Ruben Amorim confia em Quique Flores

  • Conferência de Imprensa


 

«As críticas são para o bem da equipa»

 

© Isabel Cutileiro

 

Os jogadores encaram "com naturalidade" as críticas de Quique Flores a alguns elementos do plantel, que tiveram Reyes como último exemplo, após o jogo do Restelo.

"As críticas são para bem da equipa. O mister quer o melhor para ele e isso é o melhor para o conjunto. Vou falar no meu caso: já fui elogiado publicamente pelo treinador e não foi por isso que, no treino seguinte, deixei de fazer o meu trabalho", recordou, falando em particular sobre Reyes, sem referir o nome do espanhol: "Ele já jogou em grandes clubes e está habituado a isto."

 

Há quem pense que as críticas deviam ficar no balneário, mas, para o médio, se Quique Flores "o fez é porque tem algum objectivo." "Confio nele, penso que todos os meus colegas também, e estamos sempre ao lado da equipa técnica", referiu, voltando a falar para... Reyes: "Somos nós que temos de o ajudar e ele vai dar a volta, de certeza."

O empate no Restelo marcou nova perda da liderança na Liga, mas, desta vez, "foi diferente da Trofa": "Fizemos um bom jogo em Belém e perdemos várias oportunidades. Pensamos que estamos no bom caminho e que vamos voltar ao primeiro lugar."

 

© João Trindade, Record

 

Águias à espera do embate com FC Porto

 

O jogo de amanhã com o Rio Ave "é para vencer", até para mander acesas as esperanças no título, sobretudo porque o clássico está à porta, marcado para o primeiro fim-de-semana de Fevereiro. "Vamoe entrar em campo da mesma forma. Em Belém merecíamos melhor sorte, fizemos um bom jogo. Não conseguimos vencer e o FC Porto ultrapassou-nos. Mas ainda dependemos de nós, porque temos de jogar com eles. Vai ser um jogo difícil, mas temos a segunda volta pela frente e é no final que fazemos as contas. Ser campeão continua a ser o objetivo", afirmou.

 

«Também penso que não vamos perder mais»

 

Também Ruben Amorim acredita que o Benfica não vai perder mais jogos até final da época, à semelhança do que afirmou Yebda na quarta-feira, durante a visita a uma escola. O português salienta, porém, que "no futebol também é preiso ter sorte", mas garante que o espírito da equipa indica esse caminho. "Penso o mesmo! Agora, não vou ser hipócrita... Todos os jogos vão ser muito complicados e, coo se vê, todas as semanas a liderança muda. Mas também penso que não vamos perder mais nenhum jogo e é com essa ideia que vamos entrar em campo", realçou.

 

Silas reclama outro lugar para ex-colega

 

© GettyImages

 

Amorim é um jogador imprescindível para Quique Flores no 4x4x2 clássico, mas Silas, capitão do Belenenses e antigo colega do benfiquista, garante que "o Ruben pode dar muito mais", até porque, "pelas suas características, o sistema em que o Benfica joga não é o que mais lhe convém." "Na minha opinião, está a jogar a 60 por cento. O importante é ter a confiança do treinador, mas vai dar muito mais", analisou.

 

  • Vídeo

 

publicado por Frederica às 18:40
link do post | comentar