  

Manchester Utd: De Gea; Fábio, Phil Jones, Rio Ferdinand, Patrice Evra; Valencia, Fletcher, Carrick, Nani; Ashley Young e Berbatov.
Ainda jogaram: Javier Hernandez (Valencia, 81min) e Smalling (Fábio, 82min).
Golos: Berbatov (30min), Fletcher (59min).
Cartões Amarelos: Fletcher (33min) e Carrick (77min).
Cartões Vermelhos: -

 

Benfica: Artur Moraes; Maxi Pereira, Luisão, Garay, Emerson; Javi García, Axel Witsel; Gaitán, Pablo Aimar, Bruno César; Rodrigo.
Ainda jogaram: Miguel Vítor (Luisão, 58min), Matic (Gaitán, 68min) e Ruben Amorim (Pablo Aimar, 83min).
Golos: Gaitán (3min), Pablo Aimar (61min),
Cartões Amarelos: Garay (16min), Artur Moraes (40min) e Maxi Pereira (85min).
Cartões Vermelhos: -

publicado por Frederica às 18:09
link do post | comentar
Segunda-feira, 21 De Novembro,2011

Vamos ajudar o Gustavo (e não só)!

  • Fora das quatro linhas

 

 

O filho do futebolista português, Gustavo Martins, necessita urgentemente de um dador de medula óssea compatível e Ruben Amorim apelou, em nome do plantel da equipa de futebol profissional, para que todas as pessoas, nomeadamente os benfiquistas, se possam submeter a uma recolha de sangue, de forma a ver se são compatíveis.

publicado por Frederica às 19:05
link do post | comentar | ver comentários (2)
Domingo, 20 De Novembro,2011

Lista de convocados para Manchester

  • Antevisão - Liga dos Campeões, Fase de Grupos

 

© Facebook "Sport Lisboa e Benfica"

 

O treinador Jorge Jesus volta contar com os médios Matic e Witsel para a deslocação, de terça-feira, ao terreno do Manchester United, em jogo do Grupo C da Liga dos Campeões.

Matic, lesionado, e Witsel, doente, falharam o jogo, de sexta-feira, frente à Naval, mas os dois jogadores superaram os respectivos problemas e estão convocados.

Artur, Maxi, Emerson e Cardozo também voltam a ser convocados, após terem sido poupados da partida frente à Naval.

O argentino Javier Saviola prossegue a recuperar da entorse no joelho e não é hipótese para defrontar a equipa inglesa.

LISTA DE CONVOCADOS

 

Guarda-redes: Artur Moraes, Eduardo e Mika.
Defesas: Maxi Pereira, Luisão, Garay, Jardel, Miguel Vítor, Emerson e Luís Martins.
Médios: Ruben Amorim, Javi García, Matic, Witsel, Aimar, Nolito, Bruno César e Gaitán.
Avançados: Cardozo, Rodrigo Moreno e Nélson Oliveira.

 

In: A Bola

publicado por Frederica às 19:31
link do post | comentar
Sábado, 19 De Novembro,2011

Benfica segue em frente na Taça de Portugal

  • Crónica

 

© Maisfutebol

 

Em trânsito para Manchester, os encarnados fizeram um desvio pela Figueira e só não levaram banhada no resultado: a chuva foi tanta que, por vezes, futebol nem vê-lo. No regresso ao terreno onde sofreu a última derrota para a Liga, há sete meses, o Benfica tinha, desta vez, Rodrigo, o tal que resolve. Depressa e bem.

Custou, as condições atmosféricas não ajudaram nada, mas a missão foi cumprida. Com suor e talvez maior desgaste do que o esperado. Agora, as atenções viram-se para a Liga dos Campeões, para mais uma cartada decisiva na prova milionária. Uma palavra fica, todavia, para a Naval, que se bateu galhardamente e vendeu cara a derrota.

Já se sabia, à partida, que os encarnados iriam apresentar-se com muitas ausências (Gaitan, Cardozo, Saviola, Maxi Pereira, Witsel...), mas Jorge Jesus conseguiu ainda poupar mais alguns habituais titulares no onze, ao deixar Bruno César e Rodrigo no banco, em favor da aposta na juventude.

A dupla Rodrigo Mora/Nélson Oliveira na frente chamava à atenção, mas havia também Miguel Vítor a lateral direito improvisado e Ruben Amorim à sua frente, tal como diante do «amigável» com o Galatasaray. Às contrariedades trazidas de Lisboa juntaram-se, na Figueira, o dilúvio e as inevitáveis consequências para o relvado.

Ao Benfica, interessava certamente marcar cedo, porque, com o passar do tempo, as condições de jogo só poderiam piorar. A verdade, porém, é que a Naval revelou tenacidade na defesa e atrevimento no ataque e, tal como prometera o seu treinador, dificultou ao máximo a vida das águias.

 

© Maisfutebol


Nolito, sobretudo ele, mas também Nélson Oliveira foram aqueles que começaram por estar mais próximos estiveram do golo, mas Taborda mostrou reflexos, e, sem complexos, os figueirenses também conseguiram assustar, por intermédio de Edivaldo Bolívia. Quanto mais a «piscina» enchia, mais ficava claro que o jogo só poderia resolver-se num lance fortuito ou numa bola parada.

 

Menos chuva, mais bola

A chuva decretou uma curta trégua na segunda parte e, automaticamente, algum futebol veio à tona. Os encarnados quase inauguraram o marcador, num lance entre Nolito e Javi Garcia, mas a água fez das suas logo a seguir, num contra-ataque da Naval: Zé Rui tinha tudo para fazer golo, só que a bola fugiu-lhe, por culpa do estado do terreno.

Desse mal não sofreu Edivaldo Bolívia pouco depois, quando apareceu isolado frente a Eduardo e o surpreendeu com um chapéu que levou a bola a sair devagarinho até rasar o poste direito da baliza do internacional português. Respondeu o Benfica, por intermédio de Bruno César, e melhor ainda esteve Taborda a defender de calcanhar!

O jogo estava, definitivamente, aberto e obrigara Jorge Jesus a ir buscar os pesos-pesados ao banco, Bruno César e, claro, Rodrigo. A Naval mantinha-se ameaçadora em contra-ataque e até mudara o sistema táctico para 4-4-2, juntando mais um avançado a Edivaldo em detrimento de um «trinco», Delson.

Quando o jogo começa a ameaçar prolongamento, o brasileiro naturalizado espanhol voltou a fazer um golo supersónico. Marcou ao primeiro toque na bola e sossegou os corações benfiquistas. Mas não os poupou a uma prova de esforço, a apenas quadro dias da viagem a Manchester.

In: Maisfutebol

 

© Maisfutebol

 

Naval: Taborda; Williams, Leomar, Ricardo Ehle, Carlitos; Godinho, Delson; Zé Rui, Leandrinho, João Pedro; Bolívia.
Ainda jogaram: Previtali (Delson, 61min), Roberto (Leandrinho, 87min), Hugo Santos (João Pedro, 87min).
Golos: -
Cartões Amarelos: Godinho (50min).
Cartões Vermelhos: -

 

Benfica: Eduardo; Miguel Vítor, Luisão, Gary, Capdevilla; Javi García; Ruben Amorim, Pablo Aimar, Nolito; Nélson Oliveira, Rodrigo Mora.
Ainda jogaram: Bruno César (Pablo Aimar, 60min), David Simão (Miguel Vítor, 81min), Rodrigo (Rodrigo Mora, 81min).
Golos: Rodrigo (83min).
Cartões Amarelos: Nolito (63min), Rodrgo Mora (74min).
Cartões Vermelhos: -

 

  • Avaliações

 

© Maisfutebol

 

Record (3)

O português alinhou no lado direito do miolo, tal como havia feito em Braga, e cumpriu a missão sem grandes problemas. Não esteve muito em jogo na primeira parte, mas sempre que a bola parava nos seus pés conseguia desenvencilhar-se bem. Subiu de rendimento no segundo tempo e nem a passagem para a lateral direita lhe tirou discernimento. Esteve perto de marcar aos 80', mas Taborda negou-lhe a intenção. A sua cultura tática foi elemento essencial para a boa exibição.

 

O Jogo (6)

Demonstrou a sua importância ao desempenhar três funções: começou à direita do meio-campo, passou para omeio e acabou a lateral. Subiu de produção ao lado de Javi García, recuperando várias vezes a bola. Quase marcava com um tiro forte aos 80' e esteve no lance do golo ao bater o livre.

 

Destaque SLB

Começou a partida a médio direito e cumpriu, mas a meio do segundo tempo, com a saída de Aimar, passou a médio centro onde se sente como “peixe dentro de água”. Teve pormenores interessantes e rematou por diversas vezes com perigo.

publicado por Frederica às 18:18
link do post | comentar
Sexta-feira, 18 De Novembro,2011

Convocados para a deslocação à Figueira da Foz

  • Antevisão - Taça de Portugal

 

© A Bola

 

O médio Nico Gaitán constitui baixa de última hora nos planos de Jorge Jesus, para a visita de hoje ao terreno da Naval, onde o Benfica disputa a 4.ª eliminatória da Taça de Portugal.

O argentino estava no lote de convocados, mas por atrasos do seu voo no aeroporto de Buenos Aires, o extremo não chegou a tempo de seguir com a comitiva.

Gaitán ficará assim em Lisboa, a pensar já no jogo da próxima semana diante do Manchester United, da penúltima jornada da Liga dos Campeões. Os encarnados partilham o primeiro lugar do Grupo C em igualdade pontual com os ingleses, ambos com oito pontos.

De fora da viagem à Figueira da Foz ficam ainda Óscar Cardoso, Maxi Pereira e Witsel, que estiveram ao serviço das respectivas selecções e serão poupados na partida da Taça, e Javier Saviola, Matic e Enzo Pérez, lesionados. Saviola treinar-se-á condicionado durante os próximos dias, fruto de uma entorse no joelho esquerdo, enquanto Pérez recupera de intervenção cirúrgica e Matic se debate com problemas musculares.

LISTA DE CONVOCADOS


Guarda-redes: Eduardo e Mika;
Defesas: Miguel Vítor, Luisão, Garay, Capdevila, Jardel e Luís Martins;
Médios: Javi García, Ruben Amorim, David Simão, Aimar, Bruno César, Nolito e Rúben Pinto;
Avançados: Nélson Oliveira, Rodrigo e Mora.

 

In: A Bola

publicado por Frederica às 11:18
link do post | comentar



Uma iniciativa criada a 9 de Outubro de 2008 com o objectivo de todos os fãs/adeptos poderem mandar a sua mensagem ao Ruben juntou mais de 50 comentários com opiniões diversas e pessoais, as quais agradecemos desde já e que poderá ver AQUI. Devido a actualizações (quase) diárias, o mesmo foi desaparecendo aos poucos e deixando de ser principal notícia no Blog. Não querendo deixar a oportunidade de o Ruben saber e ler a vossa opinião, visto que é visitante deste espaço dedicado a ele, poderá sempre mandar uma mensagem para AQUI.




«Antes de mais quero agradecer a todos pelo apoio que voces têm dado ao Benfica e principalmente a mim. Sinceramente não tenho muito jeito para estas coisas mas também não existem palavras para dizer a força que me transmitem quando leio o que escrevem. Dito isto quero que me desculpem mas tenho de mandar um beijo especial à Frederica e espero um dia estar à altura da imagem que tu tens de mim.
Em breve terei um site e quero que saibas que terás um papel bastante activo nele.. Isto se quiseres, claro. Desculpem não ser de muitas palavras mas mais uma vez OBRIGADO.
Ruben Amorim»
26 de Março de 2009




• Nome Completo:
Ruben Filipe Marques Amorim
• Clube Actual:
Sporting Clube de Braga (emp. SLB)
• Data de Nascimento:
27 de Janeiro de 1985
• Idade:
27 anos
• Local de Nascimento:
Lisboa, Portugal
• Altura:
1,80m
• Peso:
77kg
• Posição:
Médio
• Camisola:
Número 5



• Percurso:
Camadas Jovens Sport Lisboa e Benfica, CAC Pontinha, Ginásio de Corroios, Belenenses, Sport Lisboa e Benfica, Sporting de Braga (actual, por empréstimo)
• Estreia na 1ª Divisão:
14 de Dezembro de 2003
Belenenses 2 vs 0 Alverca
1 minuto
• Treinador que o lançou: Vladislav Bogicevic
• Internacionalizações: Sub-19, Sub-21, Portugal B, Portugal
• 100º Jogo:
27 de Setembro de 2008
Benfica 2 vs 0 Sporting
45 minutos
• Antes do futebol:
Ruben começou por ser guarda-redes de hóquei de patins mas aos 9 anos optou pelo futebol de onze.




• Campeonato Nacional: 09/10 (SL Benfica)
• Taça da Liga: 08/09; 09/10 (SL Benfica)
• Eusébio Cup: 2009/2010 (SL Benfica)
• Torneio Cidade Guimarães: 08/09; 09/10; 10/11 (SL Benfica)
• Torneio de Amesterdão: 09/10 (SL Benfica)
• Torneio Guadiana: 09/10; 10/11 (SL Benfica)
• Albufeira Summer Cup: 10/11 (SL Benfica)
• Canada National Exhibition: 10/11 (SL Benfica)
Prémios Individuais:
• Jogador Jovem do Mês: Dezembro 2007 (Belenenses)


Photobucket
(clique para aumentar)
© RuiCosta_10

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral

Photobucket
(clique para aumentar)
© Guilherme Cabral









AQUI poderá aceder a mais vídeos sobre Ruben Amorim, numa conta feita pela organização do Blog, onde se reunem golos, jogadas, conferências de imprensa e outros momentos.