Ruben na antevisão do jogo na Reboleira

  • Conferência de Imprensa

 

 

 

Para Ruben Amorim, o facto de o plantel do E. Amadora estar sem treinar há vários dias, devido a salários em atraso, representa maior responsabilidade para o Benfica no jogo marcado para este domingo no Estádio José Gomes, na Reboleira. Como tal, o médio garante que a equipa vai encarar o desafio com a máxima concentração.


Ruben espera mesmo «um jogo muito difícil» na Reboleira, pois, salienta, os jogadores do Estrela, apesar de certamente estarem preocupados com a situação dos salários, «quando entrarem no relvado vão esquecer-se dos problemas».

O médio, de resto, falou com confiança na capacidade da equipa, mesmo tendo em conta que Reyes está em dúvida e o Benfica nunca conseguiu vencer no Campeonato sem o espanhol (dois empates e uma derrota): «Não tinha ideia desses números. É um jogador muito importante para nós, mas acredito que conseguimos vencer mesmo se Reyes não jogar.»

Da mesma forma se debruçou sobre a ausência de Luisão - «faz falta, mas há alternativas com qualidade neste plantel», salientou -, tal como da capacidade de Nuno Gomes, Cardozo e Mantorras para colmatar a «baixa» de David Suazo: «São todos jogadores que nada têm a provar e e vejo-os sempre motivados para ajudar a equipa.»

 


A meio ou à direita? Quero é jogar

Muito se tem falado sobre a posição de Ruben Amorim no relvado. O jogador começou a ser utilizado à direita, mas nos últimos jogos já apareceu ao centro, seu habitat natural. «Acima de tudo quero é continuar a jogar e não faço muita questão sobre o lugar», disse, antes de se ter mostrado a favor da continuidade de Quique Flores no comando técnico da equipa para a nova época e depois de declinar tecer grandes comentários sobre o castigo aplicado a Lisandro Lopez (FC Porto).

 

In: A Bola

 

  • Vídeo

 

Para assistir em vídeo, carregue AQUI .

publicado por Frederica às 19:15
link do post | comentar