Resultados, avaliações e declarações dos últimos jogos de Ruben Amorim

Liga Sagres - 22ª Jornada
Benfica 3 - 1 Paços de Ferreira
Ruben Amorim (13min), Saviola (17min), Cardozo (58min); William (43min)

 


 
- Avaliações

 

Record (4)

 

Sem a magia do argentino realizou uma exibição tacticamente perfeita. Marcou de cabeça, conseguiu desequilibrar no meio-campo e ainda teve dois passes de morte que Saviola e Maxi desaproveitaram.

 

O Jogo (6)

 

Começou em grande estilo, apoiando bastante o ataque, como no 1-0, em que cabeceou para golo. Bem a fechar o meio-campo, perdeu algum gás com a reorganização do Paços de Ferreira. No final, voltou a aparecer em bom plano.

 

- Declarações 

 

«Não interessa quem marca» 

 

 

Ruben Amorim foi autor do golo que abriu o caminho para o triunfo do Benfica, ontem à noite. O médio, de 25 anos, relativizou este fator e deu ênfase ao objetivo dos encarnados. "Não interessa muito quem assiste ou marca, mas sim que a equipa vença", referiu, admitindo: "Tinhamos a perfeita noção das dificuldades que iríamos encontrar, mas conseguimos uma vitória justa."

 

Sobre a pretação individual, o jogador comentou apenas: "Trabalho todos os dias para jogar e penso que cumpri. Se sou chamado ou não, isso é uma preocupação do treinador." 

 

In: Record


Liga Sagres - 23ª Jornada
Nacional 0 x 1 Benfica
Cardozo (65min)

 

 

- Avaliações

 

Record (3)

 

Denotou algumas dificuldades, sobretudo na 1ª parte, em travar a velocidade de Nuno Pinto. Nunca desistiu e, com o avançar do tempo, assumiuse em missões mais ofensivas com maior segurança. Teve um papel fundamental na vitória ao desmarcar Cardozo, aos 65', a partir do lado direito da grande área, após uma forte aceleração no flanco.

 

Medalha de Ouro

 

Jogador discreto e mais notabilizado pela fiabilidade de que pelos lances génio, o médio português foi essencial na vitória benfiquista. Emendou o penalti falhado por Cardozo, oferecendo ao paraguaio um golo vital na caminha pelo titulo. Brilhante! 

Três quartros de vitória num passe

 

O Jogo (7) - A Figura

 

De regresso ao onze e novamente para ser adaptado a lateral direito, não poderia ter dado melhor resposta a Jorge Jesus. É certo que Nuno Pinto ainda lhe deu algum trabalho na primeira metade, mas o camisola 5 nunca deixou de ser afoio no apoio ofensivo. O passar dos minutos foi-lhe emprestando, de forma gradual, mais confiança e foi precisamente dessa forma que presenteou Carodozo para deixar o paraguaio abanar as redes. E andava bem longe da sua zona de acção quando colheu o passe de Saviola para depois romper pela área insular, batendo Cçéber em velocidade. Confiante, foi entrando com a licença da defesa nacionalista e deu depois, não meio golo, mas três terços de golo a Cardozo. E quão importante foi este simples e solitário tento...

 
Taça da Liga Carlsberg CUP - Final
Benfica 3 x 0 Porto
Ruben Amorim (9min), Carlos Martins (45min), Cardozo (90+2min)

 

 

- Avaliações

 

Ruben Amorim marcou um golo com a ajuda de Nuno e participou no 3º

 

Record (4)

 

Nem ele devia acredtiar que aquele remate enrolado de meia distância acabaria por se anichar no fundo da baliza de Nuno. Essa foi a recompensa da audácia de um jogador que trabalhou imenso, estabelecendo os indispensáveis equilibrios no meio-campo. Não seria escondaloso que lhe fosse creditado "metade" do derradeiro golo da final do Algarve.

 

Km percorridos: 8,7.
Velocidade média: 6,6.

 

O Jogo (8)

 

Já tinha dado três quartos de golo a marcar a Cardozo na Madeira e ontem contou com a ajuda de... Nuno para inaugurar o marcador. O remate até saiu fraco e à figura, mas foi quanto bastou. E se já vinha estando muito acima da média, teve o merecido prémio já nos descontos ao criar o lance que resultou no 3-0

 

Ruben a brilhar e a marcar

 

 

A Bola (8) - Um golo e mais uma oferta - A Figura

 

Já vinha a evidenciar bons pormenores no lado direito, quando se decidiu, em zona frontal à baliza e de muito longe, por um remate rasteiro, relativamente frouxo, que resultou no primeiro golo (9'). Pouco interessa para o caso que tenha sido um frango de todo o tamanho, o que interessa é que o médio encarnado teve olhos para a baliza de Nuno, procurou invariavelmente aparecer junto da zona de perigo e com lucidez, com passes importantes que criaram desiquilibrios. Se atacou bem, melhor defendeu e neste particularmente, Maxi Pereira só tem de lhe agradecer. Mesmo ao cair do pano, para colocar a cereja no cimo do bolo, só faltava aquela soberba jogada na área portista, a pique de bola sobre Nuno que fez esta embater no poste e ressaltar para o pé de Cardozo e para o 3º golo.

 

SLBenfica

 

Abriu caminho para a vitória "encarnada" no Algarve com um remate de fora da área e esteve na jogada do 3º e último tento das "águias" no desafio. Ruben Amorim esteve também novamente muito bem no lado direito do meio-campo, mostrando toda a sua qualidade como jogador.

 

Liga Sagres - 24ªJornada
Benfica 1 x 0 Braga
Luisão (45+1min)

 

 

- Avaliações

 

Record (2)

 

Sem tempo e espaço para manobrar no flanco direito, acabou por ser mais um a segurar o triunfo no final.

 

O Jogo (5)

 

Equilibrou forças a maio-campo.


Liga Europa - 1ª mão 1/4 final
Benfica 2 x 1 Liverpool
Cardozo (59min g.p., 79min g.p.); Agger (9min)

 

 

- Avaliações 
 
Record (1) 
 
Demorou a entrar no ritmo de jogo e não deu a esperada profundidade ao flanco direito. O entendimento com Ramires não foi o melhor. 
 
O Jogo (5) 
 
Deu nova alma à ala dreita dos encarnados.
 

 

Liga Sagres - 25ª Jornada
Naval 2 x 4 Benfica
Fábio Júnior (2min), Bolivia (12min); Weldon (16min, 18min), Di María (38min), Cardozo (56min)

 


 
- Avaliações 
 
Record (4) - A Figura 
 
As primeiras investidas, o Benfica parecia desmoronar-se. Porém, o 5 manteve a cabeça fria e soube segurar as pontas em termos defensivos. Muito bem taticamente, apareceu bem na área figueirense e esteve perto do golo em duas ocasiões. Como merecia esse prémio...  
 
O Jogo (5) 
 
A dupla com Maxi Pereira não funcionou durante nargos minutos e muito por culpa dos passes falhados do médio. Não virou as costas à luta, e é seu o primeiro remate (defendido por Peiser) que resulta do 4-2. 
 


Liga Europa - 2ª mão 1/4 final
Liverpool 4 x 1 Benfica
Kuyt (28min), Lucas (34min), Torres (59min, 82min); Cardozo (70min)

 


 
- Avaliações 
 
Record (2) 
 
Surgiu no lugar de Maxi e sentiu dificuldades para acompanhar Benayoun, embora tenha correspondido na melhor fase da equipa. 
 
O Jogo (6) 
 
Levou quase sempre a melhor frente a Benayoun e procurou sair com inteligência para o ataque, tentando tabelas com Ramires, o que nem sempre saiu bem. Não foi por ele que o Benfica sofreu quatro pelos pela 1ª vez na época. 


 
Liga Sagres - 26ª Jornada
Benfica 2 x 0 Sporting
Carodozo (68), Aimar (78)

 


 
- Avaliações 
 
Record (4) 
 
Bem na proteção da baliza, não conseguiu subir pelo seu flanco durante os primeiros 45'. Na 2ª parte, transfigurou-se. Defendeu ainda melhor e esteve na base do golo inaugural, com uma arrancada pela ala direita, que culminou com o passe para que Coentrão assistisse Cardozo.

 

Km percorreidos: 8,816
Velocidade média: 6,3 
 
O Jogo (7) 
 
Deixou-se prender à lateral direita ao longo da primeira parte, respeitando de forma excessiva a presença do velocissimo Yannick Djaló no seu espaço de cobertura. O colectivo carburava mal e construía pouco, inibindo o substituto de Maxi Pereira, que preferiu então apostar na sobriedade. Disparou após o período de descanso, acompanhando a subida geral de produção. Deu produndidade ao corredor, articulando combinalões com Ramires e Aimar. Agressivo, rompeu a linha defensiva contrária no lance do golo inaugural.

 

Maisfutebol

 

Poucas palavras para uma bela e decisiva exibição. Mais uma vez a lateral, por outra ocasião a subir no relvado, como na Madeira, em que serviu Cardozo para o golo. desta feita, foi em slalom de novo, não assistiu, mas esteve na génese do 1-0 e da vitória encarnada. 
 
- Declarações

 


 
«Inclinado porque fomos
mais fortes» 
 

Ruben Amorim contestou as critícas feitas por João Moutinho ao trabalho de João Ferreira e foi peremptório: "Inclinado? Sim, o campo esteve inclinado na segunda parte para o nosso lado porque fomos mais fortes." O camisola 5, que esteve no lance do 1-0, admitiu que o jogo "foi equilibrado na primeira parte", pois o Sporting "esteve muito organizado". "Não nos permitiu trocar a bola como fazemos habitualmente, mas na segunda parte jogámos o nosso futebol e conseguímos um resultado justo", explicou, reconhecendo que esta foi "uma vitória importante". "Os rivais estavam à espera que perdessemos pontos, por esso foi importante ganhar", acrescentou.
 
Ruben Amorim só pensa na vitória no campeonato e não quer saber em que jogo. "Ideal ser campeão com o FC Porto? O ideal é ser campeão. Por mim era já hoje [ontem], mas ainda não chega. Precisamos de mais pontos", confessou, admitindo que os jogadores "começam a ficar algo ansiosos". "Temos de saber lidar com isso e vencer mais jogos para sermos campeões."

 
In: O Jogo 

 
Liga Sagres - 27ª Jornada
Académica 2 x 3 Benfica
Diogo Gomes (28min), William Tiero (88min); Weldon (2min, 41min), Ruben Amorim (79min)

 

 
- Avaliações 
 
Record (3) 
 
Qual guarda-costa de Maxi, compensou bem as subidas do uruguaio. Acabou por marcar o golo da confirmação quando surgiu na área dos estudantes a rematar com firmeza. 
 
O Jogo (6) 
 
Parece estar sempre de cabeça fria e ainda por cima tem o condão de aparecer em momentos importantes. Foi assim contra o Sporting, iniciando o lance do primeiro golo, foi assim ontem, assinando o 1-3. Muito activo no intenso combate no miolo.

 

Fotos:

Daylife e Maisfutebol

publicado por Frederica às 19:51
link do post | comentar