Benfica conquista mais um torneio

  • Pré Época 2009/10 - Torneio de Amesterdão

 

© GettyImages

 

O Benfica conquistou este domingo o Torneio de Amesterdão, ao bater o Ajax (3-2) no jogo decisivo da prova. Melhorando substancialmente de rendimento em relação à vitória de sexta-feira sobre o Sunderland, a equipa de Jorge Jesus deixou boas indicações, num jogo bastante competitivo e que confirmou as mais-valias de Ramires, Javi Garcia e Saviola.

 

É verdade que os encarnados (esta noite a equipar de preto) embalaram para a vitória com uma oferta de Aissati, que aos 8 minutos traiu o seu guarda-redes num autogolo caricato. Até aí, tinham sido os holandeses a ter mais posse de bola, com o Benfica a aguentar o primeiro embate.

 

Mas a infelicidade do jogador do Ajax deu confiança à equipa que, com Nuno Gomes e Saviola muito móveis na frente, saía bem em contra-ataque, para explorar a velocidade de Di Maria e Ramires. Jesus fez apenas três alterações no onze de sexta-feira, lançando três portugueses (Moreira, Carlos Martins e Nuno Gomes), e poupando Aimar e Cardozo. A integração de Javi Garcia, tal como as explosões de Ramires, voltavam a dar solidez ao meio-campo, disfarçando alguma tremideira de Shaffer e Luisão.

 

© Daylife

 

À passagem da meia hora, num contra-ataque exemplar, iniciado por Ramires, a bola passou por Carlos Martins, Nuno Gomes e Saviola, antes de chegar a Di Maria, que marcou a dois tempos. Uma vantagem importante que, nesta altura, já tinha justificação pelo que acontecia em campo, mas que foi encurtada antes do intervalo, num belo golo de Donald, que fuzilou Moreira à entrada da área.

 

Após o intervao, com Cardozo no lugar de Nuno Gomes, o Benfica repetiu a dose do primeiro tempo, aguentando o primeiro embate e tendo a fortuna de marcar num momento importante, com David Luiz a aproveitar a hesitação dos holandeses após livre de Carlos Martins.

 

Seguiram-se quinze minutos de domínio absoluto, que poderiam ter dado mais golos aos encarnados, antes de, com as substituições, a equipa perder alguma consistência, permitindo ao Ajax uma reacção final, traduzida num golo de Rommedahl sem consequências para o desfecho e para a conquista do troféu.

In: Maisfutebol

 

© GettyImages

 

Ajax: Vermeer; Silva, Oleguer, Anita, Vertonghen; Rommedahl, Donald, Aissati, Emanuelson; Sulejmani e Suárez.

Ainda jogaram: Zeegelaar (Emanuelson, 60min), Cvitanoch (Sulejmani, 60min), Van der Wiel (Silva, 67min), Van der Heijden (Anita, 84min), De Jong (Donald, 88min).

Golos: Donald (44min), Rommedahl (78min).

Cartões Amarelos: -

Cartões Vermelhos: -

 

Benfica: Moreira: Maxi Pereira, Luisão, David Luiz e Schaffer; Javi García; Ramires, Carlos Martins e Di Maria; Saviola e Nuno Gomes.

Ainda jogaram: Cardozo (Nuno Gomes, 46min), Ruben Amorim (Ramires, 50min), Aimar (Carlos Martins, 64min), Fábio Coentrão (Saviola, 64min), Weldon (Di María, 84min).

Golos: Aissati (8min, p.b.), Di María (30min), David Luiz (55min).

Cartões Amarelos: David Luiz (62min).

Cartões Vermelhos: -

 

  • Avaliações

 

© Daylife

 

"Inteligente e lutador como só ele sabe. Sempre em acção no lado direito do meio-campo, sentiu-se mais à vontade quando Aimar entrou na partida. Revelou espírito de sacrifício a defender. (3)", In: Record

 

"Não sabe jogar mal e ontem, apenas em 45 minutos, quis provar ao treinador Jorge Jesus que tem lugar no onze encarnado. Jogou do lado direito, mas também no centro esteve sempre empenhado.", In: O Jogo

publicado por Frederica às 17:54
link do post | comentar